Não resisti

quinta-feira, 31 de Março de 2011

Apesar de ter perdido as eleições, Futre manteve a promessa e foi buscar o maior jogador chinês da actualidade.

E que tál regressár há escóla primária?

Ontem vi finálmente a entervista ao noço Conejo. Pelas respostas e maneira de estár vêsse logo que é o melhor amigo do Aimar. Gosto de jogadores que sabem articular uma fráse, que têm um discúrso sobrio e cuérente e que, assima de tudo, são umildes.

Só é pena que a Benfica Tv tênha decidido estragár tudo com uma legendágem digna do mais compléto análfabetismo. Se fô-se um daqueles vidios manhósos do Youtube feitos por putos que nao sábem escrever ainda entendia, agóra vêr uma coisa destas numa televisão prófissional... Tenham do! Se não têm briu prófissional ao menos móstrem respêito pêlos espectadôres.

A quantidade de êrros hórtograficos, de pontuassão, de hifénes, etc, num progrâma de uma hora foi abismál. Núnca tinha visto álgo tão máu. E depois acontéssem situassões ridiculas, como quando o Saviola estáva a falar do trabálho dos fisioterapeutas e dos enfermeiros e a legenda anunssia que:

"São aquelas pessoas que não se vêm no terreno de jogo". E ainda bém, digo eu.

O auge da desfaçatez

A confirmar-se que o criminoso-mor pretende sentar-se no banco de suplentes no Estádio da Luz, prática que abandonou há alguns anos, deixam de restar dúvidas sobre o porquê do histórico de acontecimentos violentos que tem precedido este jogo.

Por mais que tentem passar a ideia contrária, ninguém me tira da cabeça que festejar o título na Luz é perfeitamente secundário para aquela gentalha. O grande objectivo para domingo é provocar os adeptos benfiquistas até ao limite do humanamente suportável para depois, em caso de reacção, se assistir à crucificação do Benfica no Conselho de Disciplina e na comunicação social.

E é por isso que eu não me canso de apelar à calma, já que o contrário só irá prejudicar o Benfica. É que enquanto o Jesus é atingido por um isqueiro no Dragão e nada acontece porque "são coisas do futebol" (e até há uma imagem em que se vê nitidamente o agressor), um simples escarro bem assente na tromba do criminoso-mor em plena Luz e cai o Carmo e a Trindade.


P.S. Fora do Estádio da Luz a conversa é outra e não há perigo de sanções... Porque é bom relembrar que podem simular agressões a qualquer palhaço. Não é assim que se diz na linguagem do futebol?

Um grande benfiquista

quarta-feira, 30 de Março de 2011


Quero saudar o regresso do enorme Mário Palma ao basquetebol português. Graças a ele nunca me vou esquecer daqueles míticos jogos do Benfica no velhinho pavilhão, completamente lotado, contra as grandes equipas da Europa.

E, com todo o respeito pelo Henrique Vieira, acredito que o Mário Palma um dia regressará ao Benfica para terminar a carreira ao serviço do seu clube do coração.

Tão previsível...

Quanto à súbita mudança de discurso do Luís Alberto em relação aos acontecimentos no final do Benfica vs Nacional, só tenho a dizer que tenho pena que no futebol português não haja homens como o falecido Cadorin, para exporem a podridão em que o foculporto se movimenta.

E espero que o departamento jurídico do Benfica saiba aproveitar da melhor forma esta alteração no testemunho do jogador.

A copiar descaradamente

Os responsáveis do PSV Eindhoven convidaram os heróis de 1988 a marcar presença na segunda mão dos quartos-de-final da Liga Europa, agendada para o próximo dia 14 de Abril.

Julgo que a direcção do Benfica deveria aproveitar para fazer a mesma coisa no jogo da primeira mão com os nossos heróis de 88. Porque mesmo tendo perdido a final, para mim serão sempre uns heróis.

O que eu chorei nessa noite! Era pequenito mas nunca mais me esqueço.

Duelo ibérico

Quando o jornal Marca diz que o Real está de olho num jogador...


Quando o reco-reco diz que o Benfica está quase, quase, mas mesmo quase, a contratar um jogador... Pois, já sabemos o filme de cor.

Tacuara já molhou o bico

Podem seguir o jogo aqui.

Já posso mudar de canal

terça-feira, 29 de Março de 2011

Momento mais importante do Portugal vs Finlândia: a saída de Fábio Coentrão ao minuto 61, deixando zero jogadores do Benfica com hipóteses de se lesionarem em campo.

Lógica da batata

Confesso que não percebo rigorosamente nada sobre as regras da Federação Europeia de Andebol, mas isto de uma equipa jogar as duas mãos de uma competição europeia no seu pavilhão, ainda por cima em dias consecutivos, não faz sentido nenhum. Por sorte, calhou-nos o brinde. Porque podia muito bem ter sido o Benfica a ter que jogar os dois jogos fora.

Se houver alguém por aí que perceba de andebol, que me esclareça se isto é prática comum, por favor.

É que nem a brincar!

Fica bem desmentir interesse em nomes avançados pela comunicação social, mas eu gostava mesmo que também desmentissem que o Aimar está de saída.

A menos que... Não, não pode.

Não é só a imprensa portuguesa que tem devaneios

Nesta fase final da época é sabido que, um pouco por toda a Europa, a imprensa desportiva começa a fervilhar com notícias de transferências de jogadores. No que ao Benfica diz respeito, a táctica é não ligar patavina a essas especulações mas, apesar desse mecanismo de defesa, julgo que é quase impossível alguém não imaginar, nem que seja por breves instantes, o jogador em questão com a camisola do Benfica.

Pelo menos a mim acontece-me sempre isso. Vejo um nome associado ao Benfica e, por mais inverosímil que seja, fico aí uns 10 segundos a imaginar-me sentado no estádio a vê-lo jogar no relvado. E depois regresso à realidade e nunca mais penso no assunto nem perco tempo com ele.

Hoje tive dois desses momentos. Um fantástico:

E o outro asqueroso:


No caso do Klose, mesmo dando 0,00000000000001% de crédito à notícia, só o simples facto de o nome do Benfica aparecer ali é um sinal de que o Benfica está forte e volta a ser respeitado na Europa.
Quanto à outra criatura, nem consigo comentar.

Porterazo

Acho que ainda não tinha posto aqui nenhum vídeo do Roberto... Então vá, que o homem merece. Só é pena a tremideira nas bolas aéreas, mas com o tempo isso vai sendo afinado.

Trivial Pursuit

segunda-feira, 28 de Março de 2011

O que é um Terek Grozny?

a) um famoso actor de filmes porno de leste

b) o nome que os investidores russos iam dar ao zbordin se o Bruno Carvalho ganhasse as eleições

c)
um clube da Chechénia para onde o empresário do Cardozo equaciona uma mudança na próxima época

d)
um conhecido chulo de Moscovo que a direcção do foculporto já contactou para servir fruta ao árbitro do próximo jogo europeu

e)
com um razoável grau de probabilidade, todas as anteriores

Mesmo no Brasil, Liedson não esquece o Benfica. É bonito.

Ainda não sei muitas coisas sobre o Benfica, mas o Liedson já me deu uma dicas sobre o clube e falou-me da sua grandeza. Além disso, disse-me que a torcida é maravilhosa, revela Bruno César.

Afinal o pequeno etíope gostava era de nós. Só nos marcava tantos golos para chamar a atenção na esperança de o irmos resgatar. Infelizmente para ele, as coisas não lhe correram bem e teve que gramar quase oito anos no zbordin.

E falavam eles no Vale e Azevedo...

Analisando um pouco mais a frio (o que no meu caso particular equivale a não me escangalhar a rir) as eleições no zbordin, só tenho uma coisa a dizer:

E andou o tal Bruno Carvalho a ser comparado ao Vale e Azevedo durante semanas a fio... Ao pé da malta que lá meteu o Godinho Lopes, o Vale e Azevedo é um menino de coro.


P.S. "A contagem de votos tinha de ser afinada" é absolutamente priceless... Nem um ditador africano diz uma coisa destas quando há eleições (quer dizer, chamar eleições é um bocado forte de mais) no seu país.

Não aprendo

domingo, 27 de Março de 2011

Benfica à parte, há muito tempo que não tenho a menor paciência para jogos do campeonato português, já que 99% das vezes assiste-se a um longo bocejo que dura 90 minutos. No entanto, hoje decidi ver o jogo entre a Académica e o Guimarães, esperançado de que a miragem de uma presença no Jamor motivasse um bom e emocionante jogo de futebol.

Além de ingénuo, sou estúpido.

Palhaçote

O novo treinador é honesto e diz-lhe que vai ser suplente mas que também vai aprender muito e melhorar como jogador, ele não quer saber disso para nada e pede para sair porque quer jogar, o Benfica arranja-lhe dois empréstimos consecutivos em clubes dos melhores campeonatos do mundo.

E agora vem debitar alarvidades e ainda tem a lata de dizer que torceu pelo PSG. "Jamais voltarei". Mas o que é isto? Se não estivesse muito dinheiro em questão, por mim na próxima época, e até ao final do contrato, ficava a correr no Seixal para aprender a ser gente.

Desculpem os palavrões, mas o Yebda pode ir para o caralho que o foda. Ele que nunca mais ponha sequer um pé nas imediações do Estádio da Luz.

Uma noite para recordar forever

Aí está o novo presidente do zbordin:


O quê? Espera, espera...




Afinal é aquele velhote que está a ser protegido do calor humano dos sócios, enquanto tenta perceber por que raio está o Nuno Luz a cheirar o rabo de um funcionário da Prosegur.

Obrigado por existires, zbordin! O Herman José há muito que perdeu a piada, os Gato Fedorento estão de férias, mas tu estás sempre aí para pôr Portugal a rir.


P.S.
Isto cheira tanto, mas tanto, a marosca... O BES nunca permitiria outro desfecho.

