O papel do nosso Director Desportivo

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Milhares de palavras circulam a blogosfera diariamente sobre a "pseudo-neutralização actual" do papel de Rui Costa no Sport Lisboa e Benfica. 


A maior parte da argumentação dos benfiquistas revela estranheza pelo facto de, após um primeiro ano de elevada visibilidade nos processos de contratação de jogadores e do treinador, o nosso director desportivo ter "desaparecido" dos olhares da massa adepta e dos media.


Anteontem com a entrevista do Presidente ficou claro mais uma vez que Rui Costa nunca teve responsabilidades negociais no clube. O papel dele no clube é outro. Alguns benfiquistas demonstram dificuldade em perceber o quão importante Rui Costa é na nossa estrutura desportiva, pelo que será interessante apresentar o que na nossa perspectiva é, actualmente, a "job description" do cargo que o Maestro ocupa.


As suas responsabilidades são, sobretudo, estas:


1: É o pivot de ligação entre Direcção / Treinadores / Jogadores


2: É o responsável por apresentar o projecto desportivo do SLB aos jogadores que estão a ser negociados


3: É o responsável por dar a conhecer aos jogadores que estão a ser negociados a dimensão do clube, a equipa que integrará, a infra-estrutura de suporte à equipa, a massa associativa, a cidade onde vai estar inserido


4: Após a chegada, garantir a boa integração e rapidez de rendimento dos novos atletas no plantel


5: Deve apoiar na estabilidade emocional de todos os jogadores do plantel, criando condições para a não existência de focos de insatisfação ou indisciplina no balneário


6: Assegurará a representação do clube em eventos relacionados com o futebol onde o presidente não esteja presente


7: Deve aprofundar as relações institucionais com outros Directores Desportivos de clubes da bitola do SLB, com vista obtenção de benefícios desportivos futuros para o clube


8: Afirmar-se e manter-se como uma referência e fonte inspiradora de performance para os jogadores do plantel sénior e júnior


9: Comunicar, quando necessário, aspectos relevantes relacionados com incidências que afectam a equipa de futebol e a estratégia para o futebol do clube, na comunicação social (arbitragens, castigos, formação, etc)


Penso que ficou mais uma vez claro pelas palavras de LFV que o nosso Director Desportivo não negoceia ou contrata jogadores. Em relação às suas responsabilidades no mercado, estas passam sobretudo por cativar talentos para o projecto desportivo do SLB.

Após o seu trabalho, alguém profissional (que tem de ser outra pessoa que não o presidente - um problema claro que tivemos esta época) deve apresentar as condições contratuais e o dinheiro que o SLB propõe para o negócio a clube, jogador e à sanguessuga que o habitualmente o representa).


São estas, de um modo geral, as responsabilidades actuais de Rui Costa. O seu papel não é neutro no Benfica, antes pelo contrário. Rui Costa mantém-se, há semelhança do que acontece há 2 anos, uma peça fundamental da nossa estrutura de futebol.

7 comentários:

Fred disse...

Bom post Luís, concordo na maioria das funções identificadas como sendo as de Rui costa, julgo que ele como símbolo do nosso Clube, tem que ter um papel de ligação entre as várias componentes do clube, cativar jogadores reconhecidos e sobretudo servir como personificação da MÍSTICA do BENFICA.

De facto Rui Costa não tem conhecimentos para assumir negociações de jogadores, não percebo porque é que a maioria dos benfiquistas pensa que as funções do Rui Costa se devem resumir a isso, não tendo este habilitações para o fazer.
Talvez também não devesse ser o presidente a fazê-lo, contudo se só assim já existe tanta gente criticar (o vazio das funções de Rui Costa) imaginem se fosse incluida alguém na estrutura só para tratar da "pasta" das contratações...Caia o o Carmo e a Trindade!

Saudações Benfiquistas

P.S- Luís se tiveres tempo dá uma olhadela no meu blog, e se tiveres alguma coisa a dizer força. O BENFICA SOMOS NÓS! http://tudoportibenfica.blogspot.com/

Anónimo disse...

em que parte é que entra o "comandante do navio", como LFV o apresentou.

