Figura do ano

quinta-feira, 31 de Dezembro de 2009


Parabéns pelo excelente trabalho, grande Carlos!

Tiro no pé

quarta-feira, 30 de Dezembro de 2009

É o que sucederá se Nuno Gomes sair agora do Benfica. O plantel, mais do que à partida pode ser perceptível, precisa dele. Ainda para mais com a chegada de novos jogadores que é preciso integrar rapidamente.

Fica, Nuno!

Gestão

Tenho observado o intenso sururu que as contratações de Airton, Kardec e, mais recentemente, Éder Luís têm suscitado. Ao que parece o problema está na fraca aposta que o Benfica tem feito na formação. Eu vejo a questão da formação sob outro prisma: nenhum dos jovens da cantera tem, ainda, qualidade para jogar no Benfica ou mesmo para ser opção de recurso.

Por outro lado, e atendendo a que o Benfica dificilmente segurará alguns jogadores após o final da época, as contratações de Airton e Éder Luís são muito bem vistas. Estes jogadores vão ter seis meses extra para se adaptarem ao Benfica e ao futebol europeu, algo que não aconteceria se o Benfica apenas procurasse substitutos para Javi e Di Maria depois de os vender. Veja-se o que aconteceu ao foculporto por não ter tratado da sucessão de Lucho com antecedência...

Quanto a Kardec, será no imediato uma alternativa a Cardozo, já que não havia dentro do plantel ninguém com características minimamente semelhantes às do paraguaio.

Para mim, a conclusão que retiro destas contratações só pode ser uma: um bom gestor pensa sempre muito mais à frente. E se os jogadores vêm do Brasil ou da Suazilândia, isso pouco me interessa.

Mística

sábado, 26 de Dezembro de 2009

Cada vez mais amo o Benfica e sinto que é o clube da minha vida.

Estava muito de longe de imaginar que era isto, o Benfica é uma vida. É impossível descrever, é só sair na rua e sentir a paixão das pessoas, olhar para o lado e pensar que naquela multidão a maioria sente o mesmo amor que nós.

Prometo aos adeptos que não saio do Benfica sem ser campeão nacional.

Tenho uma prenda para vocês, mas só posso oferecê-la lá para Maio, no fim do campeonato, o título! Espero que não se importem de esperar...


A maior parte dos jogadores, quando abrem a boca só dizem asneiras. Já o David, devia estar sempre a falar... Fantástico!

Forever diferentes

Interrompo aqui a minha semana natalícia, na qual basicamente como e durmo, para deixar no ar a pergunta:

Depois da inovação de vermos uma apresentação de um reforço ficar a cargo do líder de uma claque, que diz para as câmaras de televisão "O Benfica é m$#%&", poderá o zbordin descer mais baixo?

Ou isto é mesmo o fundo?

Votos de Feliz Natal

quinta-feira, 24 de Dezembro de 2009

O blog Céu Encarnado deseja a todos os visitantes e benfiquistas em geral um óptimo Natal.

Não sou de muitas palavras nesta ocasião. Limito-me, por isso, a dizer que espero que tenham um Natal à medida dos vossos desejos.

FELIZ NATAL!

O melhor jogador do campeonato

terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

De caras.

Em defesa do David Luiz

Depois de termos assistido ao achincalhar do David Luiz na última semana e à tentativa infantil de o comparar à Besta Alves, gostava que tivesse passado uma cena que presenciei em pleno Estádio da Luz. No final do jogo, David Luiz aproximou-se de uma das bancadas e um adepto saltou para o relvado para o abraçar. Logo apareceram 2 stewards para o agarrar e o separar de David Luiz. Este teve a atitude mais humilde e mais humana que poderia ter tido. Abraçou o adepto, visivelmente descontrolado com tamanha emoção, e afastou os stewards, como quem tem a situação perfeitamente controlada. O adepto pediu-lhe a camisola, o David despiu-a e entregou-lha. Preocupado com alguma hipotética acção policial sobre o adepto, David Luiz encaminhou-o até à bancada, não permitindo que os seguranças se intrometessem.

Àqueles que crucificaram o David Luiz, mormente idiotas que comentam em programas televisivos, têm aqui a demonstração do lado humano deste jogador. Não ousem compará-lo a mentecaptos que fazem da violência a única arma em campo e a arrogância a espada fora dele. Imaginavam a besta alves a ter esta atitude? Que não se compare o incomparável...

A todos os benfiquistas, peço encarecidamente: David Luiz fez ontem um jogão, mais um entre vários que já realizou. Não vamos permitir que uma ou outra disputa de bola mais acalorada façam com que se denigra este jogador. Com a humildade que demonstra a cada dia, afirmando inclusivamente ontem que ama o Benfica e que nele quer continuar, digo-vos uma coisa: como ele há poucos.

David Luiz, tens o meu apoio.

Ugh!

segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

Hulk é cerebralmente diminuído. E nem sequer estou a ter em conta a ridícula exibição (mais uma) que todos vimos ontem na Luz. Estou sim a referir-me aos acontecimentos no túnel, depois de o jogo ter acabado.

O grotesco troglodita brasileiro deve ter recebido ordens para ir armar confusão com elementos do Benfica, para ver se sacava alguma suspensão a alguém. Chegado ao túnel, Hulk não viu ninguém do Benfica por ali, apenas stewards. O que aconteceu a seguir todos sabemos, o calhau que ele tem dentro da cabeça não dá para mais.

Hulk é isto, estupidez em estado puro. Aliás, acho que o moço até devia mudar a alcunha para Ugh, a interjeição mais utilizada pelos homens das cavernas.
É que ao pé deste, o Hulk da BD, o verdadeiro, é um génio!

Crescer

Espero que o menino 40 milhões tenha visto a grande exibição dos seus companheiros ontem à noite. Espero que ele compreenda que no Benfica não há vedetas. Há uma equipa.
Mais, espero que ele se mentalize que é apenas uma minúscula peça de uma grande engrenagem e que o Benfica passa muito bem sem ele. Só assim se tornará um jogador a sério, algo que ainda não é.

E também espero que ele tenha ouvido o seu colega David Luiz, depois de questionado sobre um hipotético interesse do Real Madrid, dizer isto isto:

"Amo o Benfica e amo jogar no Benfica. Vou continuar."

Assim se distinguem os homens dos cachopos.

Família

Devia ter saído de Lisboa na sexta-feira passada, para me juntar à minha família na semana do Natal.
Porém, adiei a minha partida para Domingo à noite, a seguir ao jogo. Queria estar com a minha outra família. Não a de sangue, a benfiquista.

