Um Homem

terça-feira, 20 de julho de 2010

E eis que Marc Zoro se prepara para cumprir o último ano de contrato que o liga ao Benfica. Nestes três anos nunca lhe ouvi uma palavra de desagrado para com o clube, uma entrevista polémica, uma birra, um desaparecimento súbito... Nada.

Mandaram-no para Setúbal e ele foi sem levantar ondas. No ano seguinte tentaram vendê-lo para Inglaterra mas à última hora correu mal e lá voltou ele para Setúbal, novamente sem ninguém lhe ouvir um ui (se isto acontecesse com outros jogadores o filme que não seria). Enquanto esteve em Setúbal abdicou de representar a sua selecção para ajudar a equipa e chegou a sustentar do seu bolso alguns colegas que não recebiam salário há vários meses (bem sei que ele ganha quase 100 mil euros por mês, mas não são muitos os jogadores que fazem isto).
Hoje já veio dizer que acredita que o Benfica está a fazer todos os possíveis para resolver o seu futuro profissional e deposita confiança nos dirigentes.

O Zoro pode não ser grande coisa como jogador, mas enquanto homem é mesmo um Homem. Não é como muitos putos mimados que se pavoneiam por aí.

Desejo-lhe a maior das sortes para o seu futuro, onde quer que isso seja.

6 comentários:

Trapalhadas disse...

101% de acordo...

abraço

RedCristal disse...

O ZORO deve ter uma especial atenção por parte da direcção do SLBenfica pois é um grande profissional, e como pessoa os actos aqui decumentados o demonstram.

Desejo tudo de bom para ele.

De acordo a 1000%

Bimbosfera disse...

Devo dizer que quando li o transcrito, creio que n'A Bola, mas se não foi, foi no Reco-reco, que quase me vieram as lágrimas aos olhos ao ler o que o HOMEM disse. É que não é só com "H" maiúsculo, é com a palavra toda. Um senhor, e mais, acho que não é tão mau como o pintam, e gostava que lhe tivessem dado oportunidades de o demonstrar.
Quando veio era o maior, bem me lembro das capas do Record e Bola, pois comprei na altura, ainda caía nessa de comprar, e tinha a firme esperança que o iam começar a lançar, por Fernando Santos, como alternativa decente a Luisão, a ser vendido naquela época, e viria como alternativa para vir a ser no futuro o patrão da defesa. É a única coisa que me custa é não haver oportunidades para todos, mas já estou farto de o dizer. Um mega-estágio, com uma equipa de treinadores do Benfica, podia ser a malta da formação, mais um ou dois, ou até o Jesus, fora das horas de treino da equipa principal, a ver o que eles valiam, todos, fosse uma semana para cada um, nem que viessem emprestados dos clubes de onde estão, para se fazer um relatório específico e ver se podiam, realmente, acrescentar algo à equipa. Depois disso, com essa informação, proceder-se de uma vez por todas à resolução efectiva dos problemas. Ele internacional pelo seu país, o Makukula internacional pelo nosso, quer a nível de formação quer sénior, será que não têm valor nenhum? Irra...

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com

JediVermelho disse...

Tb li as palavras do Zoro! Grande profissional (escola italiana)! O Benfica tem o dever moral de tratar bem do futuro do africano! Arranjar-lhe clube e n faltar c as obrigações! Pena que ele n tenha dado certo no SLB. Tinha esperanças nele! Será que JJ n faria dele um defesa jeitosinho para descansar o Maxi, uma vez que ele tb pode alinhar a dd?

Éter disse...

JediVermelho, isso já me parece mais difícil. O Zoro é lentíssimo!

sloml disse...

Do pouquíssimo que vi dele no Benfica, acho que merecia mais oportunidades. Do que vi no Vitória de Setúbal... tenho pena, mas não. No entanto, é realmente louvável a atitude que sempre teve para com o Benfica e todas as atitudes que demonstram bem as suas qualidades a nível humano. Espero que o Benfica o consiga colocar num bom clube (talvez a Inglaterra fosse um bom país para ele jogar).

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.