Momento arrepiante

Não vi o jogo de Portugal, mas passadas umas horas de o jogo ter terminado apanho na rádio o seguinte: ...o lateral português lesionou-se com alguma gravidade e pode não jogar mais esta época.

No espaço de tempo (e ainda foi algum) que demoraram a dizer que era o João Pereira, fui percorrido por suores frios, vi Dublin mais longe e imaginei-me a pontapear furiosamente Paulo Bento, por nem em amigáveis dar descanso ao Coentrão.

Estes amigáveis só servem para uma coisa: dar-me cabo da cabeça. E terça há mais.

O grande reforço da época

sábado, 26 de Março de 2011



Nem é preciso algodão para ver que este não engana. Que jogadorzão! Por mais adversários que estejam em cima dele, o homem arranja quase sempre maneira de a meter lá dentro.

Os playoffs estão aí à porta e, mesmo depois da péssima exibição contra o foculporto, eu acredito na revalidação do título.

Até os gatos ficam admirados

Positivo e negativo


Positivo:

- Felipe Menezes poderá nunca mais envergar a camisola do Benfica

- é parecido com o Tevez quando este tinha cabelo curto


Negativo:


- Jesus também pediu Felipe Menezes

- o zbordin estava interessado no rapaz

Ir ao estádio é só para ver o jogo, mais nada

O meu repto aos adeptos vai no sentido de que vão calmamente assistir aos espectáculos de futebol e nada mais do que isso, Fernando Gomes, presidente da Liga.

Excepto se estiverem à porta do estádio do Dragão com duas ou três pegas para ofertar à equipa de arbitragem e não tiverem bilhetes para elas. Aí podem perder a calma por alguns instantes que o Nandito arranja bilhetes à pala. É no décimo quarto andar.

A pés juntos, com cotovelada e murro

sexta-feira, 25 de Março de 2011



O Pepe levou tamanho porradão, como aliás tanto gosta de fazer aos adversários dentro do campo, que tão cedo não pia.


P.S. Agora temos que ver uma coisa... Terça o foculporto emite um comunicado onde condena toda e qualquer violência, ontem o Futre consome aminoácidos e dá o show do ano, e hoje este bate-boca Pepe-Queiro(ó)z(s)... Era bom que esta malta se organizasse porque assim o público não tem tempo de digerir convenientemente todo este caudal de comicidade.

Tipo terças e quintas fala este, segundas e quartas fala aquele, sextas e domingos fala o outro e ao sábado descansa-se. Organizem-se lá em condições, se faz favor.

Aproxima-se o final da época e ei-lo a sair do buraco

Já cá faltava o empresário do Cardozo com a converseta do costume...

Por que é que eu sei de cor os nomes dos empresários do Cardozo e do Maxi, e não faço a menor ideia de quem são os empresários de, por exemplo, Saviola, Aimar, Gaitán, Jara, Javi, Luisão, Sidnei, Roberto, Martins, Airton ou Kardec?

Porque há jogadores que não sabem escolher os seus representantes.

A loucura e a lucidez

quinta-feira, 24 de Março de 2011

A loucura:







A lucidez:





Sondagem nº 26

Podem votar ali ao lado.

Direita, esquerda. Por esta ordem.

Não é por nada, mas antes de conseguirem contratar o novo defesa esquerdo eu gostava que assegurassem a continuidade do defesa direito.

Potencial de sitcom


Até ontem não tinha visto um único minuto da campanha eleitoral da equipa principal do Inatel do BES. Mas depois de várias insistências de alguns amigos, que frequentemente me diziam que não sabia o que andava a perder, lá me dispus a perder algum tempo de vida e vi uma gravação do debate.

Gostei. Quero mais. As personagens são todas bastante diferentes mas complementam-se de uma maneira deliciosamente parva. Há comédia. Há ingenuidade. Há revolta. Há garotice. Há restos de bife nos dentes.

Será possível prolongar estas eleições ad eternum? Podiam fazer uma coisa tipo Big Brother, com estes tipos todos fechados dentro de uma casa. Garanto que ia ter mais espectadores do que qualquer jogo do zbordin.

Estou disposto a contribuir monetariamente para esse projecto televisivo. Não tanto como os russos, claro.

Embora haja várias cores, só marram no vermelho

Eu imagino o que não teria já sido escrito e comentado se a alusão de Queiro(ó)z(s) a problemas nos controlos de doping não tivesse sido sobre o Liedson mas sim sobre um jogador do Benfica. Já andava aí tudo louco a exigir explicações e investigações e mais não sei quê. Mas pronto, como era um brasileiro do zbordin não interessa.

Basta recordar o caso do Nuno Assis, onde até o Governo teve que meter o bedelho para que a crucificação fosse assegurada.

Última chamada

quarta-feira, 23 de Março de 2011


Relembro que hoje há um Benfica vs foculporto na Luz e que o pavilhão infelizmente costuma registar audiências muito pouco agradáveis. Ainda por cima a claque animalesca costuma vir em força...

Vamos lá dar uma ajuda ao Benfica. É às 21 horas.

Lá voam mais uns milhões

Estava-se mesmo a ver que o desfecho iria ser este, porque aquela estória cheirava tão mal e tinha tantas pontas soltas que só podia ter sido cozinhada. E agora quem é que vai pagar a indemnização que o Queiro(ó)z(s) vai exigir pelo tempo que esteve impedido de trabalhar pelo senhor Luís Horta?

O contribuinte português, pois claro. Os pseudo-poderosos deste país entretêm-se com guerrinhas pessoais e no final o povo paga e não bufa. E ainda leva com um PEC.

Um grande vulto

Luís Sobral, esse grande vulto* da comunicação social, afirma, no pior site desportivo português do qual é responsável, que o Benfica e os seus dirigentes se encontram entre os responsáveis por esta onda de violência.

Para Luís Sobral, Rui Gomes da Silva é responsável por ter decidido ir almoçar ao Porto, provocando desse modo a fúria dos adeptos do foculporto, que justamente se sentiram humilhados por verem um dirigente do Benfica a passear impunemente no seu feudo.

Para Luís Sobral, o presidente do Benfica é responsável por viajar num automóvel particular atrás do autocarro da equipa, sendo que todos são responsáveis por se colocarem astutamente debaixo de um saco com pedras que levitava no ar e o puxarem para baixo. Os jogadores do Benfica são obviamente responsáveis por terem jogado em Paços de Ferreira, uma verdadeira afronta às boas gentes do Norte de Portugal, que como toda a gente sabe é propriedade do presidente do foculporto. O próprio Benfica é também responsável por existir e por ter milhões de adeptos, algo que, só por si, incita à violência e incendeia os ânimos no pacato futebol português.

Para Luís Sobral, os actuais dirigentes do Benfica são criaturas pérfidas porque não o deixaram ocupar o cargo de director de comunicação do clube, como ele tanto queria e pelo qual tantas vezes se fez ao osso. Mas desta parte ele não gosta muito de falar...


* Utilizo a palavra "vulto" no sentido de massa ou volume, algo em que Luís Sobral é gordurosamente abundante. Nunca no sentido de algo notável ou importante; nesse contexto, um balde repleto de fezes tem mais vulto do que Luís Sobral.

Estórias dos bastidores

Teremos aqui um digno sucessor do mítico Blog da Bola?

Espero que sim...

Haja decoro, mas haja mesmo

terça-feira, 22 de Março de 2011

De cada vez que o foculporto emite um comunicado a condenar de forma veemente qualquer tipo de violência, os restos mortais do senhor Jorge de Brito e do senhor Carlos Pinhão estremecem e as costuras do Ricardo Bexiga abrem um bocadinho.

E isto é só para citar três nomes, porque ainda tenho coisas para fazer antes de me deitar e não me dá jeito estar aqui a elaborar uma lista quase interminável de quem, na verdadeira acepção da palavra, sofreu na pele o ódio daquela escumalha.

O comunicado da associação criminosa termina com um bem engraçado "haja decoro". Pelo menos têm sentido de humor.

Quando tem que se apelar constantemente à calma é porque algo vai muito mal

Quero acabar, em nome da Direcção do Sport Lisboa e Benfica e da Administração da SAD, repetindo o nosso apelo para que, independentemente do repúdio a este tipo de actos, nenhum sócio, simpatizante ou adepto do Benfica, caia na tentação de reagir da mesma maneira, Rui Gomes da Silva, há poucos minutos em directo na Benfica TV.

Sinceramente, temo que estas declarações passem a ser repetidas de cada vez que a equipa do Benfica se deslocar ao Norte. Nesse aspecto, felizmente que esta época só falta a deslocação a Vila do Conde.

Mas se as autoridades policiais, judiciais e desportivas, não tomarem medidas, chegará o dia em que os constantes pedidos de civismo e não-reacção cairão em saco roto. É que não tenho a menor dúvida disso.

Apalpar o terreno para dia 3

Só para lembrar que amanhã à noite há um Benfica vs foculporto em basquetebol, no pavilhão da Luz.

Era bom que se enchesse o pavilhão. Eu vou lá estar. E vocês?

A bola está do nosso lado. Vai ser em força ou em jeito?

Esta série de incidentes violentos relacionados com o Benfica, dignos de filmes de gangsters, que se têm vindo a verificar nos últimos tempos, preocupa-me. Pelos incidentes per se, como é óbvio, mas principalmente pelo fio condutor que os rege. Em campeonatos que ficam resolvidos desde muito cedo, o foculporto normalmente não procede desta forma e isto deixa-me bastante intrigado (para quem vem com paninhos quentes dizer que não há provas que liguem o foculporto a estes actos, quero deixar claro que não enjeito a hipótese de os mesmos serem obra de adeptos do Merelinense, que estão revoltados por estarem na 2ªB e que querem chamar a atenção atacando o maior clube português).