E assim foi. Lá estive eu, encharcado da cabeça aos pés, gelado por fora mas a ferver por dentro. A gritar, a saltar, a bater palmas. A sofrer. Eu e muitos membros da minha tal outra família, a benfiquista.

E agora cá estou eu. Cheio de dor de garganta, completamente exausto das emoções do jogo e de uma longa viagem. Mas valeu a pena. Estou feliz. Foi tudo pelo Benfica!

One down

domingo, 20 de Dezembro de 2009

O basquetebol já lhes deu o devido tratamento.

Agora é a vez do futebol.

Por qué no te callas?

sábado, 19 de Dezembro de 2009

Que a comunicação social tenha passado os últimos dias a contratar jogadores para o Benfica, eu ainda compreendo; aliás, já estamos todos mais que habituados a isso.

Agora que o Di Maria, na véspera de um dos jogos mais importantes da época e depois de ter feito a valente cagada que todos vimos em Olhão, venha outra vez com a conversa de querer sair, isso é que já não é admissível.

"Tenho muitas ganas de poder ir para outro futebol. Já estou há três anos em Portugal e ir para um clube maior seria muito lindo para mim e para a minha carreira".

Mas que merda é esta? Estás há três anos em Portugal e o que é que já fizeste digno de registo? O que é que já deste ao Benfica?
Nada, rapazito. Um punhado de golitos artísticos e pouco mais. E sempre contra adversários mais fracos. Nos jogos com grau de dificuldade elevado, nunca deste uma para a caixa. Nunca! E sabes porquê? Porque não passas de um puto estúpido que dá uns toques na bola.
Queres sair? Força! Já não te posso ver nem pintado de encarnado.


P.S.
Imaginam o David Luiz ou até mesmo o Ramires, que só está cá há uns meses, a dizerem uma alarvidade destas antes de um jogo tão importante? Eu não. E sabem porquê? Porque dá para ver a léguas que são ambos homenzinhos e profissionais sérios e dedicados ao clube.

Mind games

Estou confiante que amanhã, mesmo antes de o apito inicial soar, iremos ter motivos de alegria.

Pode ser por aí que se começará a ganhar o jogo.

Ai Jesus!

sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

Minuto 71. A televisão continuou ligada na Sic mas a partir daí pouca atenção prestei à partida, de tal modo fiquei estupefacto e irritado com a substituição que Jesus decidiu fazer.
Uma onda de lesões, castigos e gripe assola o Benfica como não tenho memória, a ganhar por 1-0, partida controlada e ainda por cima depois de no próprio dia ter dito que se só pudesse vencer um dos jogos, preferia que fosse o de Domingo, e o que decide Jesus fazer? Coloca Cardozo em campo durante mais de vinte minutos!

Mas isto faz algum sentido? Ainda por cima com Keirrison no banco? O miúdo pode não ser grande espingarda e já nem sequer fazer parte das contas de Jesus, mas se estava no banco podia perfeitamente ter entrado. Não acredito que seja tão mau que fizesse o Benfica perder o jogo. Mas se de facto Jesus julga que ele é mesmo assim tão mau, porque é que não convocou o Nelson Oliveira e lhe deu alguns minutos?

São de facto questões para as quais não consigo encontrar uma explicação lógica. A única certeza que tenho é que, dadas as circunstâncias, a entrada em campo de Cardozo foi uma perfeita aberração e podia ter custado bem caro. Quando vi a entrada que ele sofreu do Geraldo até me arrepiei...

Metamorfoses

Peço a vossa atenção para o fenómeno que iremos presenciar nos dias 17 e 24 de Fevereiro de 2010, bem como aos dias imediatos à passagem do Benfica e à eliminação do zbordin.

O Hertha vai passar a ser uma equipa ridícula e muito fraquinha, e não se vão cansar de relembrar que vai em último lugar do campeonato alemão, caso ainda por lá se mantenha.
Já o Everton vai passar a ser tratado como "o todo poderoso Everton", uma equipa proveniente do melhor campeonato do Mundo, recheada de excelentes jogadores e com um orçamento incomparável ao do zbordin.

Julgo que vai ser mais ou menos isto, mas na altura conversamos outra vez.

Musicalidades

Há 42 anos atrás, os míticos The Beatles davam música ao mundo e lançavam a espectacular Lucy in the sky with diamonds.

Nos dias que correm, é um indivíduo chamado Vítor Pereira que pretende dar música a milhões de benfiquistas, lançando o também espectacular Lucílio para o jogo do próximo Domingo.

É tempo de lhe mostrar que não gostamos da música e de o mandar meter a viola no saco. Ou em outro lado...

O melhor argentino da década

quinta-feira, 17 de Dezembro de 2009

Vamos colocar o nosso Mago aonde ele merece.

Ele já vai com mais de 50% dos votos, mas mesmo assim vamos dar-lhe mais alguns.

Quem fala assim não é gago

O aviso

Hoje de madrugada a terra tremeu. Ao princípio pensei que fosse a Besta Alves a copular com a sua fêmea, mas como aquilo durou mais de dez segundos, rapidamente excluí essa hipótese.

Agora é tudo muito claro para mim: foi um sério aviso para não duvidarmos mais das capacidades de Jesus. Domingo é para ganhar!

Roderick

quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Jorge Jesus já garantiu que Roderick vai ser titular amanhã. E ainda bem, por ser em casa e não haver a pressão do resultado, este é um excelente jogo para o miúdo mostrar o que vale e confirmar tudo o que de bom se tem dito dele.

Gostava imenso que daqui a quatro ou cinco anos a dupla de centrais do Benfica fosse composta por Miguel Vítor e Roderick. Mas da maneira que o futebol, cada vez mais um negócio, está a evoluir, o mais certo é isso não acontecer.

Fez-se história

Recomendo lerem isto, e destaco o seguinte:

«Aqui instalámos, enfim, o nosso lar, aqui queremos viver para todo o sempre, porque o Benfica será eterno», ao dizê-lo, Joaquim Bogalho desfaleceu. De emoção.


A partir de ontem o Estádio da Luz deixou de ser nosso. É dos accionistas da SAD. Esta é a verdade nua e crua, o resto são histórias de embalar.

A alergia ao vermelho e branco

terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

Soube-se hoje que o ódio que os senhores do foculporto nutrem pelo Benfica é tão grande que foram ao ponto de mudar as cores das vestes do senhor das barbas brancas, vulgo Pai Natal, vestindo-o de azul e branco, ao invés das tradicionais cores vermelho e branco. Tal facto tão ridículo pode ser verificado na capa de hoje do jornal "O Nojo".

