O benfiquista que souber mais que o Jesus que vá para lá, porque eu quero sempre o melhor para o Benfica

terça-feira, 22 de março de 2011

Sei os momentos de jogo onde ele pode render mais, quando o adversário está mais cansado e não tem tanto rigor táctico.

A menos que haja por aí malta que pensa que percebe mais de futebol do que o Jesus (e isso, apesar de bizarro, não me espantaria), a apreciação do treinador do Benfica à utilidade do Nuno Gomes não poderia ser mais clara: é jogador para os últimos minutos dos jogos.

Utilizar a relação entre minutos jogados e golos marcados para reclamar a titularidade do Nuno Gomes é, e não tenhamos medo das palavras, uma grande e alarve estupidez. É reduzir um jogo a frames individuais, quando ele deve ser analisado como um todo. É que convém lembrar que para ele entrar e brilhar andou lá alguém antes a massacrar os defesas e a fazê-los correr. E tenho imensas dúvidas de que o contrário resultasse tão bem.

O papel do Nuno Gomes dentro do plantel está bem definido desde a época passada e, se o próprio jogador não levanta ondas nem faz birras por ter poucas hipóteses, o que mostra bem o seu carácter, espanta-me como é que ainda há gente que vai na cantiga da comunicação social, que quer é intriga e escândalos para ter mais audiência. Ainda ontem foi visível a alegria de Jesus quando o Nuno Gomes marcou, e nas declarações depois do jogo até deixou antever uma provável titularidade num dos próximos jogos.

Gosto imenso do Nuno Gomes mas, porque gosto incomensuravelmente mais do Benfica, não me esqueço da quantidade absurda de golos que ele falhou e de jogos que ficaram por ganhar durante as épocas pós-Itália em que acumulava 90 minutos por jogo. É preciso não esquecer que por cada "olha, marcou mais um" haverá sempre uma mão cheia de "olha, e aquele jogo em que falhou um que era só encostar e que não ganhámos?". É preciso é ter memória, algo que por vezes dá jeito meter na gaveta. Agora o que me faz muita confusão é ver benfiquistas meterem a memória na gaveta quando isso pode prejudicar os interesses do Benfica. Mas enfim, é isto que temos. É muito difícil haver um meio-termo. A maior parte dos que agora andam histéricos com o Nuno Gomes não teriam qualquer pejo em insultá-lo e querer vê-lo fora do Benfica se o homem passasse a ser titular e não marcasse golos. E é assim, neste ambiente esquizofrénico, que os jogadores do Benfica trabalham há anos e anos e infelizmente isto não vai mudar. É triste.

7 comentários:

Trapalhadas disse...

Tem jogos em mais valie entrar ele k o Kardec...o miudo precisa de jogar mas ainda ta muito "verde"...Eu quando era novo era o Fe n1 dele...mas com o passar dos anos...Agora de ver o Cardozo...este ano nao marca tantos golos mas disputa todas as bolas de cabela k sao chutadas pelo Roberto...o homem da trablho a meio mundo...:P

Maria disse...

Concordo em pleno com tudo o q está escrito neste sábio texto... Neste Portugal não meio termo nem memória... E em contrapartida há demasiada má língua, intriga e tudo serve p polémica... Haja paciência!!!

Carla disse...

De acordo. E o que mais me irrita é que os que, neste momento, mais reclamam a sua titularidade são os mesmos que há duas ou três épocas lhe chamavam "Maria Amélia".

Alexandre disse...

Olá,

Tenho mixed feelings acerca deste fenómeno. Primeiro, concordo inteiramente contigo. Ao contrário do que muitos querem fazer crer (Bonzinho, Luís Avelãs, tantos adeptos do Benfica) duvido que exista qualquer desentendimento entre o Jesus e o Gomes. O Gomes joga pouco porque o Jesus acha que deve jogar pouco. E o Jesus acha isso porque é sua convicção. Não há nada de pessoal.

Não quero que as opções do Jesus sejam as minhas, porque se fossem garanto-vos uma coisa: seria um desastre. Eu não sou treinador. Agora avalio globalmente o Jesus e em função dessa avaliação defendo-o ou não. Portanto, estou com o Jesus.

Por outro lado, o Gomes criou um fenómeno. É um fenómeno com falta de memória, é um fenómeno que tem muito de Mantorrização do Gomes, mas é um fenómeno que tem trazido coisas positivas à equipa. Não têm sido apenas os golos, o Gomes tem entrado e mexido com a equipa. Muito por causa do entusiasmo das bancadas, muito pelo momento em que entra, muito pela confiança que o Gomes tem (é que sem responsabilidade também não é atacado). E sobre este fenómeno tenho duas coisas a dizer: 1) o Gomes merece-o; 2) temos que aproveitá-lo!

Por isso, confgratulo-me pelo Jesus estar disposto a dar mais minutos ao Gomes. Vamos ver como acaba esta história. Vou torcer que de forma feliz.

Coluna D'Águias Gloriosas disse...

Clap! Clap! Clap! Clap!

isto sim é benfiquismo acima de tudo...

e não amiguismo e amadorismo...

e clientelismo...

e 'interessismo'...em ir a jantares, ficar numa boa mesa na Gala do Benfica ou ter voz na BenficaTV...

é com benfiquistas assim que tenho esperança num futuro grandioso para o Sport Lisboa e Benfica...

obrigado pela defesa dos superiores interesses do Glorioso que fazes aqui caro Éter...

saudações gloriosas, 1 abraço

JS disse...

Concordo em quase tudo.

Só acrescentaria que acho que, algumas vezes, Jesus deveria dar primazia do Nuno sobre Kardec. Até pela experiência.

Não sei como será possível encaixar na carreira pós-jogador, mas considero que seria útil tê-lo na gestão desportiva. Tem provado ser um lider de balneário em diversos momentos. E fez, inclusive, em alturas precisas e, na minha opinião, assertivas intervenções de defesa do balneário até face à hierarquia superior.

FCdaFruta disse...

A minha opinião sobre o Nuno Gomes é que podia ter sido usado á mais tempo como suplente de luxo. Usado na rotação da equipa. É óbvio que nem sempre agradou, principalmente quando esteve muito tempo sem marcar e falhava alguns a boca do golo...Mas será que desaprendeu? Eu acho que não. Isto é como tudo na vida... Há altos e baixos... Não esquecer que os tempos são outros, o treinador é outro, a equipa é outra, o futebol é outro...

A ideia com que fico é que ele ainda pode fazer mais 1 época em pleno como suplente de luxo e usado para rodar a equipa...

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.