Il Grande Torino

terça-feira, 4 de maio de 2010


Faz hoje 61 anos que a melhor equipa italiana até então desapareceu num desastre de avião quando regressava de Lisboa após um amigável contra o Benfica, que serviu de homenagem ao grande Francisco Ferreira. Diz-se que o Torino só veio a Lisboa porque o seu presidente era um grande admirador do capitão do Benfica, que por sua vez também era amigo da estrela do Torino, Valentino Mazzola. Até porque ainda faltavam quatro jornadas para o campeonato italiano acabar...

Desde miúdo que esta história me ficou gravada, principalmente por saber que o último jogo que aqueles homens disputaram antes de morrer foi contra o Benfica. E, assim, desde miúdo que a minha equipa italiana preferida é o Torino.

O ano passado não mencionei propositadamente este tema aqui no blog porque eram os 60 anos da tragédia e pensei que, para os assinalar condignamente, o Torino pudesse ser convidado para um amigável de pré-época na Luz, mas isso não aconteceu...

Não compreendo como é que o Benfica deixou cair esta data no esquecimento. Isto foi uma das maiores tragédias de sempre da História do futebol, à qual, infelizmente, o nome do Benfica está indirectamente associado.

Custava alguma coisa enviar todos os anos uma mensagem de condolências à direcção do Torino? Ou assinalar esta data no site oficial? Ou mandar depositar uma coroa de flores no memorial de Superga, em Itália, em nome do Benfica? Eram gestos simples mas bonitos.

Ser grande não é só ter muitos títulos, muitos sócios ou encher estádios. Ser grande também passa por estes detalhes. E neste pequeno grande detalhe o Benfica tem falhado e muito.

Enfim, pode ser que em 2049 a direcção do Benfica dessa altura se lembre do que aconteceu há 100 anos atrás...

8 comentários:

Jorge disse...

Subscrevo totalmente este texto!

J G disse...

Muito bem lembrado, meu caro.
Isto tem que chegar à SAD do Benfica.

Abraço

Adamastásio disse...

Tens toda a razão do Mundo a este respeito, caro Éter. Um esquecimento destes por parte do Benfica é incompreensível e imperdoável. Na minha família, a geração acima da minha ainda recorda, e conta aos mais novos, este incidente. Seguramente por isso que sempre simpatizei com o Torino, que nunca mais se recompôs daquela fatalidade.

Anónimo disse...

é por textos como este que eu gosto bastante deste blog.

sloml disse...

Toda a razão.

Calabotices disse...

Os jogadores do Torino vieram prestar homenagem a um benfiquista que terminava a sua carreira. Época de cavalheiros. Acabou em tragédia e é lamentável que a direcção do Benfica não o relembre TODOS os anos, pois é assim que se constroem os clubes MÍTICOS!

JNF disse...

Nem mais. Se existe a Eusébio Cup, por que não convidar o Torino? Mais que merecido...

Águia Preocupada disse...

Aprendi a amar o Benfica com o conhecer de muitas histórias bonitas, vencedoras. E algumas tristes onde esta se engloba. Tem praticamente a minha idade e sempre a ouvi contar!
Em Itália, o Torino passou a jogar com os juniores e todas as equipas por solidariedade jogaram também com os juniores nos jogos com o Torino.
Mas o Benfica deste presidente já nem a data da morte do Féher lembra, como há-de lembrar o que se passou há + de 60 anos!
Mas também todos os outros presidentes nada fizeram para honrar e homenagear estes homens que tiveram um fim tão trágico!
Mudam-se os tempos, mudam-se os valores!

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.