Como próximas acções desta índole, sabe-se que todos os símbolos da Vodafone espalhados pelas imediações do estádio do Dragay serão pintados de azul e branco. Igual tratamento terão todos os carros vermelhos dos jogadores do plantel do foculporto.

Sabe-se agora igualmente que Adriano, actualmente a aquecer o banco do Braga, foi agredido à porta de uma discoteca na cidade do Porto por ter sido apanhado a beber groselha ao balcão. Segundo testemunhas, os agressores terão dito:" Ou bebes blue corazón ou levas na tromba". Ele levou na tromba.

Não querendo especular, parece-me que Carolina Salgado terá levado as tão faladas chapadas por ter usado lingerie vermelha. Há coisas que não se brinca e a senhora devia sabê-lo...

Perdoem-me a brejeirice, mas não imagino como é que estes senhores lidam com a menstruação...

A sério?

Agora é o David Luiz que vai já em Janeiro para o Real, substituir o Pepe.

Há coisas que realmente nunca mudarão...

Duelo de 12ºs

Calma, não vou falar de nenhum jogo do zbordin...

Com a equipa do Benfica a entrar desfalcada de alguns titulares no próximo Domingo, o jogo vai tornar-se equilibrado. Se estivéssemos na máxima força, estou plenamente convencido que o foculporto não teria a mínima hipótese. Mas agora não adiante choramingar, os onze atletas que subirem ao relvado vão saber honrar as camisolas e isso para mim é o mais importante.

É aqui que entramos nós, adeptos. Temos que encher o estádio. Temos que apoiar a nossa equipa do princípio ao fim. O foculporto terá um 12º elemento em campo, com um apito na boca, um envelope no bolso e um chocolatinho no quarto do hotel. Nós seremos o 12º do Benfica e não precisamos de apitos, envelopes e guloseimas.

Basta-nos a nossa voz!

Divina comédia

segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009

É um dado adquirido que tudo aquilo que se fecha demasiado sobre si mesmo e não admite troca de ideias e experiências tem tendência a desaparecer. Seja uma empresa, uma instituição, um país ou até uma civilização inteira, o fim é sempre o mesmo: a obliteração.

No Mundo actual temos dois exemplos interessantes sobre este tema. De um lado, a Santa Sé; do outro, a China.
O caminho tortuoso e de triste definhamento com que aquela que já foi a organização mais poderosa do planeta nos tem brindado, é fruto de séculos de uma opressão moral e ditadura intelectual como não há paralelo em toda a História da Humanidade. Ironicamente, esse definhamento começou precisamente com a entrada em cena da Inquisição, que apesar de ter sido criada com o objectivo de silenciar, acabou por dar origem a cada vez mais desconfiança para com a Igreja. Num Mundo cada vez mais tecnológico e ávido de informação em tempo real, esta Igreja austera e dogmática não vive, sobrevive a custo. Basta olhar para os interesses dos jovens da actualidade para antever facilmente qual vai ser o futuro de tão deprimente instituição.

Quanto à China... Bem, este colosso estava a ir pelo mesmo caminho. Fechados na sua concha comunista, os dirigentes chineses compreenderam que estavam a ficar para trás em tudo. No entanto, aos poucos, a medo, empreenderam a abertura da China ao Mundo e o resultado está à vista de todos: dentro de uma década será a nação mais poderosa do planeta. E desengane-se quem pense que os norte-americanos vão manter a hegemonia, a quantidade de dinheiro que a China tem investido nos Estados Unidos faz com que a economia norte-americana esteja perigosamente nas mãos dos chineses, facto que aliás é assumido pela maior parte dos economistas norte-americanos.

"E o que é que tem toda esta treta a ver com o Benfica?", perguntam aqueles que aguentaram ler até aqui. Bastante...
O Benfica está a fechar-se sobre si próprio, e isso é grave. Não do ponto de vista financeiro, aí o Benfica está forte, é líder de mercado em tudo onde está presente, é a marca nº1 de Portugal; mas sim do ponto de vista do debate, da pluralidade de ideias, das simples conversas de café ou dos posts e respectivos comentários em blogs.

Estes últimos dias tenho ficado estupefacto com muita coisa que tenho lido. Para alguns não se pode dizer que o Jesus teve opções duvidosas em Olhão, que o Cardozo teve sorte em não ser expulso, que o Di Maria foi um idiota ou que o Benfica defende terrivelmente mal as bolas paradas. E porquê? "Porque o Benfica é uma religião" e, como todos sabemos, nas religiões não se diz mal de nada, não se questiona. Aceita-se sem raciocinar. Como um animal treinado para um truque.
Depois temos o tema quente da AG de amanhã. Também não se pode dizer nada, não se pode questionar. Cabe-nos aceitar com uma genuflexão a sábia decisão do nosso bem-amado líder.
Para terminar, li até um post em que o autor se mostrava ofendido por alguém ter escrito "clube" e não "Clube" e "presidente" e não "Presidente". Quanta ostentação... As voltas que Cosme Damião e seus pares devem ter dado nos caixões... Ao ponto a que isto chegou!

Arrepia-me a simples ideia de quem diz que o Benfica é a sua religião. O Benfica não é religião. Nunca foi, nem nunca será. Um clube que tem a sua origem no proletariado, que sempre conseguiu os seus objectivos graças ao suor das suas gentes, que nunca teve nada de mão-beijada, que sempre tomou as grandes decisões da sua longa história ouvindo os sócios jamais poderá ter algo de religioso. O Benfica deve ser comparado a um familiar muito querido ou ao grande amor da nossa vida, a alguém a quem podemos apontar erros e ajudar a melhorar, a alguém que caminha ao nosso lado. Nunca a um Deus. Os deuses não aceitam críticas, são vingativos, exigem veneração e nunca caminharão lado a lado connosco. Vão sempre manter uma respeitável distância.

O Benfica que eu aprendi a amar não está sobre mim, está ao meu lado. Não me exige nada e dá-me tudo sem eu nada lhe pedir. Divino? Não é divino... Antes pelo contrário, é bem terreno! O Benfica não tem nenhuma auréola. Tem sim, suor. Muito. Imenso. E os deuses não suam...

