O assobio fica à porta

sábado, 28 de agosto de 2010

Não sei dizer se Jorge Jesus é ou não um homem teimoso. Mas sei uma coisa que ele, decididamente, não é: burro. Portanto, acredito que ele tem a plena consciência de que a larga maioria dos adeptos têm memória curta e, a partir de agora, qualquer erro de Roberto Jiménez não será atribuído ao jogador mas sim a quem o pôs lá dentro.

Assim sendo, se logo à noite o espanhol for o escolhido para defender a baliza, eu não vou atribuir isso a teimosia, ma sim ao facto de Jesus ter uma confiança inabalável no jogador.

A quem vai ao estádio (como eu) e não concorda com a titularidade do Roberto (como eu), só resta uma coisa: apoiar o jogador do primeiro ao último minuto sem assobios vergonhosos quando alguma coisa correr mal ou palmas ridículas quando o homem segurar alguma bola fácil.

Aprendam a estar no estádio de maneira responsável. As convicções em relação ao onze inicial preferido devem ficar à porta. Lá dentro é para apoiar incondicionalmente os onze que o treinador escolheu, não o vosso onze.

9 comentários:

Anónimo disse...

Vergonhosa é como se colocam e defendem asneiras continuas e estar permanentemente a OFENDER os Benfiquistas só por estes terem opiniões diferentes e para melhor, que só querem o Bem do Benfica e apoiar-se as Burrices insistentes do treinador que diga-se em abono daverdade fez um excelente campeonato a época passada, mas que agora e somente poe DESRESPEITO aos Benfiquistas insiste em PERDER pontos colocando um guarda-redes que não tem qualidade e se as tem ainda não demonstrou. Já foram SEIS pontos e com esta teimosia certamente que muitos outros irão reforçar a classificação dos inimigos, que pelos vistos estão cá dentro, não deixando os Benfiquistas darem e exporem as suas razões, que neste caso até a têm.

Anónimo disse...

vergonha e diga de que lado está, deve ser o de Vale e Azevedo ou daquele que queria ganhar ao actual presidente, para não gostar de ver as verdades.
Abaixo os anti-Benfiquistas !!!

JNF disse...

Sim, mas como disse o Pedro Ribeiro ontem, Jesus é também ele um treinador vulnerável aos adeptos, aos jogadores e ao presidente, por isso nem considero isto uma questão de memória curta, pois se Roberto jogar, para o bem ou para o mal, a decisão é de Jesus. Se o jogo correr bem, Jesus pouco ganha com isso, pois a nuvem negra continuará a pairar sobre o Roberto, se o jogo correr mal, Jesus fica quase sem margem de manobra para a maioria dos adeptos e, quem sabe, presidente. E se Roberto errar, o jogo fica marcado por uma má decisão de Jesus. Não se trata de memória curta, mas apostar em Roberto para este jogo é um erro. Quanto à questão da memória curta, se assim fosse, se calhar ainda hoje Toni era o nosso treinador depois do 6º lugar, ele que nos deu aquele inesquecível título de 93/94. A situação é diferente, mas da mesma forma que não podemos fragilizar a posição de Jesus, também não o devemos colocar num pedestal porque ganhou um campeonato. A diferença para Toni é que Jesus é muitíssimo melhor treinador, objectivamente.

Por isso digo: hoje, Jesus tem muito mais a perder que a ganhar. Se Roberto jogar e tiver sucesso, não acontece nada de especial, se jogar e der barraca novamente, Jesus é o grande derrotado da jornada, se Júlio César jogar e correr bem, é uma pequena vitória de Jesus porque teve coragem para mudar, apesar de, na prática, o Benfica continuar a seis pontos da liderança, teoricamente, e se JC jogar e der barraca, Jesus não perde nem ganha nada, instalar-se-á a histeria total.

JNF disse...

Ó Éter, és um bándido! Quem te mandou exprimires a tua opinião no blog, hã?

:)

Éter disse...

1º anónmo, com que então o facto de eu dizer "apoiar o jogador do primeiro ao último minuto sem assobios vergonhosos" é ofender os benfiquistas... Está boa, essa! Mas melhor ainda é você dizer que Jesus mantém Roberto na baliza "somente por desrespeito aos benfiquistas".

2º anónimo, exacto, eu sempre fui apoiante de Bruno Carvalho. Abaixo os imbecis!

JNF, precisamente por hoje Jesus ter muito mais a perder do que a ganhar, e se mesmo assim insistir com o Roberto na baliza, que conclusão tiras disso?

JNF disse...

Concluo que JJ está errado e que é muito teimoso (apesar de teimoso já eu saber que ele é!). Agora, se é por isso que deve ser despedido? Claro que não, que parvoíce, nunca vi ninguém despedir um treinador só porque aposta num dado jogador, isso é absurdo!

Mas Jesus vai, a meu ver, apostar mesmo no espanhol, porque quer provar à força que não se enganou na contratação (foi ele que pediu Roberto, não como primeira opção, mas pediu-o). Infelizmente, ele próprio já se desiludiu com algumas escolhas suas, Éder Luís, por exemplo, e não gosta assim tanto de Moreira e teve aquela desilusão com JC em Liverpool. Por isso, acho que vai apostar em Roberto.

Prognóstico final: Hoje, Roberto é titular, o Benfica ganha, não sofre golos, as coisas acalmam por uma semana e para a próxima ou para a outra há novo frango, recomeçando o frenesim.

magalhães.Sad.SLB disse...

CARO ÉTER, SUBSCREVO NA ÍNTEGRA O TEU POST!

DE FACTO ERA MUITO MAIS CÓMODO PARA J JESUS NÃO COLOCAR ROBERTO NA BALIZA. SE O COLOCAR É PORQUE ACHA QUE O DEVE FAZER. ELE É QUE É O MISTER. E, FALTA DE CORAGEM, NINGUÉM LHE PODE APONTAR!!!

GLORIOSO ABRAÇO.

Éter disse...

Pode ser que entre outro guarda-redes nestes dias finais do mercado.

JNF disse...

Não acho que venha um GR...

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.