O Ferrari do Enzo ainda não arrancou

sábado, 16 de julho de 2011


De todos os reforços mais sonantes para o meio-campo, este é o que me tem entusiasmado menos e curiosamente é também o que vinha rotulado como craque de qualidade indiscutível e uma das grandes estrelas emergentes do futebol argentino. Ontem fez mais um jogo muito fraco. Espero que seja apenas um problema temporário de adaptação, porque o que se tem visto até agora é manifestamente pouco para o alarido que se fez aquando da sua contratação (lá está o eterno problema das falsas expectativas, que só prejudica os próprios jogadores).

Por outro lado, ontem, em duas ou três jogadas, dois ou três toques de bola e dois ou três passes o Witsel mostrou ao que vem.

7 comentários:

Carlos Alberto disse...

Em relação ao Witsel, viu no primeiro treino e fiquei pasmado pois com Aimar, Saviola e Gaitan a treinar ele era o que tinha MELHOR toque de bola.

Quanto ao Enzo... temos de dar tempo ao tempo.

Berrante De Encarnado disse...

É verdade, até agora ainda não fez por merecer a alcunha, como tal continua guardada "à espera" dele.

Cumprimentos benfiquistas

pmja disse...

Por acaso não acho que tenha feito um jogo assim tao mau, acho que o bruno césar esteve pior, sendo que nenhum deles esteve particularmente mal...
O Enzo não foi ainda foi tão determinante como por exemplo o nolito.

Experimenta ver o jogo outra vez e focares-te no enzo..

abraço

Alexandre disse...

Já estamos a matar jogadores antes sequer de jogarmos oficialmente?

O Sálvio também não começou tímido? Ou o próprio Gaitán?

Pedias para as pessoas deixarem os assobios em casa com os turcos, mas este tipo de ambiente à volta dos novos jogadores é tão mau ou pior.

Porque é que não encaramos estes jogos pelo que são? Amigáveis de preparação. Habituamos-nos tanto a achar que está tudo mal que nem deixamos os jogadores sobreviver até ao primeiro jogo oficial?

Abraço,
Alexandre

DiogoBarge disse...

Visitem o Meu Blog, não sei como divulgar o meu blog! Por isso vou deixando comentários na Blogoesfera.Obrigadoo

http://benficacomdiogobarge.blogspot.com/

dezazucr disse...

É tão simples a diferença de estar ou não adaptado ao competitivo futebol europeu. Witsel é jovem, mas já tem 4 anos de alta competição em um campeonato europeu e nas taças da uefa, não precisa de tempo de adaptação. Ou é craque ou não. Já os sulamericanos, normalmente só após um ano é que explodem. Há excepções, mas normalmente é assim.

bailarino disse...

Lembrem-se dos primeiros tempos do Salvio. Só em Dezembro é que agarrou o lugar. Deixemos o moço adaptar-se que se tiver qualidade, ela aparece.

O Witsel é mega craque. Com 2 treinos e não jogando nada de especial com o PSG, percebe-se logo pelo toque de bola e forma de jogar simples que é Jogador. Mas este já leva 4 anos a jogar na Europa.

Abraços

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.