A protecção aos corruptos

domingo, 25 de outubro de 2009

Depois de assistir ao jogo da agremiação corrupta contra a Académica, a ideia que há muito todos temos volta a confirmar-se: aquele clube é um protegido.

A começar pelos árbitros. Uma vez mais, Burro Alves pôs em campo a sua virilidade, vulgo "filha da putice", pregando uma cotovelada pelas costas a um jogador adversário logo na primeira parte. Outro jogador de outro clube teria visto amarelo. Mas é aquela besta, logo não vê cartões. Na segunda parte, na mesma jogada, agarrou, acotovelou, pisou e pontapeou Sougou. Aconteceu-lhe alguma coisa? Ao Sougou, sim...Ficou estendido. À besta, claro que não. Precisou de ceifar as pernas de mais um jogador adversário para ver o cartão amarelo. Certamente que o árbitro lhe pedirá desculpas no final do jogo.

Continuando... O 3.º golo do foculporco é marcado em fora-de-jogo. CLARO COMO A ÁGUA!

Estes dois sinais de protecção são reforçados pelo 3.º sinal: os comentadores e jornalistas desportivos. Não tiveram coragem para apontar o dedo à besta. E mesmo no 3.º golo, as repetições eram claras ao mostrar a evidência. Evidência esta que o comentador transformou em "posição duvidosa". Quanto aos comentadores, se têm medo de levar nos cornos por falarem a verdade, recusem comentar jogos do foculporto. Agora, os jornalistas têm um código deontológico que os vincula. Parece que o medo de serem surrados lhes permite esquecer tais normas de conduta.

Tudo igual no futebolzinho português.

2 comentários:

Boygenius disse...

A linha virtual do fora de jogo nem apareceu!!! O mesmo de sempre....

Anónimo disse...

não tinha visto este comentário . Subscrevo-o por completo.

Abelourinha.

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.