O futuro do Sport Lisboa e Benfica é o Mundo

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Extracto do Programa Oficial Tottenham – Benfica, 1962

Escrever depois do 32º campeonato é fácil. A grandiosidade da festa, a clareza da conquista, o distanciamento qualitativo face aos adversários permite-nos regozijar pela vitória… e as palavras saem de forma mais rápida e fluida.

As vitórias e domínio de 2010 permitem ver que, após alguns anos de “adormecimento”, o Sport Lisboa e Benfica está finalmente de regresso a Portugal. Regressa, ultrapassando os adversários e todas as adversidades, fruto de uma esmagadora diferença futebolística, que convictamente penso que se manterá nos próximos anos.

Todavia, como o país é pequeno e merece pouco o Grande Sport Lisboa e Benfica (como podem ver no extracto introdutório, já em 1962 se sabia lá fora que éramos invejados), parece-me lógico que para se cumprir com as expectativas dos milhões que são o clube, tenhamos novamente de nos voltar para fora, o que historicamente fizemos até ao início dos anos 90.


O facto de o nosso Treinador e o nosso Presidente, em sintonia, terem afirmado ainda durante os festejos que a próxima etapa é a Europa deixou-me obviamente muito satisfeito, não só por este “olhar para além da corrupta e poluída realidade do futebol nacional”, mas também porque, pela primeira vez desde há muito tempo, as declarações são mais que intenções, são objectivos concretos e sobretudo atingíveis por esta estrutura, por este magnifico treinador, por esta estupenda equipa, por este majestoso Sport Lisboa e Benfica. Um Benfica que finalmente procura ser fiel à sua história, demonstrando forte capacidade para se adaptar aos tempos e sobretudo ao futebol moderno.

Deixo-vos um extracto de como, em 1962, a Europa via o “Benfica”. É a mensagem de boas vindas do presidente do Tottenham, aquando da 2ª mão das meias finais da 2ª Taça dos Campeões que viríamos a conquistar.

Este é o Sport Lisboa e Benfica que eu sonhava que revivesse, tão forte, dominador e respeitado na Europa como outrora, igualmente admirado ao nível do futebol que apresentava, e que voltou a apresentar agora.


Extracto do Programa Oficial Tottenham – Benfica, 1962

Pela primeira vez em 20 anos, acredito que vou poder comprar em breve um programa oficial de uma meia final da Liga dos Campeões como esta. Não é já sonho, é crença.


Vou comprar um bilhete destes (vai ser mais caro…). Vai ser meu, usado por mim e os nossos jogadores vão voltar a lutar e vencer por nós na Europa, 50 anos depois.

E a seguir à Europa, porque não vejo retorno nem marasmo futuro… voltaremos a ser futebolisticamente o que em associados já somos actualmente – o maior clube do Mundo!

Ps: Fui convidado para escrever no Céu Encarnado. Como perceberam à medida que leram estas linhas aceitei, sobretudo porque me identificava com o blogue e com a maioria dos textos que por aqui eram escritos.
Escrevo porque me faz sentir um Benfiquista melhor. Se essas linhas ajudarem alguém a ser um Benfiquista melhor, mais entusiasta e sobretudo permitirem ajudar a criar um Sport Lisboa e Benfica Melhor e Maior, o tempo investido terá sido recompensador.

Obrigado ao Éter, Atena e Scandium pelo convite. E Pluribus Unum.

Obrigado ao meu irmão por algumas peças (sobretudo programas e bilhetes) que colocarei on-line para vocês conhecerem, que fazem parte do seu espólio, tão ou mais Benfiquista que eu.

7 comentários:

JNF disse...

Belo começo, Luís, sim senhor. Muitas felicidades de "Céu Encarnado" ao peito.

Éter disse...

Bem-vindo, Luís. Agora somos quatro pastorinhos... lol

Esses pedaços da História do Benfica que mostraste são fantásticos.

Scandium disse...

"Habemus pastorinhum!" Bem-vindo amigo Luis.

dezazucr disse...

Bom começo e que seja um bom pronúncio.

Chega a ser romantica a forma como os outros clubes lá fora tratam o Benfica.

Houvesse metade do mesmo respeito cá dentro...

Atena disse...

Nós é que te agradecemos. Excelente Post. Bem-vindo.

Adamastásio disse...

Bela estreia, sim senhor.

O jogo recordado nesta posta é um daqueles que o maroto do meu Tio - grande responsável pela minha condição de Benfiquista - me relata com a saudade de quem a ele, e a tantos, tantos outros, assistiu...

Só um reparo a propósito do programa do jogo Tottenham-Benfica, onde a nossa divisa aparece traduzida como "all for one and one for all", o que não é correcto. "E pluribus unum" em inglês será algo mais próximo de "the many become one". Desculpem o preciosismo.

Luis Rosario disse...

Obrigado pelas simpáticas e emocionantes mensagens de boas vindas ...

Se eu chorasse como o Domingos, já o Céu estaria inundado. O Blogue teve sorte.

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.