Uma excelente notícia

domingo, 13 de Dezembro de 2009

A lesão de Ramires afinal não é tão grave como ontem muitos quiseram fazer crer. Apesar de não poder jogar contra os corruptos, Ramires vai beneficiar da ligeira pausa de Natal para regressar à sua melhor forma.
E ainda bem. Se há jogadores-chave no Benfica, este é seguramente um deles.

1 ano de Céu Encarnado

Há precisamente um ano atrás, demos início a um blog onde nos propúnhamos escrever sobre o nosso Benfica. O que começou em jeito de brincadeira e servia apenas para desabafar sobre o que nos ia na alma, transformou-se em algo um pouco mais a sério. Em breve os textos começaram a ser comentados e até tivemos direito a seguidores do blog.

Sempre que há alguém a ler algo que outra pessoa produz, isso deve fazer aumentar a responsabilidade de quem escreve. A forma que encontrámos de aumentar a nossa responsabilidade foi mantermo-nos fiéis aos nosso ideais e princípios. Nunca escrever só por escrever. Nunca escrever para dizer mal de algo sem fundamentos. Nunca escrever para lamber o rabo de ninguém. Aliás, como diz uma personagem que marcou a minha juventude: "Só te cagam em cima da cabeça se te baixares muito". E de uma coisa podem estar certos, neste blog nunca ninguém se vai baixar perante nada.

Para concluir, resta-me agradecer a todos aqueles que perdem uns minutos por dia a ler o que aqui se vai escrevendo.

E agora deixo-vos um texto do JNF do Eterno Benfica, o blogger com o qual eu mais me identifico em toda a blogosfera encarnada e que, através da leitura dos seus posts, me fez ter vontade de também eu ter o meu próprio blog:


Há praticamente dez anos, pela mão de João Vale e Azevedo, um grande avançado da Noruega, sim, melhor que o Karadas, chegou ao Benfica com a promessa de muitos golos. Chamava-se Sigurd Rushfeldt e era figura de proa do Rosenborg multi-campeão norueguês. Mas Rushfeldt, como tantos outros na altura, não rendeu nem metade dos golos esperados. Aliás, nem um jogo fez, proporcionando apenas um belo momento Kodac que ficaria (ou não) para a posterioridade. O que é facto é que perante a grandeza do clube, o bom Rushfeldt não se conteve, e teve de sair à pressa, palavras de Vale e Azevedo, se bem se lembram.

O que é que isto tem de semelhante com o Céu Encarnado? Bom, neste caso, eu sou uma espécie de Rushfeldt. Fui convidado pelo Éter e pelo Scandium para escrever o post de aniversário deste belo blog. Será o meu primeiro e penso que último artigo no Céu Encarnado. Só vim aqui, a pedido deles, proferir umas palavrinhas e ir-me embora, tal como o norueguês. Confesso que da primeira vez que por aqui passei também estive à beira do mesmo problema do Rushfeldt: quase não me continha com este post. Aliás, este é um dos muitos exemplos da efectiva fina ironia, da verdadeira, não da burgessa, que os autores deste espaço tão bem sabem utilizar. Mas não só de ironia se faz este blog. Quando é preciso criticar, eles estão aqui. Quando não gostam de um jogador, dizem-no. E quando acham que o Benfica não segue o rumo devido nem honra a sua história, fazem questão de anunciá-lo, doa a quem doer, porque a verdade e a memória deste nosso clube são eternas, mesmo que isso implique criticar quem está no poder. Aquela história dos yes man não com é com eles. Aqui pensa-se o Benfica. A prova disso é, além da atitude anti-lambe-botismo já referida, a atitude anti-bota-baixismo que podem ver aqui e aqui.

Não sou do Céu Encarnado desde pequenino. Mas quem vem a este blog sabe que é efectivamente bom. Aliás, é dos melhores. E as quase 50 000 visitas espelham precisamente isso. Podem ter poucos comentários, menos, muito menos do que a qualidade deles merecia. Para mim é, certamente, dos 15 melhores blogs encarnados, daí visita-lo praticamente todos os dias. Se eu podia viver sem o Céu Encarnado? Podia, mas não era a mesma coisa. Muito obrigado pela oportunidade de poder, desta forma, parabenizar o vosso trabalho, pois criar um blog é fácil, mas mantê-lo com a vossa assiduidade e qualidade é bem difícil. Venham muitos e bons anos para este espaço. Parabéns.


Saudações Benfiquistas,



JNF, do Eterno Benfica

E salta Benfica, e salta Benfica, olé, olé

Ainda bem que o meu caríssimo colega Scandium se adiantou e escreveu sobre o jogo. Eu não seria tão meigo.

Porém, antes de ir dormir, para ver se sonho que estou a dar duas valentes chapadas no menino "40 milhões", gostava só de referir uma coisa: durante quanto mais tempo vai persistir Jorge Jesus naquela maneira absolutamente patética de defender nas bolas paradas? O que raio é aquilo? Um "e salta Benfica, e salta Benfica, olé, olé" interpretado pelos jogadores? Obrigado, mas não quero. Esse papel cabe-nos a nós, simples adeptos; os jogadores estão lá para defender, julgo eu...
Já escrevi isto aqui depois do golo que sofremos em Atenas e volto a repeti-lo: nenhuma equipa defende assim! As grandes equipas defendem num misto zona/homem, marcando individualmente três ou quatro jogadores adversários mais perigosos no jogo aéreo e o resto à zona. Ninguém manda os jogadores ficarem tipo estátuas aos saltinhos... De que adiantam os saltinhos se eles nunca abandonam as suas posições?
O golo de Atenas foi um exemplo do que pode acontecer a quem defende assim, apareceu um adversário completamente embalado e livre de marcação e toma lá morangos. Mas pelos vistos não surtiu efeito. Fomos eliminados da Taça porque o Javi ficou parado e ninguém acompanhou o jogador vitó; hoje sofremos dois golos porque ficou tudo tipo estátua e ninguém acompanhou os adversários.
Para a semana façam destas com a Besta Alves (perigosíssimo se livre de marcação) e depois queixem-se...

Não consigo entender como é que uma equipa tão eficiente nos lances de bola parada a seu favor, pode ser tão anjinha a defender o mesmo tipo de lances.

Um jogo para nos fazer pensar...

sábado, 12 de Dezembro de 2009

Há muita coisa que me apetece dizer, depois de 95 minutos absolutamente atípicos (ou não, atendendo ao jogo da próxima jornada), pelo que vou tentar não me esquecer de nada.