Realmente so mesmo boa vontade para com o Rui Costa pode ver essas coisas todas onde mesmo os que conhecem as suas funções a fundo... não vêem.

Luis Rosario disse...

Esta job description é um racional do Luis Rosário do Céu Encarnado - se corresponde com que está na folha do funcionário Rui Costa do SLB ou não, não sei.

Mas sei duas coisas.

Estas são, na minha perspectiva, responsabilidades fundamentais que o Director Desportivo deve assumir e fazer. Se Rui Costa falha e não faz algumas delas, falha como Director Desportivo.

Também sei que não anda com a mala de dinheiro por aí para as compras. E há mais como ele. Eu por exemplo sou o comandante do navio lá de casa, mas a minha mulher é que vai às compras.

Tiago disse...

Para além das funções referidas, tanto o Rui Costa, como o gabinete de prospecção, como o JJ, são quem diz ao Presidente até quanto se pode gastar num jogador. O Vieira negoceia os valores e as condições (tranches, tempos, trocas), mas não é o Viera que define o valor dos atletas.

Jotas disse...

Pode ser como dizes, mas uma coisa é verdade, sempre que alguém ganha demasiado protagonismo no Benfica, e granjeia de simpatia no seio do universo benfiquista, que ponham em causa a futura liderança de LFV, esta apressa-se a colocá-los de parte. Foi assim com Veiga e veremos com o Rui.
Uma medida já ele teve, foi o de impedir pessoas com menos de 45 anos de assumirem os destinos do clube, logo, durante 7 anos, Rui Costa não será ameaça.
Isto pode apenas ser uma teoria da conspiração, mas que são factos, lá isso são.

Anónimo disse...

Acredito que grande parte dos comentários e opiniões que circulam no meio e põem em questão o papel de Rui Costa no Benfica têm sobretudo a ver com ataques à Presidência do LFV e em última circunstância à desestabilização do Benfica. Não acredito que seja coincidência os "apartets" virem em colunas verdes e azuis que numa sinfonia concertada espalham a dúvida... pena que não tenham a mesma elevação para comentar a saída de Vitor Baia, ou a Sá Pinto, ou mesmo de um tal cargod e manager que nunca ninguém percebeu o que é. Mas adiante, Rui Costa continua a ser uma figura proeminente do Futebol do Benfica e como tu bem identificas tem um grande leque de obrigações, as quais bem ou mal executadas têm um grande impacto no Futebol do Benfica e nos atletas. Foi pena que a entrevista da SIC não abordasse o tema, muitos benfiquistas gostariam de ver dissipadas as dúvidas em relação a um dos grandes activos do Sport Lisboa e Benfica.

Anónimo disse...

Jotas, acredita que o LFV não está nem de longe nem de perto agarrado ao poder, Rui Costa virá a ser Presidente do Benfica como o próprio LFV o disse. Tem 38 anos, de acordo com os novos estatutos poderá vir a ser Presidente aos 43 anos. Até lá, deixemos o LFV trabalhar e devemos compreender o seguinte: Ponto prévio, os telhados de vidro do LFV revolvem em torno dos resultados da equipa de futebol, nesse capítulo - do ponto de vista do Clube - não é justo que se critique LFV por andar a caçar gambozinos quando perseguia a verdade que acabou por ser revelado nas escutas colocadas no Youtube, no final ninguém lhe pediu desculpa... afinal tinha razão e havia podridão. Não é justo que se diga que não obtenha resultados desportivos e o FC Porto viva a hegemonia por causa da sua inoperância. E talvez não seja justo ele (LFV) chamar a si tanta atenção na pasta de futebol mas, como o disse acima, se o fragilizam com o Futebol pelo menos que lhe dêm também algum mérito agora que o Benfica é Campeão Nacional. O Rui Costa percebe o que é mais benéfico em torno do clube e compreende também essa posição.

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.