Xixi e cocó

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Ontem, nos segundos seguintes ao golo do Marítimo, quatro ou cinco pessoas perto de mim levantaram-se e desceram as escadas. Vão fazer xixi, pensei. Espreitei em meu redor e afinal não eram quatro ou cinco, mas sim dezenas e dezenas. A comida do bar estava estragada e vão fazer cocó, pensei. Olhei para as outras bancadas e também aí vi movimentação junto dos acessos de saída. Não é xixi nem cocó, esta malta vai embora porque o Benfica sofreu um golo e já não acreditam, concluí, algo incrédulo.

Nos segundos seguintes ao golo anulado a Luisão, com o resultado já empatado, o fenómeno repetiu-se mas desta vez com mais intensidade. Forcei-me a acreditar novamente na teoria do xixi e do cocó, mas a verdade é que nem a mim próprio me convenci. Quando a equipa mais precisava deles, para aqueles minutos finais de massacre e sofrimento, esses adeptos preferiram levantar-se para poupar uns minutinhos no trânsito ou no metro.

E é por isso que hoje, quando leio e ouço que 54991 pessoas empurraram o Benfica para a vitória, abano a cabeça tristemente. Devem ter sido aí uns 45 mil a ver o golo do Coentrão. Os restantes desertores foram castigados com o facto de não terem vivenciado aquela emoção suprema de um golo da vitória no último lance da partida, que é daquelas coisas que nunca mais se esquece na vida.

É claro que têm o reconfortante consolo de terem chegado ao carro ou apanhado o metro primeiro do que quem ficou no estádio até ao fim. Podem contar isso aos netos quando forem velhinhos.



Quem vai ao Estádio da Luz tem de meter na cabeça que é um privilegiado em relação aos milhões de benfiquistas que adoravam poder lá estar mas, por diversos motivos, sejam financeiros ou de distância, não podem. Sair da Luz sem o jogo acabar, além de ser uma falta de respeito enorme pela equipa, é gozar descaradamente com esses milhões de pessoas. E isso eu nunca irei fazer, porque já vivi longe de Lisboa e sei bem o que me custava não poder ver o Benfica ao vivo e a cores.

22 comentários:

Anónimo disse...

É verdade.
Como é triste estar longe, e nunca poder ter ido ver um jogo onde tudo acontece, ver os jogadores de perto, sentir as vibrações do público, cantar até ficar rouco pelo clube que tanto gostamos, abraçar desconhecidos no momento do golo, e ir com um sorriso rasgado de orelha a orelha para casa.

Saudações desportivas,
de quem nunca teve a possibilidade de ver o glorioso a jogar ao vivo e a cores
A. Silva

Berrante De Encarnado disse...

POST FABULOSO

Principalmente, "É claro que têm o reconfortante consolo de terem chegado ao carro ou apanhado o metro primeiro do que quem ficou no estádio até ao fim. Podem contar isso aos netos quando forem velhinhos."

Muito bom mesmo!

BENFICA SEMPRE!!

Cumprimentos

Carla disse...

Nunca consegui compreender como é que são capazes de sair antes de terminar o jogo!
Sou uma das pessoas que vive (infelizmente) longe do estádio da Luz mas, das vezes que já lá vi jogos, nunca saí antes de terminar o jogo. Aliás, nunca o fiz em nenhum estádio. É-me completamente impossível fazer isso, por isso, também me custa entender quem o faz!
Enfim, no fundo, quem perde são eles.

Carlos Alberto disse...

A questão que se tem de colocar é outra amigo Eter:

Qual dos gajos que sairam a seguir ao golo do Maritimo é que estava a dar azar? E descobrindo isso é mandá-lo embora todos os jogos logo aos 5 minutos!!!

Mar de Chamas disse...

Pois é uma palhaçada e isso acontece mesmo quando o Benfica está ganhar.

Quando o Carlos Martins faz aquele golo fenomenal, o chapéu, eu dediquei o golo a essas pessoas e agora esta vitória é também para eles.

O que vão lá fazer? Que merda além de não apoiarem o nosso Benfica até ao fim, incomodam toda gente que quer ver e apoiar.

desculpem as asneiras mas este assunto irrita-me mesmo.

Anónimo disse...

Excelente post.

André Alves disse...

São os mesmos que assobiam os nossos jogadores quando cometem erros, em vez de incentivar.

Anónimo disse...

e uma tristeza isso acontecer com pessoas que vivem ai perto. sou de espinho e socio juntamente com duas filhas que tenho e quando vamos ao estadio,as horas passam sem darmos conta e so lamentamos o tempo passar tao depressa.

Anónimo disse...

Ontem dei por mim a uns minutos do fim do jogo a ter de discutir com gente que vai e depois volta e o máximo que consegue é evitar que outros vejam o jogo. No meu lugar cativo hà logo em frente um acesso com varandim que de forma recorrente é usado por aqueles que acham que os jogos acabam assim que lhes dá jeito para não apanharem transito mas pelo meio ficam ainda um minutinho para se pendurar e impedir que outros que vão para ali efectivamente para ver futebol não consigam ver a baliza, a pequena área e um boa parte da grande área. Isso e aqueles que vão para o jogo e passam mais tempo a subir e descer escadas ora para ir comer ou para ir passear ou seja para o raio que lhe parta e que conseguem tapar a atenção daqueles como eu que acha que o jogo é SEMPRE para ser visto até ao ultimo segundo.

Fernando Ribeiro

Anónimo disse...

