"E tu, hoje já lambeste os testículos ao foculporto?"

sábado, 3 de outubro de 2009

Nunca entrei na redacção de qualquer jornal desportivo (e também não estou interessado) mas tenho quase a certeza de que em todos os monitores está colado um post-it com a ridícula pergunta que dá o título a este post. Os assalariados do jornal agradecem o simpático aviso, pois assim o risco de serem despedidos ou de receberem uns miminhos dos Super Dragays decresce significativamente.

Ontem, na redacção do jornal "A Bola", houve algum desgraçado que ainda não tinha lambido os testículos ao foculporto e assim nasceu esta fantástica notícia, que vem apenas reforçar a minha convicção quanto à existência dos referidos post-its.

A pièce de résistance aparece naturalmente no final do texto: "Ou seja, o voo portista tem, em escala mais reduzida, o conforto e a exclusividade semelhantes ao Boeing 747 Air Force One do presidente dos EUA Barack Obama."

Reparem que deste modo tudo se torna possível. A chave é utilizar a expressão "em escala mais reduzida". Vamos ver alguns exemplos:

1- Ou seja, o presidente portista tem, em escala mais reduzida, um grau de honestidade e integridade semelhante ao do falecido Mahatma Gandhi.

2- Ou seja, a agremiação portista tem, em escala mais reduzida, um número de adeptos e sócios semelhante ao do Sport Lisboa e Benfica.

3- Ou seja, o portista Hulk tem, em escala mais reduzida, uma rapidez de raciocínio semelhante à de Aimar.

4- Ou seja, o portista Bruno Alves tem, em escala mais reduzida, a meiguice e a candura semelhantes às da Hello Kitty.

5- Ou seja, o casamento do presidente portista tem, em escala mais reduzida, uma aura de amor e paixão semelhante à do clássico "Romeu e Julieta".


Julgo que já perceberam a ideia, isto não tem nada que saber. Podem inclusive utilizar esta táctica em vosso proveito. Por exemplo, imaginem que estão numa entrevista para um emprego que requer o domínio de programas informáticos um pouco mais complexos. Podem dizer: "Tenho, em escala mais reduzida, conhecimentos semelhantes aos de Bill Gates".
Ou então, num momento íntimo em que uma moça mais travessa ousa zombar da vossa masculinidade, podem retorquir orgulhosamente: "Tenho, em escala mais reduzida, um falo semelhante ao de um gorila adulto."

4 comentários:

Tiago disse...

Este é o tipo de comentário que vejo os anti-benfiquistas fazerem às noticias do glorioso...

Culpar o Porto pela excesso de verbosidade do jornalista é um pouco exagerado... a meu ver. Já que a noticia em causa não destaca as qualidades do clube ou jogadores, mas do avião.

Éter disse...

Tiago, permite-me alguns reparos:

- não leio comentários de notícias de jornais, já que 99% dos mesmos não valem o tempo perdido

- se reparares bem, eu em nenhum momento culpo o foculporto pelo excesso de verbosidade do jornalista

- se voltares a reparar bem, a notícia pretende claramente destacar a "famosa e espectacular" organização do clube, que até consegue arranjar um avião que é, em escala reduzida, semelhante ao do Obama...

Pedro disse...

Excelente apontamento de humor e muito bem observado. Obviamente que a comparação ao Air Force One é absolutamente ridícula e é tudo menos inocente.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Segundo afirma a FilÓ, o porco da costa tem os cornos mais avantajados da invicta, de tal modo que,foi necessario alterar a porta do avião para o bicho poder entrar.

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.