Ora bem, que interesse terá então o foculporto nisto? Na minha opinião, só vejo uma resposta: provocar uma resposta ainda mais violenta dos adeptos do Benfica nos dois jogos que aí vêm. Dividendos? Autovitimização, perpetuar a lógica do "está tudo contra nós" (tal como no espectacular volte-face dado ao caso do túnel na época passada), interdição do Estádio da Luz, fazer crer que os adeptos do Benfica não passam de animais desembestados e que são muito piores do que os deles, alimentar a fogueira por eles acesa do "Norte acorrentado contra o Sul opressor", sobre a qual erigiram o clube e que os mantém no poder.

E até vou mais longe, e não devo errar, se disser que o grande desejo do criminoso-mor é que um simples adepto do foculporto morra mesmo nas imediações da Luz para o guião ficar completo. Como qualquer tiranete que se preze, os mesmos que o idolatram não passam de meros peões nas suas mãos.

Julgo que a declaração de intenções do outro lado está feita e foi bem explícita. Têm a palavra a direcção do Benfica e todos os seus sócios e adeptos.

O benfiquista que souber mais que o Jesus que vá para lá, porque eu quero sempre o melhor para o Benfica

Sei os momentos de jogo onde ele pode render mais, quando o adversário está mais cansado e não tem tanto rigor táctico.

A menos que haja por aí malta que pensa que percebe mais de futebol do que o Jesus (e isso, apesar de bizarro, não me espantaria), a apreciação do treinador do Benfica à utilidade do Nuno Gomes não poderia ser mais clara: é jogador para os últimos minutos dos jogos.

Utilizar a relação entre minutos jogados e golos marcados para reclamar a titularidade do Nuno Gomes é, e não tenhamos medo das palavras, uma grande e alarve estupidez. É reduzir um jogo a frames individuais, quando ele deve ser analisado como um todo. É que convém lembrar que para ele entrar e brilhar andou lá alguém antes a massacrar os defesas e a fazê-los correr. E tenho imensas dúvidas de que o contrário resultasse tão bem.

O papel do Nuno Gomes dentro do plantel está bem definido desde a época passada e, se o próprio jogador não levanta ondas nem faz birras por ter poucas hipóteses, o que mostra bem o seu carácter, espanta-me como é que ainda há gente que vai na cantiga da comunicação social, que quer é intriga e escândalos para ter mais audiência. Ainda ontem foi visível a alegria de Jesus quando o Nuno Gomes marcou, e nas declarações depois do jogo até deixou antever uma provável titularidade num dos próximos jogos.

Gosto imenso do Nuno Gomes mas, porque gosto incomensuravelmente mais do Benfica, não me esqueço da quantidade absurda de golos que ele falhou e de jogos que ficaram por ganhar durante as épocas pós-Itália em que acumulava 90 minutos por jogo. É preciso não esquecer que por cada "olha, marcou mais um" haverá sempre uma mão cheia de "olha, e aquele jogo em que falhou um que era só encostar e que não ganhámos?". É preciso é ter memória, algo que por vezes dá jeito meter na gaveta. Agora o que me faz muita confusão é ver benfiquistas meterem a memória na gaveta quando isso pode prejudicar os interesses do Benfica. Mas enfim, é isto que temos. É muito difícil haver um meio-termo. A maior parte dos que agora andam histéricos com o Nuno Gomes não teriam qualquer pejo em insultá-lo e querer vê-lo fora do Benfica se o homem passasse a ser titular e não marcasse golos. E é assim, neste ambiente esquizofrénico, que os jogadores do Benfica trabalham há anos e anos e infelizmente isto não vai mudar. É triste.

Isto hoje atingiu todos os limites da razoabilidade



O carro do presidente do Benfica está neste momento parado na autoestrada A41, depois de ter sido brindado com um saco cheio de pedras mandado do único viaduto sem policiamento ao longo do percurso que a comitiva iria fazer. O saco embateu primeiro no autocarro do Benfica mas resvalou para o carro onde ia o presidente, que ficou bastante abalado e ferido numa mão.

Relembro que há histórias de pessoas que morrem de ataque cardíaco no seguimento de acidentes de viação ou sustos grandes na estrada.

Já não sei o que diga mais sobre este tema. Esgotei as palavras.


P.S. Até quando elementos das claques do foculporto e do próprio foculporto irão ter acesso a informação restrita sobre os percursos da comitiva do Benfica na zona Norte do país? É muito fácil saber quem se anda a bufar dentro da polícia, haja vontade para tal.

Os anti-adeptos

Não sei se repararam que, no decorrer do jogo, a SportTv só filmava o Jesus quase em grande plano ou de ângulos estranhos. E muitos dos lances próximos dessa zona não eram filmados pela câmara mais indicada.

Isso foi porque atrás do Jesus estava uma tarja que dizia "SportTv, os anti-adeptos", ou algo deste género, pois não percebi muito bem.

Era bom repetir isto na Luz nos próximos jogos. Até para a nossa direcção perceber que os adeptos, além de estarem fartos de ver o nome do Benfica e dos seus profissionais enxovalhados nesse canal, estão completamente saturados destes horários ridículos.

Paços de Ferreira 1 - 5 BENFICA

segunda-feira, 21 de Março de 2011

Benfica demolidor. Primeiros 25 minutos com 3 golos que definiram o resto da partida. O Benfica dominou e controlou a partida, de forma autoritária, com futebol bonito.
Continuamos a não ter que mandar os adeptos e sócios ir para a ópera, o que deve ser um motivo de muita satisfação.

Roberto - exibição muito boa. Defesas de grande nível. Não tem hipóteses no golo.

Maxi Pereira - bom jogo, ao seu nível. Renovem-lhe o contrato pelo amor de Deus.

Luisão - é impossível não ser repetitivo: fantástico. Não passa ali nada.

Jardel - bom jogo. Muito forte no jogo aéreo. Nos duelos corpo a corpo, impõem sempre o físico e, via de regra, sai bem dos lances.

Carole - alguns erros de marcação, a dar espaço para desmarcações de adversários pelo seu lado. Ainda será cedo para exigir mais. Foi infeliz ao marcar na própria baliza.

Javi Garcia - o senhor do meio-campo. Mais um bom jogo, a recuar para ajudar os centrais em vários lances. Foi sobre ele que foi cometida a falta que originou um momento raríssimo nesta época: um penalti a favor do Benfica. Obrigado!

Aimar - quanta magia sai daqueles pés. Quanta classe respira este senhor. Marcou o segundo golo, com assistência de Saviola. A recepção é fantástica, o remate é simples. Com ele em campo, a história é outra, o futebol é bonito.

Gaitan - "ópera car.....". Foi assim que exprimi o meu contentamento pelo golo de Gaitán. A jogada é fantástica, após recuperação de bola na defesa. É candidato a golo do ano. Fez um bom jogo, mostra cada vez mais futebol. Promete "rebentar" no próximo ano.

Jara - incansável. Um pouco mais de discernimento e será um jogador de grande nível. Mostra adaptabilidade, visto que hoje jogou a extremo direito. Realço novamente a sua raça.

Cardozo - continua a não marcar (em lances de futebol corrido) e a falhar de forma incrível. Marcou o penalti com calma e colocado.

Saviola - assistência para golo de Aimar. Classe e rasgos individuais brilhantes, com a bola sempre colada no pé. Só faltam os golos.

Carlos Martins - poucos minutos em campo. Ajudou Aimar na gestão da bola.

Nuno Gomes - entrou, tocou na bola meia-dúzia de vezes e marcou dois golos. Eficiência rara.

César Peixoto - trapalhão em duas tentativas de remate. Esteve no lance do 4.º golo, ao rematar para defesa apertada do guarda-redes do Paços, em cuja recarga Nuno Gomes acaba por marcar.

Sublime!

Na segunda parte vou cortar o som da transmissão pirata que estou a ver e pôr Beethoven a tocar. Arte do calibre que estamos a ver merece uma banda sonora de nível igual.

Premissa errada

Dizer que o Benfica tem que ganhar ao Paços para que o foculporto não precise apenas de um empate para ser campeão na Luz é profundamente redutor e ignora anos e anos de História.

O Benfica tem que ganhar ao Paços porque o Benfica é o Benfica. Ponto.

Hand... mão. Foot... pé.

Se o foculporto esta época conquistar o título de campeão nacional de andebol, o Rolando será o primeiro jogador a sagrar-se campeão em duas modalidades na mesma época.

Como dizia o Paulo Bento: andebol, basquetebol... mão. Futebol... pé.


P.S. Nunca percebi muito bem a excitação da comunicação social em torno de Rolando, um central absolutamente banal. E nem digo isto por ele ser jogador do foculporto, porque não tenho problemas em reconhecer que, por exemplo, o Álvaro Pereira é um excelente jogador.

E não me venham falar em discriminação


Fico muito contente por saber que a moça é fértil, mas então, desculpem lá, não a quero no Benfica. Mesmo que pareçam homens, o lugar das meninas é no zbordin.

Além disso já me chegam as confusões com os sexos da filha do Veloso e do filho do Nené. Nunca sei bem quem é o quê.

Benfica internacional

Depois de ter dado um ar da sua graça na quarta-feira em Madrid, o selo de qualidade da marca Benfica encheu um estádio em Paris, ontem esteve em Londres a dar uma ajudinha ao Chelsea e hoje vai à Mata Real.


P.S. Se o Fábio Coentrão for para o Chelsea vou deixar de ver jogos dessa equipa. Às tantas corro o risco de me convencer que o Benfica abandonou finalmente o futebol português e foi jogar para outro campeonato mais limpo.

Parecia mesmo

domingo, 20 de Março de 2011



Cânticos de apoio ao Benfica, aplausos, equipa adversária a ser assobiada. Enfim, um dia normal no Estádio da Luz.

Não, afinal é em Paris...

Marco, photo, please?


Se, num mundo cruel e desumano, quer dizer, num mundo mais cruel e desumano do que este, eu fosse sócio do zbordin, o meu voto iria direitinho para Bruno Carvalho.

Só o facto de me poder vir a cruzar nas ruas de Lisboa com um dos meus grandes ídolos de infância já seria fantástico. Porque como treinador, pelo que se tem visto, o homem deixa muito a desejar (o que é um bom motivo para os lagartos elegerem o tal Bruno Carvalho).

