Os desafios do SLB para 2011/2012 – Jorge Jesus

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Pré-época feita, campeonato iniciado, qualificação para a Champions garantida, plantel fechado até Janeiro, o que poderá, neste momento, inibir uma época de sonho ao nosso clube?

São 11 os elementos que na minha perspectiva poderão condicionar a nossa época:
Luis Filipe Vieira, Domingos Oliveira, Miguel Bento, Rui Costa, António Carraça, Jorge Jesus, Atletas, Sócios e Simpatizantes, Adversários, Árbitros, Media/CSocial.

Durante as próximas semanas espero ter algum tempo para escrever algumas linhas sobre cada um destes elementos. Vou tentar evitar banalidades e ser focalizado no que penso realmente relevante para o sucesso nesta época. Espero conseguir isto.

Avanço agora para um dos mais relevantes – Jorge Jesus.

Um dos problemas sérios que teremos esta época que conseguir minimizar é o impacto negativo de Jorge Jesus na equipa, maximizando o que de bom o nosso treinador tem e traz à mesma.

Jorge Jesus é igual a Deus. Tanto demonstra capacidade para criar o “belo” como consegue destruir num ápice o que de bom existe. Egocêntrico, fanfarrão e mau comunicador (para fora e para dentro do plantel), é um dos alicerces que não pode cair este ano – e nós sabemos que ele abana. Adicionalmente sabemos que existem áreas crónicas que mais uma vez constituirão vulnerabilidades porque Jesus não muda a sua percepção das mesmas nem evolui – exemplo: marcação à zona nas bolas paradas defensivas – assim como a dificuldade em trabalhar em equipa e tirar partido de elementos que não escolheu para a equipa.

Palavra de honra que nunca vi um treinador que fosse tão bom numas coisas e tão mau noutras, mas reconheço como óbvia a clara preferência do nosso presidente por este homem. Neste aspecto específico, são iguais. Tal como JJ, também LFV consegue oscilar entre o óptimo e o muito mau. Aliás, o Benfica é actualmente um antro de bipolaridade, visível desde o Presidente até ao ponta de lança estrangeiro que mais golos fez na história do clube (de quem sou acérrimo defensor). Adiante.

Todas estas questões passarão imediatamente para 2º plano se Jesus voltar a colocar o SLB na rota do título este ano. Futebol ofensivo e atractivo é uma garantia que temos, sucesso nem por isso, mas Jesus tem em 2011/2012 condições como nunca para ganhar. Para tal será necessário:

Chave para o sucesso:

1: Limitação ao máximo da comunicação do treinador – Jesus a comunicar é mesmo “muita fraquinho”. Quando for para falar, é dar o lugar a outro (sem ser o presidente, claro), sem vergonha – se não quiser, que se imponha isto – está lá para treinar e não para comunicar.

2: Sensibilização dos Jogadores para necessidade de “capacidade de encaixe” da soberba e exageros verbais do treinador – características da personalidade de JJ que surgem porque estão inatas no nosso treinador – ele é assim, para o bem e para o mal (Carlos Martins, por exemplo, não aguentou);

3: Sensibilização do treinador para a necessidade de rotação dos jogadores e boa gestão do ciclo de forma (Gaitan não está a dar – sai e descansa; Javi e Maxi não podem jogar todos os jogos; etc). Jesus joga com 14/15 jogadores e este ano tem plantel para mais;

4: Focalização no objectivo mais relevante traçado – Campeonato – e planeamento em função disso;

5: Compreender e corrigir os motivos que geraram uma Liga dos Campeões trágica no ano passado;

6: Cláusula no contrato que impeça utilização de centrais a defesa esquerdo;

7: Limitar a visualização do PFC a 1 hora por dia;

8: Curso intensivo de relações inter-pessoais (de cujo aproveitamento dependeria parte da sua remuneração);

9: Obrigação de ver um episódio do Vitórias & Património por dia;

10: Aulas de Espanhol;

Se estes aspectos forem tidos em conta e forem melhorias nesta época, renove-se o contrato com o homem, dado que vamos ser campeões!

7 comentários:

Anónimo disse...

a epoca é 2011/2012 e nao 2010/2011 como está escrito no post.

abraço

Bcool973 disse...

Ele já tem contrato até 2013 e ainda queres renovar ? calma, vamos esperar, pois os ponttos negativos, a que eu acho que faltou a prepotência, podem mais uma vez anular os positivos. Eu sei que este ano os porcos têm um treinador fraquinho e a lagartada anda desorganizada, mas olha que fizeram um bom trabalho a livrar-se do postiga e do floribelo e ainda foram buscar um bom médio. O choramingos tem um bom onze, eventualmente 13 ou 14 e se começar a acertar, apesar de 5 pontos já perdidos para nós, ainda nos vai apertar os calos

Luis Rosario disse...

Se ele melhorasse nos itens que referi já estou como o RAP, renovava até 2040...

aNNóNNimo disse...

O que é o PFC ?!

Sempre pensei que o homem passaria a vida a ver o Brasileirão e o Torneio Clausura.

Anónimo disse...

O meu nome é Sérgio, sou de Elvas e tenho 22 anos.
Sigo o blog à imenso tempo e nunca deixei um comentário...não é de costume fazê-lo

Mas queria que o Éter soubesse de algo.
No facebook, criou-se um Grupo "Anti-Benfica", finalmente oficializaram o segundo maior clube português!
Contudo, o que revolta é saber que há Clubes que pertencem ao segundo maior clube...

Feirense, Naval, Beira-Mar, etc...

Lamento profundamente que esses clubes assumam que são contra o Glorioso! Já que se tratam de páginas oficiais!

Comentando o post, concordo vivamente com o que foi escrito e recomendo a criação de uma cláusula para o nosso treinador "Cláusula de humildade", Jorge Jesus é um excelente treinador, para ser o melhor, tem de ter humildade!

Cumprimentos e continuem o excelente trabalho!

Sérgio

O Cabinda disse...

O JJ com o plantel disponivel e indisponivel tem a obrigação de superar o FCP. Mesmo com o colinho já habitual. O problema é com os jogadores 'indisponiveis' para ele :
Nelson Oliveira, Rodrigo, Urreta, Cap,Matic, Amorim, Miguel Vitor.
Vamos andar a época toda com os mesmos 14, de facto. É insuficiente para quem está na LC.
No primeiro jogo do campeonato quando ele tira o Aimar e mete o Saviola, tive de imediato uma má premonição para o final do campeonato. Com o grandioso Matic ali mesmo ao lado! E depois, como sempre, não assumiu nada. A ganhar 2-0 a um primodivisionario, diz que o empate são coisas do futebol, naquele estilo blazé da reboleira. Parece que a seguir a isso houve uma reuniao 'à portuguesa' de 4 horas. Devem ter sido servidos muitos chazinhos e bolinhos, quando isso se podia abreviar com um berro nos ouvidos do mestre:" Não há 'coisas do futebol' quando um plantel como este se deixa empatar com uma equipa da 2ª divisão"

Luis Rosario disse...

Um anónimo deixou uma mensagem que não publiquei porque iniciava de forma obscena. Publico a parte final que tem a ideia chave que esta pessoa queria transmitir:


$#%##%&#$%...o benfica tem andado numa calma numa tranquilidade enorme como nao me recordo de ver nao queiras ser um daqueles a agitar aguas

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.