Caro amigo,

nada é mais verdade!

4ª feira vou fazer um esforço físico e financeiro para fazer 700kms pelo Benfica!

Sair do trabalho, ir pra Lisboa e no final vir embora e dormir apenas 3 horas para ir trabalhar no dia seguinte!

Quem pode e vai à Luz todas as semanas nem sabe a sorte que tem!!

Éter disse...

Fernando, é por isso que eu não comprei cativo nesses lugares da frente perto dos varandins. Há muita gente que, com o jogo a decorrer, se lembra de parar ali para ver o jogo, conversar, tirar fotos, comer, etc. e com isso tapam a visão de quem está sentado. É o civismo tuga no seu esplendor.

Oscar-r disse...

Tinha 2 bilhetes grátis para ver um jogo na luz, neste mês de Fevereiro, por ter pago as cotas por transferência bancária!

Não deu! Tive de sujeitar-me à transmissão da SporcaTV. O jornalista é até dos mais suportáveis, já o comentador (que nem sei quem é o cabrão) foi insuportável! Ouvir pela rádio e ver pela TV, tem o problema de sabermos o que aconteceu antes de vermos... Como gosto de "sentir" o ambiente do Estádio tenho de gramar com os comentário... Ontem e após o golo do Marítimo, tirei o som dizendo para o filho duma grandessíssima p**a ir comentar para a c**a da mãe dele!

Foi em silêncio que vivi os últimos 15 minutos! Em Palermo, nem em casa um gajo tem sossego pois eles rejubilam com as derrotas do Benfica e acham que ninguém os pode incomodar! Debalde, eu sou daqueles benfiquistas que fica sempre até ao fim e nunca se esconde! Quando o Fábio mete a bola na baliza o meu grito ouviu-se nos quatro lados do prédio onde vivo!

Quando via o Benfica no café (até 2004), fosse no café que fosse, rapidamente me ficavam a conhecer, pois ouvir piadas constantes ao meu clube e saber-me no meio de andrades nunca impediu de festejar os golos do meu clube! Muitas vezes me julgava espécie única, até que um dia um vizinho me cumprimenta apelidando-me de benfiquista, e há minha surpresa justifica-se dizendo: - Então eu não vê o Benfica no café?!

Pois, ele também via e sempre acompanhado, só que eu nunca me tinha apercebido que era benfiquista!

Comecei a chamar-lhes benfiquistas envergonhados, embora reconheça que por vezes, para não sofrer, o melhor é amordaçar a paixão...

Para mim é egoísmo puro, pois para me poder maravilhar algumas vezes tenho de sofrer imensas!

Mas vale a pena!

Não podia concordar mais com o post, é realmente um enorme privilégio assistir ao jogos no nosso ninho, e aqueles que têm essa oportunidade e desperdiçam momentos como o de ontem, estão a desrespeitar todos os que lá queriam estar e não puderam...

Passaralho disse...

Obrigado. Muito obrigado.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

Narciano disse...

Abençoado quimico que me pôs a dormir, porque não aguentava tamanha emoção.

Carlos disse...

Subscrevo o texto da primeira à última linha. Ir à Luz regularmente é um privilégio e quando lá estou esforço-me por o merecer.

marley disse...

Grande post. Eu vou sempre ao Estádio ,(tenho o privilégio de viver perto)e fico irritadíssima quando vejo as pessoas a sair antes de acabar o jogo. Além de falta de educação, revelam que não têm grande amor ao nosso Glorioso.Faça sol ou chuva,seja de dia ou de noite, só se estiver muito doente é que não vou ver "in loco" os nossos bravos e acho que nós todos benfiquistas,fazemos muita falta dentro do Estádio.
Benfica sempre, sempre, sempre!

Seismilhoesum disse...

Dxcelente comentário! Eu estava num café em Vila Nova de Gaia e acreditei até ao fim! Estes rapazes, merecem! E o meu grito, em pé, com os dois punhos ao alto, ouviu-se em todo o quarteirão! Viva o Benfica!
Isto já está encomendado mas vamos chatear até ao fim!

Joseph Lemos disse...

E esses srs. ficam chateados quando publicamente,lá no blog,os chamo de ''benfiquistas das vitórias''.

Ou será de outra coisa?

UnumSLB disse...

Na Mouche.
Grande post.

Carlos Ferreira disse...

Essas pessoas que sairam do Estadio antes do jogo acabar, deveriam tentar ser benfiquista no Norte onde somos reprimidos. Tenho 21 anos comecei a trabalhar a pouco, o meu primeiro salario foi para poder pagar o Kit Socio, e o segundo sera provavelmente para poder ir finalmente ver o meu primeiro jogo ao Estadio da Luz. Passei um ano a juntar dinheiro para poder comprar a minha primeira camisola do S.L. Benfica e sei agora que existem adeptos que abandonam o Estadio da Luz com a equipa a peder, para poupar uns minutos de caminho, é incompreensivel... Acabo de ver a gala do S.L. Benfica atraves da NET e chorei a ver os Campeoes Europeus a subir ao palco e a forma como Sr. Coluna agredecia os aplausos.

Amo te S.L. Benfica

Carrega Benfica !!

Bimbosfera disse...

Grande, grande, grande post!
Parafraseando um artolas da nossa praça... «subscrevo»!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com

Pedro Veloso disse...

Fantástico post, Éter. Também não posso com esses tipos; o Benfica, que nos dá tanto, não merece adeptos desses!

Um abraço

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.