A montanha pariu um rato velho e desdentado

sábado, 19 de Março de 2011



Chegada a hora do vai ou racha, os pseudo-talibãs do futebol português borraram-se. Muita conversa, muita ameaça, mas lá acabaram por aprovar os estatutos.

Mais do que previsível, este desfecho. No fundo, no fundo, só queriam os seus 15 minutinhos de fama.

Aguardemos agora que Lourenço Pinto cumpra a ameaça de colocar centenas de criancinhas vestidinhas com equipamentozinhos de futebol em frente à sede da Federação.

E porque hoje é dia do Pai


Obrigado, Pai!

Nem de propósito

Falava eu no post anterior sobre a forma de trabalhar da malta do Correio da Manhã, e a capa de hoje traz:

Dragão pode desviar Maxi Pereira.

Muito bom. Continuem que está a ser giro. A próxima pode ser: Rui Costa é portista desde pequenino.

Como se fazem as coisas

sexta-feira, 18 de Março de 2011

Agora que o jogo de França já passou, é altura de tecer algumas considerações sobre o facto de Saviola ter sido apanhado com álcool.

Isso aconteceu na madrugada do passado dia 11 de Março, sexta-feira. Ou seja, a redacção do Correio da Manhã, na ronda habitual de telefonemas matutinos, tomou conhecimento desse facto na sexta-feira de manhã. Isto não sou eu a falar de cor, é mesmo assim que as coisas se passam: todas as manhãs há alguém, normalmente um estagiário, a fazer uma ronda de telefonemas pelas esquadras; além de que, por vezes, são polícias das próprias esquadras a ligar para lá para darem informações.

Assim sendo, a lógica dita que esta notícia tivesse sido lançada para a praça pública na edição do Correio da Manhã de 12 de Março, sábado. Mas, como é sabido, não foi isso que aconteceu. A notícia foi lançada na edição de 16 de Março, quarta-feira. Véspera do jogo do Benfica... Não é preciso ser um génio para perceber por que motivo isto aconteceu, pois não?

Quanto ao acto em si, é simples: o Saviola estava na sua noite de folga e foi punido pelas autoridades competentes como qualquer cidadão. A única coisa que realmente me importa é que ele não anda a jogar ponta de corno.

Vingar o penálti do Veloso



E se passarmos jogamos contra a filial de Braga ou o Dínamo de Kiev.

Se pudesse escolher...

... seria esta a ordem de preferência:

Filial de Braga
Twente
PSV Eindhoven
Spartak de Moscovo
Dínamo de Kiev
foculporto
Villarreal

O Platini deve estar a rezar para duas equipas portuguesas se defrontarem já, de modo a diminuir as hipóteses de Portugal ultrapassar a sua querida França no ranking. A rezar ou a fazer outras coisas, que isto da temperatura das bolas não se faz só por cá.

30?


30 milhões? Upa upa com isso. Em cada jogo europeu o valor sobe. Actualmente só vejo o também fantástico Gareth Bale a fazer-lhe frente. E esse deve deixar White Hart Lane no final da época por valores a rondar os 40 milhões.

PSG 1 - 1 BENFICA

quinta-feira, 17 de Março de 2011

Jogámos em casa, fora de Portugal. Ambiente espantoso criado pelos emigrantes, que muito ajudou a nossa equipa a ultrapassar a equipa francesa.
Foi um jogo de luta e entre-ajuda, em que soubemos sofrer e, ao mesmo tempo, criar oportunidades.
Amanhã saberemos quem nos calha pela frente.

Roberto - exibição muito boa, com duas defesas decisivas.

Maxi Pereira - mais um bom jogo. Bem a defender, mas menos efusivo a atacar.

Luisão - o comentário é sempre o mesmo: excelente.

Sidnei - a dormir num lance da segunda parte, ia permitindo que o adversário marcasse golo nas suas costas. Podia ser mais agressivo.

Coentrão - o homem do jogo. Parece que não se cansa. Teve jogadas geniais e tentou oferecer o golo aos avançados. Excelente a defender.

Javi Garcia - grande jogo. Com ele em campo, a história é outra.

Aimar - a forma como cuida a bola é do outro mundo. Disponível para defender e ajudar a defesa.

Gaitan - esteve com a corda toda e lançou muitos ataques. Num lance de pura inteligência, marcou o golo de fora da área. Olhou para a área para centrar e chutou à baliza sem preparar o remate. Enganou bem o guarda-redes.

Salvio - grande jogo. Ajudou na defesa e pôs a cabeça da defesa francesa em água. Muito bom!

Saviola - jogo apagado. Alguns passes errados, quando se pedia passes mortíferos.

Cardozo - um jogo feio, mas com muita entrega. Segurou os defesas adversários. Muitas perdas de bola na recepção.

Carlos Martins - passou despercebido a atacar, mas entregou a sua raça ao meio-campo defensivo.

Peixoto - entrou bem no jogo. Arrancou umas faltas junto à linha e cortou o que havia para cortar.

Jardel - não sei se tocou na bola.


P.S. A malta da SIC percebeu que já não estava na mesa do café a comentar o jogo? Que falta de profissionalismo...

Mais que um clube

O Barcelona tem aquela treta do "mais que um clube" e eu confesso que nunca percebi bem porquê. "Mais que um clube" é ir jogar uma simples eliminatória de uma competição europeia a outro país e o estádio estar pintado com as nossas cores. "Mais que um clube" é Sport Lisboa e Benfica.


P.S. O PSG que se queixe ao Platini de ter jogado as duas mãos fora de casa.

Apreensão

Quando nada o fazia prever, subitamente fiquei extremamente preocupado com o jogo contra o PSG.

O Artur Jorge atribui favoritismo ao Benfica...

Pontapé na História

O Benfica nunca ganhou na Alemanha. Esta já foi.

O PSG nunca perdeu em casa contra uma equipa portuguesa. Esta vai hoje.

Carrega!

Erro de gestão

quarta-feira, 16 de Março de 2011

No jogo contra o Portimonense, quando anunciaram a constituição da equipa no estádio, pensei imediatamente que Jesus tinha cometido um erro de planeamento que tem tanto de estúpido como de desnecessário. É evidente que nos últimos minutos do jogo contra a filial de Braga, Jesus e a sua equipa técnica já estavam a fazer contas à vida para os jogos futuros (pensar o contrário é passar um atestado de incompetência a Jesus). Assim sendo, se a ideia era poupar Coentrão contra o Portimonense para estar a 100% nos dois jogos europeus, parece-me óbvio que o jogador deveria ter recebido instruções para forçar o amarelo nos últimos minutos da pedreira e assim limpar a folha disciplinar.

Isto não se trata de ser picuinhas, até porque desdobro-me em elogios a Jesus com alguma frequência. Apenas espero que um treinador do Benfica esteja sempre mais à frente dos acontecimentos do que qualquer outro.

E agora em Paços de Ferreira, com o especialista mundial em amarelar jogadores do Benfica em campo, o melhor é mesmo o Fábio ficar de fora outra vez.


(mítico jogo de Soares Dias, em que a equipa adversária fica reduzida a 10 jogadores logo aos 18', o Benfica controla o jogo totalmente, acaba com 70% de posse de bola e mesmo assim leva sete amarelos, imagem retirada do site zerozero)

Balelas de jornal

O foculporto conseguiu um acordo em que exige receber pelo menos 80% do que aquilo que o Benfica receberá num novo contrato com a Olivedesportos ou com outra qualquer empresa?

Era giro agora o Benfica negociar com a Olivedesportos e exigir uma cláusula em que ficaria estabelecido que iria sempre receber mais 60% (ou outro valor qualquer superior a 20%) do que aquilo que recebe o foculporto. Queria ver como é que o Oliveirinha ia descalçar essa bota.

Ou então assinar um contrato de 30 milhões por época com outra empresa (altamente utópico mas não impossível), que eu queria ver se o Oliveirinha ia dar 24 milhões por ano ao foculporto.


Serve isto tudo para dizer que não acredito minimamente nesse tal acordo entre foculporto e Olivedesportos. Era preciso que o Oliveirinha fosse muito burro e, pela maneira como subiu na vida e se vai aguentando no topo, burro é que ele não é.

Do Estádio da Luz para a Cidade Luz


Aí vai o Benfica a caminho da segunda cidade com mais portugueses, onde espero que amanhã dê uma grande alegria a todos os benfiquistas que tiveram que ir para lá em busca de uma vida melhor.

O Rui Gomes da Silva integra a comitiva e pode ir almoçar e jantar descansado que ali ninguém lhe quer bater.

É preciso ser-se... pato

Um dos grandes momentos do Trio d'Ataque de ontem foi quando o gajo que dizem que canta mostrou a sua indignação pela forma como o Benfica (ele não explicitou o nome do clube mas qualquer pessoa percebeu) controla a comunicação social (!!!).



Cá esta o Benfica a controlar a comunicação social. Felizmente para nós que as escutas não são aceites em tribunal.

Se o ressabiamento fosse um homem, seria o Pedro Henriques

terça-feira, 15 de Março de 2011

Não gostei muito da sua exibição. Ficou muito aquém do que esperava. A defender, teve alguns erros de posicionamento ao marcar pela frente o extremo, parte da análise, no pasquim O Nojo, à exibição de Carole no jogo contra o Portimonense, feita pelo idiótico Pedro Henriques, antigo defesa esquerdo do Benfica (até me dá náuseas escrever isto) que hoje em dia vai debitando ressabiamento aos microfones da SportTv.

Eu gostaria de saber o que é que o Pedro Henriques esperava de um jovem que mal fala português, que fez a sua estreia pelo Benfica e que jogou num onze completamente estapafúrdio sem rotinas de jogo entre os jogadores. Gosto também da parte em que o Pedro Henriques refere erros de posicionamento, ele que era perito no posicionamento defensivo (pausa para rir). Isto é tão desprovido de sentido como se o criminoso-mor viesse dizer que o Benfica está habituado a viver acima da lei. Espera, agora me lembro de que a criatura disse mesmo isso...