Em primeiro lugar, acho incrível que o investimento de toda uma equipa na busca de 3 pontos possa ser posta em causa por um merdas a que deram o título de "árbitro". Mas mais incrível ainda é que um miúdo de 20 e poucos anos, que meia-dúzia de capas de jornais meteram nos píncaros, também o faça, com uma atitude injustificada e que levou à sua expulsão. Que não estava a jogar nada, todos vimos. Mas demonstrar desprezo pelos esforço dos companheiros de equipa e esquecer os rios de dinheiro que o Benfica gasta nele por mês, é inqualificável. Já basta o mal que vem de fora, para agora nos prejudicarmos a nós próprios.

Em segundo lugar, e voltando à besta que andou dentro de campo vestida de amarelo, não me causou nenhum espanto. É um cara de pau, sempre foi. E tendo em conta o jogo da próxima semana, a lição estava bem estudada. O primeiro golo do Olhanense nasce de um livre precedido de uma falta inventada pelo árbitro. O amarelo ao Fábio Coentrão é mal mostrado, pois não há qualquer falta, mas serve os interesses de quem pagou a noite ao árbitro, visto que não vai poder jogar na próxima jornada.

Em terceiro lugar, é notável como uma equipa que não ganhou nos últimos 11 jogos e que meteu os cornos no chão contra o clube-mãe, tenha deixado tudo em campo contra nós. É também notável a atitude deliberada em tentarem provocar a expulsão do Cardozo. Foram 3 os jogadores que se lançaram ao Cardozo, numa tentativa clara de o provocar. Inqualificável o nível destas equipazinhas... Mas com aquele treinador esperar mais era utópico.

Em quarto lugar, preocupa-me o próximo jogo. Estamos sem Amorim, Ramires, Coentrão e Di Maria. Espero que o Aimar possa jogar, senão, aquilo que devia ser um jogo para dar uma lição aos corruptos, vai ser um jogo muito complicado de planificar.

Em quinto lugar, não entendo a falta de maturidade que demonstrámos hoje. Parece que os jogadores estavam já todos a pensar no jogo com o porco, esquecendo que antes havia 3 pontos em disputa. Os campeões fazem-se com muita luta e sacrifício (pelo menos no Benfica); não é com desprezo que lá vamos. Já devíamos saber que esta equipazinha, o porto C, ia dar tudo, tal como deu o porto B... Sofremos por culpa própria, não obstante a ajudar da besta de amarelo.

Em sexto lugar, uma palavra para o Nuno Gomes. Obrigado, Nuno!

Por último, devo acrescentar um desafio: vamos esquecer este jogo e o pobre desempenho da nossa equipa e vamos todos à Luz no próximo domingo. Vamos empurrar o Benfica até à vitória. Eu vou lá estar! E vocês?

P.S. Platini, viste este jogo?

Hoje à tarde

Hoje houve dois resultados interessantes do ponto de vista benfiquista. O primeiro, foi o empate conseguido em Stamford Bridge por uma equipa que muitos apelidaram de fraquíssima e inofensiva, apenas e só porque em dois jogos levou sete golos sem resposta do Benfica. O segundo, foi mais uma exibição ridícula do ainda mais ridículo zbordin, o que me deixou furioso e a pensar como é que foi possível o Benfica lá ter deixado dois pontos.

Resultado sa Sondagem nº 10

À pergunta "Qual julgam ser mais facilmente substituível?", os leitores do Céu Encarnado responderam da seguinte forma:

- Di Maria 80%

- Ramires 9%

- Aimar 6%

- Cardozo 3%

- Javi García 1%

- Saviola 0%

Não deixa de ser curioso que o menino "40 milhões", de quem tanto se fala, apareça destacadíssimo nesta votação. O jogador mais valioso e mediático do Benfica acaba por ser precisamente aquele que os benfiquistas menos se importariam de ver sair.
Destaque também para El Conejo, que em mais de 100 votos nem um teve.

Decidir em consciência

sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

Depois de muito ter lido em blogs e jornais sobre o que vai estar em cima da mesa na AG de 15 de Dezembro, decidi consultar alguém isento, que não liga patavina a futebol mas sabe muito de contabilidade e gestão. Julgo que assim vou estar em condições de exercer da melhor forma o meu direito de sócio.
Deste modo, espero que todos os sócios que vão marcar presença nessa AG não votem porque "alguém me disse que é muito bom/mau para o Benfica", mas sim porque se informaram a sério e pensaram no que está em jogo.

Entretanto, continua o espectáculo deprimente que alguns blogs benfiquistas insistem em perpetuar, recorrendo até a insultos: de um lado, aqueles para quem Vieira é um Deus; do outro, aqueles para quem Vieira é o Diabo.
No meio destas querelas quem perde é o Benfica.

Crise? Onde?

Será que faz algum sentido que o seleccionador de Portugal, um dos países mais pobres da União Europeia, receba mais do dobro do que o seleccionador de uma potência económica como a França? Ou mais do triplo do que o seleccionador da Dinamarca, um dos países com o nível de vida mais elevado do Mundo? Ou que receba quase tanto como o seleccionador da Espanha, actual campeã da Europa e outra potência económica?

Mas está tudo louco?

O filhinho do papá

quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009

Em véspera do jogo contra os corruptos, e com David Luiz tapado, nada melhor do que escolher um indivíduo que, na época passada, cometeu a proeza de amarelar sete (!!!) jogadores do Benfica num jogo em que ganhámos por 6-0 e tivemos cerca de 70% de posse de bola.
Esta nomeação é também um sinal de tranquilidade para os Jorge Costa's babys, que agora sabem que podem dar pau à vontade.

Obrigado, sô Vítor Pereira, por ter mandado um digno filhinho do papá e afilhadinho do Papa para mais um trabalho sujo.
Cá estaremos para aguentar, mais uma vez, à Benfica!

À boleia da Velha Senhora

"Agora sabemos que o FC Porto não é batoteiro. O caso ficou encerrado com os novos regulamentos da UEFA (de acesso às competições europeias). Tudo o que sucedeu até 2007 está encerrado e não prosseguimos as investigações".

"Parámos as investigações e não sabemos mais. O caso foi encerrado. Temos regulamentos agora que combatem os batoteiros. Agora tenho a certeza que não é batoteiro".

Quem à partida não souber quem proferiu estas alarvidades poderá ser tentado a pensar que foi um atrasado mental ou um adepto do foculporto. Mas não, foi simplesmente Michel Platini, o presidente da Uefa.

