A escória do jornalismo

segunda-feira, 5 de julho de 2010

No Sábado e no Domingo, o jornal A Bola fez capa com a possível transferência de Moutinho. Hoje, com a transferência já consumada e quando realmente se sabem todos os contornos do negócio, o mesmo jornal prefere fazer capa com uma entrevista a Nuno Gomes.

Ou seja, no dia em que o zbordin perde o seu capitão para um rival, A Bola dá destaque a uma entrevista ao capitão do Benfica, onde este tece rasgados elogios ao clube e tem frases como esta: Benfica é uma paixão que se entranha no corpo e que é difícil de explicar, de colocar em palavras.

Julgo que todos sabemos que capas com o Benfica vendem muito mais, mas por essa lógica as capas de Sábado e de Domingo seriam também com algo relacionado com o Benfica e o caso Moutinho apareceria em segundo plano.
Assim sendo, é por demais evidente o que se passou aqui: o jornal A Bola pretendeu, de forma nítida, achincalhar os adeptos do zbordin.

Antes de começarem a preparar insultos por eu escrever um post em que, de algum modo, defendo o zbordin, peço-vos que reflictam um bocadinho sobre o que realmente é a imprensa desportiva e sobre o carácter de quem dirige os pasquins.

Por mim, fechavam todos hoje mesmo. Isto é gente que não vale nada.

5 comentários:

sigmund disse...

A Bola não quis achincalhar os adeptos do Sporting. Simplesmente quis exaltar o comportamento de um verdadeiro capitão, em contraste com o comportamento de um capitão mercenário e sem pingo de carácter. O que o Moutinho fez, as ameças, as negociações com os corruptos antes mm de o Sporting ter tomado conhecimento do interesse, as birras, as ameaças, os ultimatos, as constantes pressões para renegociação do contrato... tudo isso é lamentável para o futebol, não apenas para o Sporting. A mensagem d'a Bola foi para o Moutinho e para outros que tais, não para os adeptos do sporting. O moutinho é MESMO um jogador à porto. Não pelo que joga, mas pela falta de carácter.

Éter disse...

Parece-me que estás a atribuir sentimentos muito nobres ao Vítor Serpa... Mas é a tua opinião, que eu obviamente respeito.

Paulo disse...

Boa tarde a todos.

Não sou adepto da teoria da conspiração, mas este assunto do João Moutinho, faz-me levantar algumas questões que gostava de partilhar com todos.

O presidente do SCP alega que só tem uma proposta para vender o João Moutinho e que essa mesma proposta proveninente do FCP lhe chegou pelo próprio jogador.

O que é melhor para o SCP? fazer o negócio que fez com o FCP ou tentar vende-lo para o estrangeiro, nomeadamente o Everton? Entrar en contacto com o clube inglês a tentar vende-lo nem que fosse em "saldos" não seria melhor do que colocá-lo num rival directo?

Ou será que outras questões se levantam, tais como umas que se têm lido e escutado em forma de boato: A divida por liquidar do SCP ao FCP do Helder Postiga; A premência de um encaixe financeiro para fazer face a uma crise de tesouraria; ou outra?

O que parece certo, é o Moutinho queria mesmo sair do SCP! E mesmo sendo capitão, quem o pode levar a mal?

Alguém levou a mal o Simão, capitão na altura, por sair do Benfica para o Atlético de Madrid? Alguma vez saberemos se não foi feita alguma pressão do jogador para sair?
As palavraas do Luisão, actual capitão do Benfica, a propósito de um alegado interesse do Atlético de Madrid, são de respeito para com a instituição que lhe paga o ordenado?

Outras histórias, poderiam servir de exemplo para desculpar o João Moutinho. Mesmo sabendo que não há histórias iguais, esta situação faz-me lembrar a ida do Rui Águas e do Dito para o FCP.

O que devia preocupar os verdadeiros sportinguistas, era a vassalagem da direcção do seu clube presta ao FCP, ainda o desculpando da situação e culpabilizando o jogador, apelidando-o de maçã podre.

Em breve veremos o João Moutinho beijar a camisola do FCP quando marcar um golo (de preferência um penalty daqueles de se mandar para o chão como ele tão bem sabe fazer).

Será que também vai dizer que era portista desde pequenino?

Éter disse...

Paulo, segundo consta o Moutinho já tinha um acordo verbal com o foculporto há mais de um ano. Como se vê, o famoso almoço foi tudo menos inocente ou coincidência, como lhe chamou na altura o criminoso. E depois desse almoço houve outros.

Bimbosfera disse...

Boas. Não vou tão longe ao desculpar o Vitor Serpa, mas, capas com o Nuno Gomes a fazer anos e a jogar no Benfica será difícil haver outras... Só se for depois nos veteranos, ehehhe.
Já agora, parabéns capitão, pelo rebento também, Nuno Maria, Nuno da parte da mãe, óbvio, Maria por parte do pai. Eheeeh!
Que faças muitos e que mostres o que é ser capitão!
Ah! Ainda sobre os jornalistas, avençados, detergentes e outros que tais, no Record, um tal de Barbosa, veio agora com uns desculpansos aos Queirós, agora que o negócio do Moutinho está feito... PdC é que se ri com isto tudo, o corrupto.

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.