Se fosse o Álvaro ou o Schwarz a tecerem considerações negativas sobre o Carole, eu ainda as levava em conta. Agora sendo o Pedro Henriques a fazê-lo, eu tomo a liberdade de interpretar o que ele diz precisamente ao contrário.

Para terminar, acrescento que até Pedrosa e Paulo Torres, dois jogadores com ligações a um clube que entretanto desapareceu chamado Sporting, elogiaram a qualidade técnica do Carole.

Bis



Espero que um dia possamos ver golos do Benfica com a marca do Miguel Vítor. Acredito que tem valor para fazer parte do plantel na próxima época, já que o Roderick está muito, muito, muito verdinho para estas andanças e só lhe fazia bem rodar dois ou três anos em outro clube.

O treinador dos treinadores


Ontem tive finalmente tempo de ler a última edição da Mística e não posso deixar de destacar a entrevista ao Professor José Jardim, um dos funcionários do Benfica com mais anos de casa (está no Benfica há mais de 25 anos) e amor ao clube, e um homem de uma afabilidade e classe ímpar.

É o meu treinador preferido e aquele que melhor representa a essência do "ser benfiquista". É também por ele que não gosto de me referir a Jorge Jesus como JJ. No Benfica, esse epíteto é propriedade privada do Professor José Jardim. Bem sei que a maior parte dos benfiquistas só têm olhos para o futebol, mas fiquem a saber que este senhor é que é o nosso JJ.

Penso que esta época estão reunidas as condições para ele nos dar uma grande alegria. E bem o merece. Um muito obrigado ao Professor por dedicar a vida a servir o Benfica.

O clube

O clube não joga um peido. O clube tem jogadores de merda. O clube tem o estádio às moscas. O clube não ganha um campeonato há uma catrefada de anos. O clube não dá alegrias. O clube está falido. O clube está a morrer.

Qual é uma das preocupações? Que alguns jogadores do clube joguem com chuteiras vermelhas.

Obrigado por existirem.

Lembrei-me por que não consigo ver tal coisa

segunda-feira, 14 de Março de 2011

Já não via um Dia Seguinte há muito tempo. Hoje, movido pela curiosidade de ouvir Rui Gomes da Silva falar sobre o acto cobarde de que foi alvo, propus-me fazê-lo. Aguentei cerca de 10 minutos a ouvir as atoardas de um dos principais responsáveis pelo estado em que o futebol português se encontra e mudei de canal, ao mesmo tempo que mandava uma mensagem a um amigo a pedir para me avisar quando falassem sobre a agressão.

É completamente inconcebível que um indivíduo do calibre de Guilherme Aguiar, que debita ódio ao Benfica por todos os buracos que tem no corpo, tenha tido o poder que teve no futebol português. É mais ou menos o equivalente a porem-me a arbitrar um Benfica-foculporto. Mas pelo menos eu teria a decência de, antes do jogo se iniciar, avisar os jogadores do foculporto de que iam perder. E por muitos.

Que não se lesione, como os outros


Eis o novo reforço da equipa do Benfica. Estive a dar uma vista de olhos nas estatísticas da época passada do Marquin Chandler e parece ser um belo shooter, inclusivamente de três pontos, uma das grandes lacunas do Benfica desta época.

Também vi um vídeo (embora de 2008) e dá ideia de que é um típico extremo norte-americano, que faz de tudo um pouco dentro do campo. Penetra, dispara, assiste... Espero que encaixe bem no Benfica e que não tenha azar com lesões.

Uma pergunta (afinal são duas)

Baseado em algumas coisas que vou lendo por aí, e atendendo às diferentes prioridades de que me vou apercebendo, gostaria de deixar uma perguntinha no ar:

Preferiam ganhar a Liga Europa mas ver o foculporto ser campeão na Luz, ou não ver o foculporto ser campeão na Luz mas não ganhar a Liga Europa?

E, já agora, esta pergunta deixa-vos a pensar um bocado ou respondem de caras?

Surreal

Achei espectacular a conferência de imprensa de Carlos Azenha. Que não é atrasado mental, que tem filhos, que se levantou, que o Daúto Faquirá, o Leonardo Jardim, o Rui Vitória e o Manuel Machado também são professores, que o futebol tem seis fases distintas, que o Jesus, o Mourinho, o Ranieri e o Pellegrini também levam goleadas.

A juntar a isto voltou a dar a entender que o Setúbal da época passada era uma merda e que a culpa dos 8-1 tinha sido dos jogadores e não dele, que escolheu a maior parte, exactamente como fez quando esse mesmo jogo acabou.

Benfica 1-1 Portimonense

Hoje decidi não me debruçar individualmente e ao pormenor sobre os jogadores do Benfica, porque me parece que isso seria extremamente injusto, e até uma crueldade, para com eles. Claro que dá para avaliar coisas como a recepção de bola e a técnica individual, mas quando se lançam dez habituais suplentes (sendo que alguns têm muito poucos minutos nas pernas e para dois era mesmo a estreia) ao mesmo tempo numa equipa, não dá mesmo para muitas mais ilações. Há que compreender que uma coisa é analisar, por exemplo, Carole num jogo ao lado dos três habituais defesas e com Javi por perto, e outra é avaliá-lo pelo que se viu hoje.

Porque esta época já tiveram várias oportunidades, abro apenas duas excepções. Felipe Menezes: provavelmente embirrei com o rapaz, e admito-o sem qualquer problema, mas depois da quantidade de oportunidades que já teve não o acho com qualidade mínima para estar no plantel do Benfica; Kardec: não consigo compreender como é que um miúdo que na época passada e no princípio desta demonstrou alguma qualidade, desde Novembro que parece ter vindo a desaprender.

Em relação ao jogo, não há muito a dizer porque também não se poderia esperar muito com um onze inicial destes. A equipa apresentou-se horrivelmente lenta de processos (o único jogador em campo capaz de imprimir velocidade era Jara) e o quase inexistente entrosamento entre os jogadores dos corredores fazia com que Aimar tivesse que se desdobrar em quatro para tentar organizar o jogo do Benfica, e sempre pelo meio. Lá na frente Jara bem tentava desmarcar-se mas os passes nunca chegavam. Depois, para ajudar à festa, veio um penálti parvo que colocou a equipa a perder.
Ao intervalo Jesus foi quase obrigado a mexer na equipa porque o que se via era, de facto, muito mau. Mas a coisa não melhorou por aí além porque Gaitán entrou muito mal e Salvio esforçado mas sem acertar com os cruzamentos. Uma palavra de apreço para Nuno Gomes, que em poucos minutos conseguiu iludir Kardec, o terceiro central do Portimonense, que até aí tinha estado fortíssimo a anular ataques ao Benfica.
Melhor em campo do Benfica, na minha opinião, claramente Jardel.

Penso que neste jogo a única coisa que vale a pena analisar é a opção de Jesus. Fez bem? Fez mal? A minha resposta anda ali pelo meio. Fez muito bem em apostar descaradamente na Liga Europa e poupar jogadores, mas se calhar exagerou um pouco na revolução. Se calhar poderia ter dado 45 minutos de início a dois ou três titulares que não faria mal nenhum, mas isto é obviamente a óptica de um mero treinador de bancada. Ele é que sabe como está a condição física dos atletas.

O horror, a tragédia, a ignomínia

domingo, 13 de Março de 2011

À vinda do estádio tenho sempre o hábito de ligar o rádio para ouvir as declarações do treinador do Benfica. Hoje ouvi esta pérola de Valdemar Duarte:

Ao apresentar as reservas, Jorge Jesus faltou ao respeito à liga portuguesa.

Curiosamente ninguém se escandaliza com a forma como a liga portuguesa tem faltado ao respeito ao Benfica durante as últimas 22 jornadas.

Um belo dia para os histéricos ficarem em casa

Normalmente apelo aqui para a ida em massa ao estádio, mas hoje não vou fazer isso. A avaliar pela zona onde costumo ficar e também por comentários de amigos que ficam em outras zonas do estádio, a triste conclusão a que chego é que ainda há demasiadas pessoas que não sabem ver futebol ao vivo. A quantidade de gente que passa mais tempo a apupar, assobiar, falar mal e até a insultar os jogadores do Benfica é algo que não tem explicação.

E, precisamente por isso, hoje gostaria de convidar esses ilustres anónimos a ficarem em casa. Se a malta do assobio não se controla com a equipa a praticar um excelente futebol, em maré de vitórias, com grandes craques dentro do relvado, não quero imaginar como será hoje, com oito ou nove habituais suplentes, a maior parte deles bem jovens, e sem grande entrosamento entre eles. Se um Luisão, um Aimar, um Saviola, um Cardozo, aguentam bem os assobios e apupos de que são alvo, não se pode esperar que um Luís Filipe, um Carole, um Kardec, um Menezes, um Fernández ou outro suplente façam o mesmo. Assobiar um jogador destes ao primeiro ou segundo erro, como muita gente gosta de fazer na Luz, é o suficiente para lhe dar cabo da concentração e com isso prejudicar a equipa.

Portanto, quem costuma ter este tipo de comportamentos aqui relatados, que fique em casa. E se insistir em ir, pelo menos pense nisto que escrevi. Não é por mim, é pelo Benfica.

E novidades?

Não era necessário tornar público o relatório do observador para chegar à conclusão de que o Javi foi mal expulso. A essa conclusão já toda a gente com dois dedos de testa tinha chegado no preciso momento em que viu Xistra exibir o cartão vermelho.

O árbitro leva nota negativa, vai para a jarra, mas os três pontos ninguém os dá ao Benfica. Parece uma daquelas séries chatas em que os episódios são tão repetitivos que já se sabe o que vai acontecer a seguir.