Vamos aplicar a última declaração a um qualquer caso de polícia para perceber toda a estupidez da frase. O que aconteceria a um inspector da PJ se dissesse que tinha parado as investigações de um determinado caso, que não sabia mais nada sobre o mesmo, mas que agora tinha a certeza que o indivíduo em questão não era culpado?
Provavelmente seria ele próprio investigado por possível corrupção, seria despedido e possivelmente internado no hospício mais próximo.

Mas será que ainda ninguém percebeu que aquilo que está nas escutas não tem, do ponto de vista moral, qualquer defesa possível? Que aquilo é mesmo batota da pura e dura?
A sorte do foculporto é haver um clube igualmente corrupto mas imensamente mais poderoso no futebol europeu, chamado Juventus, que é preciso safar a todo o custo.

Querem ver que...

Assim de repente, lembrei-me de uma coisa: será que Mossoró, Ney e Vandinho vão acabar 2009 impunes?
A brincar a brincar, já lá vai quase um mês e meio desde o lindo espectáculo da pedreira...

Ou estão à espera que comece a Taça da Liga para limpar uns joguitos?

Dia das Mentiras

quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009

Hoje é o Dia Internacional da Luta Contra a Corrupção.


Infelizmente, este cartaz em Portugal não faz muito sentido. E naquilo que ao futebol diz respeito, nós não podemos parar a corrupção, ela é que nos tem parado nos últimos 25 anos.
Pelos vistos não bastava o dia 1 de Abril, agora também temos que levar com o 9 de Dezembro...

Butt

Cá está um exemplo clássico de um jogador queimado pelos adeptos que quando vão ao estádio adoram assobiar os jogadores ao menor deslize.
O guarda-redes titular de um colosso como o Bayern não era melhor do que Quim ou Moreira?

'Tá bem, 'tá...

Começa bem

terça-feira, 8 de Dezembro de 2009

A equipa de basquetebol do Benfica venceu hoje o primeiro troféu da época, ao conquistar a Supertaça frente à Ovarense.

Will Frisby é mesmo reforço!

Ajudem o zbordin



Alguém consegue imaginar o sururu que iriam arranjar se o Benfica marcasse um golo destes? As teorias da conspiração que de imediato seriam urdidas?

O mais interessante é que ninguém, nem Manuel Fernandes nem sequer o próprio Nuno Santos, fala da parte verdadeiramente importante deste golo ridículo: a bola transpôs por completo a linha de fundo e o golo é irregular.
Eu compreendo que deve ser humilhante ver que o melhor marcador do campeonato tem mais golos do que a equipa do zbordin inteira, mas daí até validarem golos irregulares ainda vai um bocado...

Mas não me importo nada que o zbordin tenha estas ajudas. A Liga Vitalis não tem o mesmo mediatismo e seria mais complicado ter conhecimento de todas as peripécias idiotas que constituem o dia-a-dia de tão patética agremiação. Além disso, o etíope precisa de marcar uns golitos para ver se levanta o moral, se não o Queiro(ó)z(s) nem à Coreia do Norte ganha.

Ecos do passado

segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009

Sabe bem ouvir as velhas glórias do Benfica falarem sobre o passado. A Benfica Tv está de parabéns por nos proporcionar excelentes momentos televisivos como a última Entrevista Exclusiva com o enorme Jaime Graça.
Impressiona-me sempre a humildade, a educação e o amor pelo clube destes antigos grandes jogadores do Benfica, infelizmente bem longe dos valores que o futebol dos nossos dias apregoa.

Comédia de mau gosto

Continua a luta desigual por uma vaga no ataque de Portugal no Mundial de 2010. De um lado, um suplente do penúltimo classificado do campeonato espanhol, que já marcou dois golos; do outro, um titular do primeiro classificado do campeonato turco, que com 12 golos é também o melhor marcador da prova.

Só mesmo alguém de baixo nível moral como Queiro(ó)z(s), que tem movido uma vergonhosa perseguição a jogadores ligados ao Benfica, para virar completamente a balança desta luta e transformá-la numa comédia ridícula e com pouca graça chamada: "Edinho na selecção".

É curioso como o argumento de que Nuno Gomes, Ruben Amorim e Fábio Coentrão são habitualmente suplentes e por isso têm menos hipótese de serem chamados não se aplica a um indivíduo que, volto a frisar, é suplente do penúltimo classificado do campeonato espanhol.
Nem sequer falo do Quim, que é claramente o melhor guarda-redes português do momento.


P.S. Fábio Coentrão foi apenas uma tentativa de adoçar a boca dos benfiquistas que marcaram presença no Estádio da Luz frente à Bósnia. Tenho sérias dúvidas de que volte a ser chamado.

Benfica 4-0 Académica

Antes de mais gostaria de realçar a postura da Académica em campo. É uma equipa bem agradável a jogar à bola, que não procura acantonar os jogadores em frente à baliza nem abusa da violência. Poderão dizer que jogou deste modo porque sofreu um golo a frio, mas no jogo contra os corruptos actuou exactamente desta forma, procurando discutir o jogo e fazendo pressão alta. Quanto ao alarido que vejo muitos benfiquistas a fazer por causa das declarações de Villas Boas sobre um penálti não assinalado contra o Benfica, julgo que é completamente infundado. Independentemente de a vitória ser incontestável, houve de facto um penálti de David Luiz que o árbitro não marcou e se eu fosse o treinador da Académica faria exactamente o mesmo, defendia o meu clube. Quem fica indignado com uma coisa destas certamente preferia o estilo totó de Fernando Santos ou de Quique, que comiam e calavam. São gostos... Já o "4-0 não é uma goleada" revela um ridículo mau perder certamente aprendido com Mourinho.

Quanto ao jogo, já vimos este filme antes. Quando o Benfica marca cedo, o adversário raramente tem hipótese e torna-se apenas uma questão de ver quantas bolas entram.

Quim: seguro sempre que foi chamado. Está a atravessar um bom momento de forma.

Maxi: início de jogo a roçar o horrível, mas felizmente foi subindo de produção. Mesmo assim, muito longe do Super Maxi da época passada. Assistiu Saviola para o momento alto da noite.

César Peixoto: hoje talvez tenha sido a sua exibição mais positiva, mas que continua longe das exigências de uma equipa como o Benfica. David Luiz aparece demasiadas vezes junto à linha a tapar os buracos do Peixoto.

Luisão: sem se dar muito por ele, mostrou quem manda ali.

