De pequenino se torce o apito

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Só os fortes sobrevivem, porque se nós não fôssemos fortes, trucidavam-nos com toda a facilidade. Se não fossemos capazes de aguentar, fazíamos o que faz o comum dos mortais que era virarmo-nos e desatarmos à bofetada. Temos de ter a capacidade e a força de espírito para resistir. Esta capacidade só está ao alcance de meia dúzia de predestinados, porque 90 por cento de quem nos critica se algum dia lhe pusessem um apito na boca borravam-se todos, a começar por um senhor que eu não digo o nome, mas tem o cabelo encaracolado.

Só hoje pude ler estas palavras de Olegário publicadas numa peça na última página do jornal A Bola de ontem (este estranho hábito de ler os jornais da véspera permite-me poupar dinheiro e não encher os bolsos de quem não merece). Palavras essas proferidas perante uma audiência de crianças, com idades entre os 14 e os 18 anos, que aspiram a apitar um jogo na Choupana ou no José Arcanjo quando forem grandes (gostos não se discutem, mas acho que preferia que um filho me dissesse que andava na droga).

Quanto ao bonito discurso, ficamos a saber algumas coisas: Olegário é forte. Olegário não é um comum mortal. Olegário resiste. Olegário é um predestinado. Olegário não se borra. Olegário não gosta de Vieira, ou não gosta de Rui Santos, ou não gosta de Marco Paulo, ou não gosta de David Hasselhoff.

Mas o mais curioso de tudo isto é o seguinte: muito provavelmente, Olegário é o role model daquele grupo de miúdos. Que futuro terão os petizes? Trabalharão na área da degustação de fruta, café e chocolatinhos, com direito a aconselhamento familiar gratuito?

2 comentários:

Calabotices disse...

E disse aquilo" à frente de crianças?

VHugo disse...

É burro e come merda!

Deviam era ter-lhe perguntado porque é que não assinalou o penalty...Já sei, a falta ocorreu na zona cinzenta!

www.focamagicoslb.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.