Um misto de inocência e estupidez

sábado, 12 de Março de 2011

Sei que o FC Porto enquanto instituição não deverá ter nada a ver com o ocorrido. É uma instituição que me merece respeito e espero que brevemente, se é que não o fez já, se demarque e repudie o ocorrido de uma forma clara, como espero que qualquer clube ou qualquer instituição respeitável saiba ter essa elevação para se demarcar e condenar veemente este tipo de actuações bárbaras. É isso que espero do FC Porto.

A resposta do criminoso que dirige a instituição que o Dr. Luís Nazaré tanto respeita não se fez esperar:

Podem simular agressões a qualquer palhaço, mas nós vamos continuar o nosso destino, que é vencê-los.

Enfim... O Dr. Luís Nazaré aqui há uns tempos veio palpitar sobre a táctica e as escolhas de Jesus, hoje sai-se com esta. Com este tipo de dirigentes vamos continuar a ser comidos de cebolada.

Benfica à rasca

Hoje fui à manifestação. Isso serviu para reforçar a convicção de que me preocupo muito mais com o futuro do Benfica do que com a merda de país onde vivo. É que enquanto andava por lá só pensava quando é que os benfiquistas se conseguirão mobilizar daquela forma para alterar o statu quo do futebol português.

Benfica Babies

Finalmente vai implementar-se o excelente modelo do Ajax, que tem produzido várias gerações dos chamados Ajax Babies, no Benfica.

O único senão é que no Ajax os treinadores são escolhidos em função do modelo de jogo do clube, que é o mesmo há anos e anos, e quando Jesus sair do Benfica, que espero que aconteça apenas daqui a muito tempo, não me cheira que também se faça isso.

Quase a guardar Nietzsche na gaveta



Quem combate monstros deve ter cuidado para, ao fazê-lo, não se transformar também num monstro.

Os monstros vão, impunemente, picando, picando, picando... Mais dia, menos dia, os benfiquistas deixarão de ter o cuidado que, sabiamente, aconselha Nietzsche. E quando esse dia chegar, porque, não tenhamos dúvidas, vai chegar, o futebol português dará uma grande volta. Ou acaba.


P.S. O Rui Gomes da Silva estava com a mulher ao lado. É bom termos isto bem presente.

Belo timing...

As chamadas de Gaitán e Salvio à selecção argentina vieram numa bela altura, vieram... Com os dois a começarem a denotar cansaço físico, principalmente Gaitán, esta paragem que se avizinha no campeonato seria ideal para realizarem trabalho específico de recuperação e descansarem bastante.

Compreendo que as selecções não possam estar paradas muito tempo por causa das rotinas de jogo, mas estes amigáveis sem sabor numa altura em que os campeonatos entram na sua fase decisiva e a Champions e a Liga Europa estão ao rubro, roçam a parvoíce.

Ainda por cima, Gaitán e Salvio são dois jovens sem grande experiência na selecção principal da Argentina e portanto é natural e compreensível que dêem tudo nos treinos e nos minutos que Sergio Batista lhes conceder nos dois jogos, ao contrário dos jogadores mais experientes que sabem resguardar-se neste tipo de casos.

Já para não falar das viagens... Lisboa-Buenos Aires-Nova Iorque-San José-Buenos Aires-Lisboa. Até cansa só de escrever.

Resumindo, e em bom português: merda p'rós amigáveis!

Tens feito falta, pá

sexta-feira, 11 de Março de 2011

Hoje, ao ler as declarações do Ruben Amorim lembrei-me de como tem feito uma falta tremenda nesta altura desgastante da época, com jogos atrás de jogos. Podia ser uma alternativa a Maxi, a Salvio, a Gaitán (já o vimos nessa posição algumas vezes) ou até mesmo a Javi.

Não há um único jogador no plantel do Benfica com esta polivalência e o Ruben, sem ser daqueles jogadores que provoca orgasmos na bancada, é dos que mais aprecio. Porque joga simples, porque joga bem, porque joga onde lhe pedem, porque é do Benfica desde pequenino.

A festa da televisão

O que os imbecis da Liga mereciam era que no dia 23 de Abril o Estádio Cidade de Coimbra estivesse vazio. Num sábado em que não há mais jogos, não podiam ter marcado esta final para meio da tarde? Quem for da zona de Lisboa e quiser ir ver o jogo, e será muita gente, antes da uma da manhã não estará de regresso a casa (e já nem falo de quem morar mais longe).

Um jogo com um clima teoricamente pacífico, ideal para se levar os filhos à bola, e fazem isto. É a festa do futebol transformada em festa da televisão.

Já que eles não estão lá a fazer nada...

Sugestões para ocupar o lugar dos árbitros de baliza no Estádio da Luz nos jogos europeus:

- cozinheiros a grelharem bifanas para serem vendidas nas bancadas, que aquela comida plástica dos bares é péssima

- moças desnudadas para animar o público

- o Tony Carreira e o filho a cantarem, para o público ser obrigado a abafar esse som puxando pelo Benfica

- jogadores do zbordin, simplesmente porque nesses dias eles não têm nada para fazer

- máquinas de lançar bolas de ténis mas adaptadas para bolas de golfe e isqueiros, para os jogadores do Benfica se habituarem a jogar em alguns campos do Norte de Portugal

- o Fernando Gomes e o Joaquim Oliveira, porque estou saturado de os ver na tribuna presidencial

Não foi um, foram dois

Só há olhos para a jogada do Saviola, mas no final da primeira parte há um lance em que o guarda-redes adversário, fora da pequena área, se atira autenticamente para cima das costas do Javi, derrubando-o. Penálti claríssimo!

BENFICA 2 - 1 PSG

quinta-feira, 10 de Março de 2011

A equipa do Benfica hoje decidiu dar uma parte de avanço ao adversário e veremos se não terá sido fatal. Uma primeira parte de fraca qualidade, muitos nervos e intranquilidade, falta de acerto na defesa e, o mais visível, uma falta de concentração atroz de Sídnei.
Acabámos por ir para o intervalo com o golo do empate marcado por Maxi.
Entrámos na segunda parte, uma vez mais, a deixar jogar, só acordando para o jogo a espaços.
A entrada de Jara acabou por dar outra dinâmica ao ataque.
Uma vez mais, e para que não percamos a habituação, o árbitro decidiu influenciar o jogo.


Roberto - esteve bem quando chamado a intervir. Não teve hipóteses no lance do golo. Continuo a não perceber a demora na reposição da bola em jogo quando estamos a jogar contra o tempo.

Maxi - o homem do jogo, na minha opinião. Impecável a defender e a atacar. Não deu uma jogada por perdida. Acabou por marcar um golo digno de avançado. Nota máxima.

Luisão - muito trabalho lá atrás, ainda para mais quando teve ao seu lado um Sídnei desconcentrado. Melhorou na segunda parte.

Sídnei - não se percebe tanto erro cometido na primeira parte. Pouca garra e muita displicência.

Coentrão - a garra do costume, as arrancadas habituais. Menor eficácia no passe final.

Javi Garcia - um dos melhores em campo. Muita força e luta no meio-campo. Jogador nuclear.

Carlos Martins - pegou no jogo por várias vezes, mas nem sempre devidamente acompanhado. Tentou rematar mas a bola nunca chegou ao destino desejado. Assistiu brilhantemente Maxi para o golo. Aquando da entrada de Aimar, encostou à direita e perdeu influência.

Salvio - o jogo passou pouco pelo seu lado, incompreensivelmente. Apareceu por duas vezes na zona de finalização, mas sem sucesso. Foi substituído após ter sido carregado em falta.

Gaitan - muito apagado e cansado. Desde que o vejo jogar que reparo na falta de acerto no passe. Falha imensos passes para um suposto n.º 10.

Cardozo - podia ter marcado na primeira parte de livre directo. Lutou e tentou marcar, mas o guarda-redes fez o seu trabalho.

Saviola - jogo trapalhão do argentino. Sofreu falta na área quando se preparava para a meter lá dentro.

Jara - deu outra rapidez ao ataque. É, para mim, o jogador mais aguerrido da equipa. Deixa tudo em campo e só abranda quando tem o coração a sair-lhe pela boca. Marcou o golo da vitória, num lance de entendimento com Aimar.

Aimar - entrou para pegar no jogo e levar a equipa para a frente. Notou-se a sua presença, pois o toque de bola é logo outro. Assistiu Jara para o golo.

Peixoto - encostou-se à esquerda e, desta vez, não foi assobiado. Ou ouvi mal?


P.S. Já não bastava a nojice da sportv, hoje tivemos que ser presenteados com os comentários pouco profissionais dos senhores da Sic. Desde não conseguirem analisar os lances por clara falta de atenção e poder de análise, passando pelos comentários jocosos do luzinha, a acabar na afirmação mais estúpida que se pode ouvir depois de um jogador se lesionar ("esta paragem do jogo por lesão de Salvio traz-lhe vantagens porque está muito cansado"), tudo se ouviu no relato. Que tristeza!

Adam Smith revisitado

No século XVIII, Adam Smith desenvolveu uma teoria económica onde demonstra que há uma mão invisível que controla o mercado.

No século XXI, Michel Platini desenvolve uma teoria futebolística onde demonstra que há uma mão invisível que protege as equipas francesas nas competições europeias.

Não virar as costas


Espero que hoje os benfiquistas compareçam em massa. É sempre a seguir a uma derrota que a equipa necessita de mais apoio e de sentir que os adeptos estão com ela.

Porque ser adepto nas vitórias é muito fácil. Tem mais valor ser adepto nas derrotas.

Ai, essa matemática...

Acabo de ver um jornalista da Sic Notícias dizer em directo que o PSG vai trazer 150 mil adeptos à Luz...

Isso significa que terei de ver o jogo de pé?

O único que assusta


Grande Maxi, calhou-te a fava. Mais logo, cuidado com este gajo. É extremo mas esta época já tem 17 golos marcados... Seca-o bem sequinho, se faz favor.

Uma outra forma de ver o Carnaval

Carnaval, uma época do ano em que podemos ver na televisão tantas brasileiras despidas como os árbitros da primeira divisão ao fim-de-semana.

