BENFICA 3 - 1 PSG

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Jogo com mais Benfica, mas ainda com momentos de pouca inspiração. Os jogos de pré-época são sempre atípicos, desde logo porque a maioria dos jogadores não têm mais de 45 minutos para mostrar serviço.

Pode dizer-se que temos matéria-prima para fazer uma bela equipa, com opções e alternativas aos titulares.

A defesa continua a ser o sector mais fraco da equipa, por razões óbvias. Por estranho que pareça, ou não, Javi, jogador médio defensivo adaptado a central, fez a melhor exibição na defesa.

Individualmente, destaco os seguintes jogadores:

Artur Moraes - acho que podemos estar descansados. O brasileiro demonstra serenidade e, acima de tudo, qualidade. Sabe o que faz e o que tem que fazer.

Miguel Vitor - é melhor que Jardel, mas continua a ter algumas falhas que me preocupam.

Javi Garcia - garra e empenho, até a central.

Witsel - simplicidade de processos assinalável.

Matic - muito bom a defender e pressionar. Ainda muito para aprender com a bola nos pés.

Jara - bom golo. Mas ainda tem que aprender a soltar a bola mais cedo e de forma mais simples.

Nolito - temos jogador. Está nos dois golos da segunda parte.

Cardozo - 3 remates, 1 golo.

Saviola - finalmente, Saviola.

8 comentários:

Mindfuck disse...

Gostei do urreta, tem um posicionamento sem bola que poucos extremos fazem

SC disse...

Finalmente Saviola??5 passes medíocres e mais uma finalização de jogador amador..enfim..como ganha pouco e ainda é novo não faz mal!!

David J. Pereira disse...

Olá!

Eu confesso que não sou benfiquista, no entanto, no meu blogue pessoal faço algumas análises de jogos de futebol, alguns dos quais do Benfica, onde tento mostrar a minha imparcialidade, e gostava que visitassem e inclusivamente, que os administradores deste blogue o adicionassem aos seus links:

http://davidjosepereira.blogspot.com/

Eu não sou benfiquista, mas respeito a vossa dedicação, empenho e amor pelo clube.

Cumprimentos ;)

Mentiroso disse...

O Benfica de Jesus tem uma dependência crónica de um certo modelo de jogo estéril e entediante - normalmente protagonizado quando Cardozo está em campo - que leva os adeptos ao desespero. Depois de uma primeira parte mastigada, em que fomos claramente inferiores ao adversário, entraram em campo as segundas escolhas de Jesus e com elas chegou a velocidade, a garra e a objectividade ao jogo do Benfica. Os adeptos gostaram da mudança.

Aimar insiste em jogar à Barcelona esquecendo que é o único que conhece bem essa linguagem. Tabelar com Cardozo não é a mesma coisa que fazê-lo com David Villa ou Messi e normalmente o resultado é a perda de bola para o adversário.

Esta seria uma óptima oportunidade para dar 45 minutos a Mora. É uma pena que, segundo Jesus, não haja espaço no plantel para este jogador.

Finalmente parece que temos no plantel um guarda redes que inspira confiança.

Otto disse...

Tens de ir ao blog geração benfica dizer isso do saviola!!! e, depois logo verás!!!

Scandium disse...

Bem, visto que às vezes, não se escrevendo na íntegra, se pode ser mal interpretado, vou re-escrever o que devia ter dito em relação ao Saviola.

"Saviola - finalmente UM GOLO, Saviola. Apesar do golo marcado, falhou oportunidades claras de golo. Falhou igualmente inúmeros passes."

SC, espero agora ter-me feito entender.

SC disse...

Não digo que sejam palavras tuas,é apenas uma opinião minha,SAVIOLA com o estatuto que tem,com o tempo que joga e ordenado que aufere tem que produzir muito acima daquilo que tem feito no último ano.
Tivesse outro nome nas costas e outra carreira(teve em grandes clubes mas jogou sempre pouco tempo a alto nível) ja nem no plantel estaria.
Saudações

Piorquemao disse...

O Miguel Vitor não tem falhas que preocupam, o Miguel é igual ao Jardel e ao Miranda, são jogadores mediocres para a bitola do Benfica, não há espaço para tal.

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.