David Luiz: demasiadas desconcentrações e excesso de agressividade (mas sem maldade) em alguns lances. Puxou Éder dentro da área sem justificação nenhuma. Ver um cartão amarelo com o resultado em 4-0 é algo que não tem qualificação. Se for titular em Olhão não joga contra os corruptos.

Ruben Amorim: não se pode pedir-lhe que jogue como Javi, pois faltam-lhe o físico e a altura, mas ele também não precisa. Jogou à Ruben e fê-lo bastante bem. Só se sentiu a falta do espanhol nas bolas paradas. Minutos finais de grande sacrifíco e entrega. À Benfica!

Ramires: mais um grande jogo da incansável formiguinha. O seu jogo atinge patamares de divindade, de tal forma parece ser omnipresente. Ainda não foi desta que Jesus lhe concedeu uns minutos de descanso. Continua a acreditar, Ramires! Ainda vai chegar o jogo em que vais ser substituído.

Di Maria: coincidência ou não, quando pararam as capas de jornal do menino "40 milhões" o seu nível voltou a subir. Mais concentrado, mais em jogo, mais Di Maria. Só faltou o golo e nisso dou razão a Jesus, um jogador desta qualidade tem que aprender a finalizar melhor. Excelente cobrança do livre que permitiu o cabeceamento de Cardozo para o 4-0.

Aimar: para quem afirmava taxativamente que Aimar não tem condições para actuar em terrenos pesados, o jogo de hoje deve ter sido um belo sapo para engolir. Além de ter pautado todo o jogo da equipa, ainda o pudemos ver no auxílio a Amorim, recuperando imensas bolas.

Saviola: mais uma noite verdadeiramente endiabrada do eléctrico coelho. Uma assistência, uma maravilha de golo e a defesa da Académica completamente estraçalhada com as suas constantes movimentações.

Cardozo: bem longe da área, de costas para a baliza, recebe a bola de David Luiz, toca de primeira para Saviola e desmarca-se em direcção à baliza, recebendo novamente a bola do argentino dá outro toque na bola, corre mais um pouco a atira sem hipótese para Rui Nereu. Estava feito o 1-0 e provada a extraordinária inteligência de Cardozo, que é muito mais do que um simples finalizador. É um ponta-de-lança fabuloso, um dos melhores da longa história do Sport Lisboa e Benfica. Ainda marcou mais dois, e até podiam ter sido mais...

Weldon: entrou bem no jogo e a sua velocidade causou perigo.

Fábio Coentrão: duas boas jogadas mas que não resultaram em nada.

Nuno Gomes: pouco tempo em campo.

Besta Negra

domingo, 6 de Dezembro de 2009

Esta definição tem assentado que nem uma luva à Académica de Coimbra. Vestem de negro e venceram no Estádio da Luz nas duas últimas épocas.

Hoje é dia de acabar com isso.

Franguinho do campo

É isto o escolhido de Queiro(ó)z(s)?

El Buitre

sábado, 5 de Dezembro de 2009

Hoje tive ocasião de rever o meu jogador favorito de todos os tempos (fora do universo benfiquista) a comentar o grupo da Espanha no Mundial da África do Sul.

Que saudade imensa de ver jogar o grande Butragueño! O craque entre os craques da fabulosa equipa do Real Madrid da segunda metade da década de 80, que conquistou cinco campeonatos de Espanha consecutivos.
Em 12 anos no plantel sénior do Real Madrid, Butragueño fez dupla com grandes goleadores, desde Valdano, Hugo Sanchez, Zamorano até Raúl, a quem cedeu a mítica camisola 7 do Real quando saiu do clube.
Foi também o primeiro jogador depois de Eusébio a marcar quatro golos num só jogo de um Campeonato do Mundo, numa vitória por 5-1 contra a Dinamarca no México 86.
Ficou para sempre conhecido como El Buitre (O Abutre), pois dava quase sempre a ideia que pairava sobre a defesa contrária à procura de um erro para marcar. Quando isso não acontecia, Butragueño puxava dos galões, fintava três ou quatro e a bola acabava invariavelmente no fundo da baliza.

Dou muito mais valor a jogadores como Butragueño e outros artistas dessa época, em que o futebol ainda não era somente um imenso e grotesco negócio onde vale tudo, do que a estrelas pop como Cristiano Ronaldo, Ronaldinho, Beckham ou outros do género, com os quais somos bombardeados todos os dias na televisão, internet, jornais, publicidade, etc.
Os finais de 80/princípios de 90 foram talvez os últimos anos da pureza do futebol e nada têm a ver com o circo mediático dos tempos actuais, onde é mais importante ter um penteado ridículo e usar brincos do que saber jogar à bola.

Talvez por isso Butragueño seja um dos meus heróis de infância... Talvez por isso Butragueño tenha sido o primeiro jogador de futebol a ter um jogo de computador com o seu nome, o "Emilio Butragueño Futbol" de 1987, para Spectrum. Ainda tenho essa verdadeira relíquia.

Bons tempos...





Poupar

Na passada quarta-feira, quando reparei que Aimar ia entrar aos 68' de um jogo já resolvido, não contive a irritação. Se a ideia era proteger um jogador que necessita de cuidados especiais por causa da sua condição física, aquela substituição não fazia a menor lógica. Se o Benfica estivesse a perder ou a empatar, ainda aceitava. Mas com 2-0 e o jogo completamente controlado não entendo. Saviola poderia perfeitamente ter dado o seu lugar a Nuno Gomes, Weldon ou até mesmo Ruben Amorim.
Mas não, Jorge Jesus escolheu Aimar e passado poucos minutos de ter entrado o argentino já coxeava. Sentado no sofá, não pude conter um impropério: "F%#$-#&, Jesus! Para que é que foi esta m#%$@?"

A questão aqui não é o facto de Aimar eventualmente não jogar contra a Académica, até porque Di Maria ou Felipe Menezes fazem razoavelmente bem aquela posição, mas sim o conceito de "poupar um jogador" de Jorge Jesus. Ou se poupa ou não se poupa, agora este meio-termo sem jeito nenhum é que não.

Sorteio do Mundial 2010

sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

A única coisa de verdadeiro interesse no sorteio foi esta:



P.S. Imaginar as gotas de urina vertidas por Carlos Queiro(ó)z(s) quando viu o grupo de Portugal, apesar de nojento, também tem a sua piada.

Sondagem nº 10

É inegável que esta época o Benfica tem jogadores de grande qualidade, principalmente no meio-campo e no ataque.
Ao contrário de outras sondagens que já vi por aí, que pretendem mostrar qual deles é o melhor, esta procura saber, tendo em conta o nosso plantel, qual o jogador que vocês julgam ser mais facilmente substituível.