Bruno Nogueira, no programa Tubo de Ensaio, na TSF.

Sobre o casamento

quarta-feira, 9 de Março de 2011




TAU!


P.S. Agradecimento ao blog "Conversas da Bola" pela rapidez do upload.

Para francês ouvir

João Gabriel agora mesmo na Benfica Tv, na conferência de imprensa sobre o jogo de amanhã, a dizer que o criminoso-mor é alguém que já foi castigado por tentativa de corrupção, mas que foi ilibado nos tribunais civis porque não consideraram as escutas como prova válida.

Com os jornalistas franceses a tomarem nota.

Novamente muito barulho que novamente não dará em nada

Já ouvi o presidente Vieira dizer dezenas e dezenas de vezes que no Benfica não se rasgam contratos.

Portanto, e infelizmente, não tenho qualquer espécie de ilusão em relação ao vínculo com a SportTv. Resta-nos gramar a pastilha até 2013. E depois espero que haja a decência de não renovar com esse esterco.

É tudo uma brincadeira

Um jogador pergunta à Liga se pode rescindir com o seu clube. A Liga diz que sim. O jogador rescinde. A Liga volta atrás. O clube avança para os tribunais. O jogador é condenado a pagar cerca de 130 mil euros.

A leviandade com que se trata de coisas sérias neste país roça o espectáculo burlesco.

Cheira a sovaco na Benfica Tv


Por que está este moço na Benfica Tv a apresentar um programa, de vídeos supostamente cómicos, que nada tem a ver com o Benfica? Repito: nada tem a ver com o Benfica. Dei-me ao trabalho de deixar a televisão ligada naquilo durante um programa inteiro e não vi um minuto sequer que fizesse referência a algo relacionado com o Benfica.

Quando quiser fustigar as retinas e comer merda pelos olhos tenho os canais generalistas portugueses ao alcance de um botão. Já na Benfica Tv, gostava de ver... Benfica. É que em "Benfica Tv" está a palavra "Benfica", logo deveria haver... Benfica. Mas se calhar não estou a fazer o raciocínio correcto e está-me a escapar aqui qualquer coisa.


P.S.
Eu não sei se o moço pretendia que "Axel" fizesse lembrar o Axl Rose dos Guns, mas a mim só me faz lembrar o "Axe", desodorizante p'ró sovaco.



Vídeo gentilmente indicado pelo JNF, a quem aproveito para agradecer a morte de milhões de células cerebrais.

Às gentes medievais

terça-feira, 8 de Março de 2011

Eu compreendo que uma derrota do Benfica, depois de 18 vitórias consecutivas, provoque uma excitação desmesurada e seja uma pausa agradável na monotonia de ver o pai chegar a casa bêbado e bater na mãe ou o padrinho comer a irmã com o consentimento da família, mas, por mais eufóricos que estejam, escusam de vir para aqui perder tempo com comentários imbecis.

Até porque nem sequer leio esses conjuntos de letras até ao fim. Basta-me ler um "ides", um "sois", um "perdes-te" em vez de "perdeste" ou um "ganhas-te" em vez de "ganhaste" para eu vos tirar logo a pinta.

Vá, vão lá espreitar pela fechadura da porta do quarto, que o padrinho da mana já chegou. E dêem-se por felizes por eu perder dois minutos da minha vida convosco.

Novo tipo de criminoso

Há os que cometem crimes e se vangloriam do que fizeram; há os que cometem crimes e se calam que nem ratos; e agora há outro tipo: aquele que comete crimes e se tranforma em dono da moral e bons costumes.

«A mim não me surpreende a reacção deles. É uma forma de tentar condicionar. São queixas de quem está habituado a estar acima da lei."

O que vale é que cada dia que passa é menos um na contagem decrescente para deixar de ouvir estas baboseiras.

Que é para não seres esperto


Ah e tal, vou fazer o contrato da minha vida....

Para mim, um contrato de uma vida implica sempre receber a tempo e horas.

Nojentos de merda!




Eu nem tenho palavras para esta merda. É tudo tão podre, tão nojento...

Esta gente não morre?

Abre o coração, Joaquim!

segunda-feira, 7 de Março de 2011

No jogo não me preocupei com isso, mas quando cheguei a casa vi os lances e acho justíssima a expulsão. Não sei onde foram buscar as reclamações.
Joaquim Manuel Sampaio da Silva, bicampeão nacional pelo Benfica.

Tinhas umas boquinhas entaladas para mandar, não era, Joaquim? Deita tudo cá para fora, homem! Mas tudo mesmo... Conta também como pedinchavas a jornalistas amigos para ajudarem a fazer a cama ao Moretto e ao Butt, e como tentavas minar o balneário com o papel de coitadinho injustiçado.

Rima com Carnaval, mas não dá vontade de rir


É curioso que o José Cardinal, que faz parte da equipa de Olegário, tenha sido destacado para o jogo de ontem com o Xistra. E é bom relembrar que foi Cardinal quem inventou a agressão de Javi, e não Xistra. O mesmo Cardinal dos foras-de-jogo escabrosos em Guimarães. O mesmo Cardinal que vemos na foto, do lado direito, aquando da sua homenagem na AF Porto, patrocinada pelo seu padrinho Lourenço Pinto. O mesmo Cardinal que é um adepto ferrenho do foculporto, daqueles que vai para a rua buzinar com a família.

Se por acaso alguma vez forem atendidos pela criatura num balcão dos CTT no Porto, por favor espetem-lhe um selo e carimbem-lhe a tromba. Em correio azul, como ele gosta.

Para quem não viu agressão (todos), mas pensa que houve

Do jogo Dejá Vu de ontem (vi tudo igual o ano passado: mesma arbitragem nojenta, mesma expulsão sem razão, mesmo livre lateral a entrar ao canto com o guarda-redes a ver, mesma intensidade competitiva da agremiação da casa, mesmo desfecho pontual...), ficam as imagens que não passaram, só para clarificar o assunto e andar para a frente, que 5ª feira há mais, mas em bom.



Carrega Benfica!

Porque não vale tudo

Não ser primeiro numa época completamente corrompida como esta, só pode ser um orgulho para gente de bem. Graças aos valores que felizmente me foram passados pelos meus pais, não me é possível compreender como é que se pode exultar com este tipo de conquistas. Isto não é uma desculpa nem é ver as coisas pelo lado que dá mais jeito, é simplesmente um facto.

Imenso orgulho em ser benfiquista.

jornalismo de trazer por casa

Ainda ressacado da roubalheira de ontem, algumas ideias continuam a ecoar. Uma delas é: Que merda de jornalismo é o deste país...?

Dos três jornais desportivos, só um teve tomates para dizer o que havia para dizer, senão veja-se:

Record - "Benfica entrega das faixas";"frango de Roberto dá início à reviravolta bracarense".

Quem entregou as faixas foi o sistema nojento, ainda o campeonato ia no adro. E o que deu início à reviravolta bracarense não foi o Roberto. Foi a marcação de uma falta ridícula, uma falta que em certos campos não existe.

Jogo - "Mossoró pinta título de azul".

Mossoró, a equipa de arbitragem, a pressão nojenta do banco do braga, o comportamento inaceitável, cobarde e violento dos adeptos daquele clube... É preciso continuar?

Por que raio é que há tanta gentinha que se empenha a tirar um curso de jornalismo se depois esquece tudo o que aprendeu e se transforma em autêntica marionete, marimbando-se para os factos...?

Um jornalista a sério questionaria muita coisa neste futebol "sistemático". Desde logo, a diferença de atitude da equipa do braga nos jogos contra Benfica e azuis. Também questionaria por que razão houve tantas lesões da equipa do braga antes do jogo com os azuis. E, ontem, quando o médio do braga, aquele que saiu do zbordin e não fez nada lá fora (sim, esse), se fez de vítima revoltada, afirmando que é feio falar do árbitro nas vésperas do jogo e que a atitude dos jogadores do braga foi uma resposta às palavras de Jesus, logo teria que levar com um reparo: foi a direcção do braga que disse com todas as letras que Xistra não tinha condições para arbitrar este jogo... (Viu-se...)

Não gosto de perder; muito menos gosto que não me deixem ganhar.

Benfica até ao fim!

Esta não, porra!

O Benfica recebe sempre bem os adversários. Não compreendo o porquê de a cidade de Braga hostilizar o Benfica. E isto não tem que ver com o Braga ou a sua direcção, todos sabem as relações que tenho com o presidente do SC Braga.

O que é esta merda, presidente Vieira? Mas está maluco ou quê? Toda a gente sabe que o problema desta hostilidade animalesca nasceu precisamente com a actual direcção da filial de Braga e da maneira como esta actua como um cão de fila do foculporto.

E o que é que interessa aos benfiquistas as suas relações com o Salvador? São relações profissionais que nada têm a ver com o Benfica.
O que interessa ao Benfica são as relações que unem o Salvador ao criminoso-mor. Isso é que é preocupante e tem resultado nas confusões que vimos nos jogos contra a filial de Braga.

Não estava mesmo nada à espera desta desculpabilização pública de um verme como o Salvador. Há que separar os interesses profissionais dos interesses do Benfica. E não se admite que um presidente do Benfica sobreponha os primeiros aos segundos.

Gentinha pequenina, muito pequenina

domingo, 6 de Março de 2011

Hoje libertei tudo o que sinto contra o Benfica, acabei de ouvir Mossoró dizer em directo.

O que dizer de uma coisa destas?

Inqualificável

É inqualificável o título estar entregue desde o início do campeonato.

É inqualificável uma equipa que abre as pernas a uma determinada agremiação e hoje deixa a pele em campo, recorrendo aos esquemas do costume: provocações, simulações, pressões, etc.

É inqualificável terem transformado alguns estádios de futebol em infernos, no pior sentido. Na Luz, apoia-se a equipa; na pedreira e no dragão atiram-se objectos...

