Não chegar perto

terça-feira, 26 de abril de 2011

Não podemos chegar perto do árbitro. O Aimar viu o cartão amarelo no jogo com a Naval, na Figueira da Foz, por se limitar a falar com o árbitro.

O Luisão menciona uma coisa muita importante, que os jogadores sentem como ninguém e que até acaba por ser um pouco secundarizada pelos adeptos face aos penáltis, foras-de-jogo, entradas duríssimas de rivais, faltinhas irritantes a meio-campo que matam o caudal de jogo, etc, etc, etc: o diálogo em campo com a equipa de arbitragem.

No caso particular do Benfica, geralmente este diálogo acaba por traduzir-se em qualquer coisa parecida com: aproximas-te do árbitro ou do fiscal de linha para dizer qualquer coisa e levas um amarelo que até saltas.
Dá ideia de que os jogadores do Benfica têm uma ordem judicial para não se aproximarem do árbitro e que quando infringem a lei são imediatamente punidos.

No caso de outras equipas, há corridas atrás do árbitro, cercos ao árbitro, insultos visíveis até pela televisão, peitadas, etc. Dá para tudo. Porque depois há envelopes e putedo para compensar.

6 comentários:

Jorge disse...

assim como o Coentrão ao Xistra, não é?...

Anónimo disse...

Tanto não podem chegar perto que num dos ultimos jogos o Coentrão que deu um aconchego no arbitro para ele abrir os olhos.

Vermelho de Coração disse...

já para não falar no coentrão... quando devem são uns anjinhos, quando não devem fazem figuras tristes...

Anónimo disse...

Agia Nazarena
Se um jogagor do Benfica protesta, sem peitada, e sem chamar a mãe do apitadeiro diz um CUmentadeiro avençado, como se pode ver protestou amarelou , senão protesta diz o meu porko CUmentadeiro, se não protestou é porque não era falta, depois de ver três as repetições, lá acaba por dizer o Cumentadeiro, era falta para cartão amarelo, mas o jogador do benfica nãao protestou!
Isto não é nenhum filme de ficção, tem sido a realidade.
É preciso ter memória!
Saudações Gloriosas.

Carlos Alberto disse...

Quem devia dizer isto era a direcção!

Anónimo disse...

Para quando um murro na mesa da nossa parte? É uma pergunta que me ocorre com frequência.

Miguel

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.