O imbecil dos imbecis

Esta vai direitinha para um protozoário (com as devidas desculpas a esta bonita espécie) chamado Rui Oliveira e Costa, que se sentiu muito ofendido e indignado com as palavras "provocatórias" de Jorge Jesus sobre o estado do relvado no derby.

"Infelizmente, temos de voltar à questão do relvado. Está difícil. Devia haver uma mudança do campo, porque o relvado neste estado fica mais pesado, mais mole, a qualidade do passe sai prejudicada e tudo se torna mais complicado para os jogadores dominarem a bola", disse João Moutinho, capitão do zbordin.

Aguenta e não chora, Rui.

12

Gostei que o zbordin assegurasse hoje presença na próxima fase da Liga Europa, com especial destaque para o festejo orgásmico de Carvalhal e de toda a equipa e elementos do banco de suplentes com o golo nos descontos.

Tenho que confessar que me é tremendamente difícil querer que o zbordin não perca, mas a hipótese de, quando caírem as equipas da Champions, sermos brindados com algo parecido aos 12-1 da época passada, não pode ser ignorada levianamente.

Prenda de Natal?

quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009

A ser verdade que há clubes interessados na contratação de Zoro já em Janeiro, este será sem dúvida um grande presente de Natal para o Benfica.
Nem sequer vou discutir a qualidade do jogador, o que está em causa é que o Benfica não se pode dar ao luxo de ter emprestados com um salário do calibre do deste senhor.

Dois coelhos de uma só cajadada

Sendo o próximo jogo do foculporto de vital importância e de grau de dificuldade elevado, nada melhor do que ter Jorge Sousa no relvado para desequilibrar completamente a balança. Já vai sendo tempo de Vítor Pereira receber um dragão de ouro.

Em consequência do choradinho indecente que motivou o cancelamento do jogo contra a Oliveirense, o foculporto volta a levar a sua avante: o jogo foi reagendado apenas para 6 de Janeiro, após o embate contra o Benfica.
Se o jogo fosse marcado para um Sábado ou Domingo eu ainda percebia... Agora a uma quarta-feira?! Não há quartas-feiras disponíveis em Dezembro? Assim de repente, lembro-me de uma data perfeitamente exequível: 16 de Dezembro. O Benfica também joga contra o AEK nessa semana. Mas assim perdia-se a vantagem de ter menos um joguinho nas pernas, não é?

Depois de ganhar à rasca ao Rio Ave em casa, continuando a senda de exibições miseráveis, é fácil de perceber como é que este foculporto da treta ainda se mantém colado ao Benfica.

BATE 1-2 Benfica

Não consegui ver o jogo nas melhores condições, já que a transmissão estava com muitas paragens. Isto de não querer dar dinheiro ao Oliveirinha e ver os jogos no computador tem os seus custos...
Mas do mal o menos: comecei por ter um comentador inglês que percebia bastante de bola, depois mudei para o Miguel Prates mas não aguentei tanta idiotice e acabei num site argentino com um comentador loco.

Não vou fazer a habitual análise individual aos jogadores porque houve muita coisa que não vi. Mas do pouco que vi deu para perceber que:

- o Júlio César tem que melhorar bastante nas bolas altas

- na segunda parte o lado do Peixoto era uma auto-estrada para o ataque do BATE

- não percebo a lógica do Jesus em não conceder nem um minuto de descanso ao Ramires

- o Menezes tem uma técnica muito acima da média e comandou bem a equipa

- o Coentrão e o Saviola fizeram um jogão

Confirmou-se o esperado

quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009

Vi finalmente as famosas imagens do interior do túnel da filial corrupta de Braga. Cardozo, na sua última entrevista, falou verdade.

No imediato, o mínimo que posso esperar é que o aldrabão Jorge Sousa não volte a apitar nenhum jogo do Benfica esta época. Se Vítor Pereira afastou Lucílio Batista de todos os jogos do zbordin por causa de um penálti mal assinalado na época passada, estou ansioso por saber qual será a sua postura em relação a tudo isto.

No entanto, aguardo a reacção da direcção do Benfica à gravidade desta situação. Continuar a deixar que sejam apenas os blogs e alguns cronistas de jornais a alertar para toda esta podridão não é boa política.
Em Portugal, não basta ter os melhores jogadores e o melhor treinador. Luís Filipe Vieira e os seus colaboradores mais próximos já deviam ter aprendido isso há muito tempo.

Fina ironia

Quem apelida constantemente de "fina ironia" as boçalidades que saem da boca do decrépito presidente dos corruptos tem aqui um motivo para reflectir.
No primeiro jogo do professor José António Silva, o Benfica afastou o foculporto da Taça de Portugal.

"Fina ironia" é isto.

Tudo na mesma

Depois de quatro dias fora de Portugal, poucas coisas me espantaram no regresso:

- na medida em que considero Jorge Jesus um treinador bastante inteligente, só espero que esteja a desfrutar da Diana

- velhos hábitos não morrem, quando o foculporto está em apuros aparece um penálti amigo

- os adeptos do zbordin estão novamente eufóricos com o seu clube e a confiança no título é agora imensa; é o que dá não perder com o Benfica

- Carvalhal é melhor do que Jesus e Mourinho juntos; roubou quatro pontos ao Benfica

- a filial corrupta de Braga é o melhor macaco amestrado de Portugal

- João Tomás? Não, o Edinho é que é...

Tiques preocupantes

terça-feira, 1 de Dezembro de 2009

É incrível como em tão pouco tempo o Braga ganhou os tiques típicos do seu modelo e casa-mãe. Depois da escandaleira que foi o jogo contra o Benfica, em que nos foi anulado um golo limpo, perdoada a expulsão ao João Pereira (até me custa escrever este nome), em que Cardozo acabou expulso por ter levado dois estalos, em que os dois jogadores que agrediram Cardozo se mantiveram em campo, os responsáveis pelo Braga continuam insatisfeitos, mandando farpas a torto e a direito contra o nosso clube.

Não ficaram satisfeitos com quê? Que razões de queixa têm? Agora vêm acusar Luis Filipe Vieira de tentar influenciar decisões... Mas quais decisões? Aqueles dois jogadores que agrediram o Cardozo não foram castigados nem pelo raio das imagens que todos vimos...

Este Braga é cada vez mais uma imitação clara da agremiação azul... E também para eles o campo já vai estando inclinado a seu favor em todos os jogos.

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.