É inqualificável o trabalho do(s) árbitro(s).

É inqualificável em duas épocas seguidas o banco do braga ter a atitude que se viu, condicionando o árbitro.

É inqualificável o Benfica ter que jogar neste campeonato...

Força BENFICA!

O porquê da disponibilidade

O Xistra era o único disponível para fazer o que se está a ver. O patrão quer concentrar-se totalmente na Liga Europa. Assim vai o futebol português.

Limpeza geral


Na pedreira aproveitem para limpar a carrada de amarelos com que os senhores do apito nos têm brindado. A seguir vem o Azenha.

São só duas letrinhas, não custa nada

sábado, 5 de Março de 2011

Gostava de saber por que motivo o Porto Canal não coloca um "FC" atrás do nome. Tentei seguir o foculporto-Benfica em hóquei mas, dado o calibre dos comentadores, desisti para não me enervar.

Pelo menos a Benfica Tv assume o que é: uma televisão de um clube. Já o Porto Canal, não compreendo como é que tem a presunção de representar a voz do Norte, quando toda a gente sabe que a voz do Norte é encarnada. Por mais que isso lhes custe.

Zbesdin


Até podem arranjar mil candidatos a presidente, que quem vai continuar a decidir o destino do zbordin é este homem.

E se o Benfica persiste em contrair novos empréstimos para pagar empréstimos antigos...

Assumir aos olhos de Deus

sexta-feira, 4 de Março de 2011

O Futebol Clube do Porto comunica que celebrou um memorando de entendimento com os proprietários do Porto Canal que tem como objectivo reforçar a expressão pública e o relacionamento da nossa Instituição, assim como promover a Marca e os produtos e serviços associados.

Isto é um bocado como um casal de namorados viver junto há muitos anos e um dia decidir casar pela Igreja, com a noiva vestida de branco, alianças e essas coisas todas.

Mas toda a gente sabe que já houve muito sexo antes disso. E em várias posições.

Só aquela tia-avó muito velhinha é que pensa que não.

O único, mas por causa de uma série de condicionantes

Há já algum tempo que deixei de comentar nomeações de árbitros para jogos do Benfica porque, sinceramente, cheguei a um ponto em que me é totalmente indiferente que lá esteja o Olegário, o Xistra, o Proença, o Sousa, o Soares Dias ou outro qualquer. A merda é toda a mesma e o sentido habitual das arbitragens também, portanto prefiro comentar a arbitragem depois do jogo acabar do que teorizar antes sobre o que vai acontecer, já que espero sempre o pior.

E esta notícia de o Xistra ter que ser obrigatoriamente escolhido para o próximo jogo contra a filial de Braga porque uma série de árbitros pediram escusa para esta jornada, vem reforçar a ideia de que isto só lá vai com a profissionalização do sector.

Aí acaba-se logo o tipicamente português: ah, hoje não me dá jeito, que, na prática, foi o que fizeram Olegário, Proença e Duarte Gomes, além do Paixão, que está indisponível não se sabe porquê. Logo numa jornada onde há um filial de Braga-Benfica e um foculporto-Guimarães, dois jogos importantes...

Resumindo, com o actual estado de coisas, os árbitros podem, em qualquer jornada, fazer panelinha entre eles e decidirem eles próprios quem apita determinado jogo. Isto é tudo menos transparente.

Este túnel é do caraças

quinta-feira, 3 de Março de 2011


Olha aí o túnel da Luz a tirar o Hulk da selecção brasileira. Malvado, esse túnel da Luz, que não dá sossego ao troglodita...

Ou então o Mano Menezes apercebeu-se de que o Hulk é incrível... mente estúpido para jogar na selecção.

Mas não, deve ter sido mesmo o túnel. Só pode.

Os novos "10 minutos à Benfica"

Nas 18 vitórias consecutivas desde a derrota em casa contra o Schalke, o Benfica revela uma interessante tendência para marcar golos nos últimos 10 minutos de jogo. Isso aconteceu em 10 das 18 vitórias:

Filial de Braga 93'
Leiria 80' e 92'
Olhanense 81'
Nacional 89'
Rio Ave 87'
Aves 90'
Guimarães 93'
Estugarda 81'
marítimo 81' e 93'
zbordin 92'


Daqui a uns anos este fenómeno vai ficar conhecido como "os últimos 10 minutos à Benfica". Por exemplo, em 2073 vão estar dois amigos no Estádio da Luz com o jogo empatado aos 80'. Um vira-se para o outro e diz:

Ó pá, agora davam jeito os últimos 10 minutos à Benfica daquele tempo do Jorge Jesus!


P.S. Agora fiquei lixado porque em 2073 já cá não estou e queria ver esse jogo. Não é justo!

O zbordin é amigo

Ontem, de cada vez que via Evaldo ser comido por Salvio lembrei-me de que esse moço esteve muito perto de vir para o Benfica esta época, envolvido no tal negócio dos dois jogadores da filial de Braga de que falou Luís Filipe Vieira numa entrevista no princípio da época.

Ora acontece que, como sabemos, o zbordin se chegou à frente e o negócio ruiu. Nem Eduardo nem Evaldo no Benfica. Muito obrigado!


P.S. Se o Evaldo tiver um mínimo de brio profissional, deverá convocar uma conferência de imprensa e anunciar que encerra a sua carreira. Ninguém é comido sempre com a mesma finta pelo mesmo adversário. Nem eu, quando jogo com amigos.

Bate-boca com classe

O Público juntou ontem dois ferrenhos adeptos para discutirem online as peripécias do derby. O grande benfiquista Miguel Esteves Cardoso e o sportinguista (sim, este é do Sporting e não do zbordin) José Diogo Quintela.


O Vukcevic usa a t-shirt como os pintas de Alcântara. Só falta ter o maço de tabaco na manga enrolada da t-shirt.

Que Sporting é este? Que falta de respeito por Lisboa constitui este triste esforço de fazer parte desta cidade?

Ver o Cardozo a ganhar em velocidade ao Polga causa o mesmo desconforto de apanhar os próprios pais a fazerem o amor.

Esta mania de o Benfica, de correr muito no fim dos jogos é mesquinha. É mesmo à português calão. Deixar tudo para a última hora.

Podem ler tudo aqui. Vale a pena.

A culpa é sempre de qualquer coisa mirabolante


Confesso que já tinha saudade de ver o Benfica jogar contra uma equipa orientada pelo cara de sapo. Mal acabou o jogo, pensei: lá vai o gajo atribuir a derrota a um lance mal arbitrado a meio-campo, a um caracol que estava na relva e fez tropeçar um jogador ou a uma mosca que voou muito perto da orelha de outro jogador e o desconcentrou no momento do remate.

Assumir a sua quota parte da culpa é que está quieto... Sempre foi assim, o cara de sapo.

BENFICA 2 - 1 zbordin

quarta-feira, 2 de Março de 2011

18.ª vitória consecutiva, 18.º jogo de luta, querer e ambição. Não há "baixar de braços" nesta equipa, não há conformismo, não há toalhas no chão.
Como se esperava, foi um jogo bem difícil, ou não estivesse o zbordin a jogar a época inteira, ainda por cima contra nós.
Notou-se cansaço de vários jogadores, o que resultou num ritmo mais pausado em certas fases do jogo, sem que, no entanto, não tivessem guardado as últimas reservas de energia para encostar o zbordin às cordas e acabar por vencer.

Roberto - asneira no golo do zbordin. Hesitou na saída, esperou que Javi e Luisão saltassem, reagiu tarde e sofremos golo. Não se pode perder um lance destes, principalmente quando se tem mais de 1,90m e se pode jogar com as mãos. Redimiu-se com duas brilhantes defesas, uma delas nos derradeiros minutos da partida.

Maxi Pereira - incansável a defender e a atacar. Muita raça.

Luisão - talvez a melhor época ao serviço do Benfica. Quando chega a hora de comentarmos o desempenho do Luisão é complicado encontrar adjectivos. Brilhante.

Sidnei - esteve bem, mas confesso que a calma (?) com que aborda alguns lances incomoda-me porque, não raras vezes, entrega a bola de forma displicente ao adversário.

Coentrão - este homem não se cansa? Como é que é possível aos 85 minutos arrancar um sprint monumental pelo flanco e tentar marcar golo? Máquina autêntica, a atacar e a defender. Não gostei de ver a simulação na área. Isso é para outros lados...

Javi Garcia - mais um grande jogo do espanhol. De negativo somente a apontar a abordagem ao lance do golo do zbordin, em que não foi decidido a atacar a bola e a incomodar Postiga no salto. Marcou o merecido golo da vitória. E como é bonito ver um jogador que chegou na época passada a comemorar golos do Benfica com aquela intensidade...

Carlos Martins - tentou marcar, mas a bola nunca foi à baliza. Já vimos melhores jogos do Carlos. Saiu para entrar Aimar.

Salvio - mais um jogador importante na manobra da equipa. Notou-se um ritmo menos frenético que em jogos anteriores. Ainda assim deu imenso trabalho a Evaldo, brindando-o com duas simulações fantásticas ainda na primeira parte. Da mesma maneira que Coentrão, não gostei de ver a simulação na área. Não fica bem...

Gaitan - teve pormenores técnicos deliciosos e tentou combinações com os colegas do ataque. Notou-se algum cansaço. Pudera...

Cardozo - por mim, passava a vez de marcar penaltis... Redimiu-se logo a seguir com uma cabeçada fortíssima. Correu e fez suar a defesa do zbordin. No fim, ainda enviou uma bola à barra. Talvez pudesse ter feito mais nesse lance.

Saviola - mais um jogo apagado, sem grande felicidade nas combinações. Não me lembro de um remate à baliza.

Aimar - entrou e saiu, lesionado. Espero que tenha sido mais por precaução do que outra coisa.

Jara - dinamizou uma frente de ataque já muito cansada. Teve arrancadas fortíssimas e tentou servir os avançados. Temos lutador.

Felipe Menezes - entrou para o lugar de Aimar.

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.