Tapar o sol com a peneira

quarta-feira, 31 de Dezembro de 2008

O título diz tudo e resume bem o que se passa no nosso futebolzinho. Andam muitos abutres excitados com a (des)organização do Mundial de Futebol em conjunto com a Espanha.

Eu pergunto: o srs. presidentes da Liga e da F.Pê.F. não acha que existem problemas mais que suficientes para resolver? Já olharam bem para a porcaria de arbitragens que existe em Portugal? E não venham com a história da profissionalização porque isso é treta. Não é a profissionalização que vai pôr cobro à incompetência comprada dos senhores do apito. É preciso mais, muito mais.

E que tal, ao invés de estoirar dinheiro com mais um projecto megalómano, ajudar os clubes que precisam urgentemente de dinheiro para sobreviver? Ou o que interessa é o show-off dos euro's ou mundiais para tapar o que de mal vai no futebol português? O resto que se lixe, não é?

Bem sei que os senhores que mandam no futebol já tiveram muitas oportunidades para limpar a porcaria que anda no futebol e que as perderam (apitos dourados, finais e achocolatados). Mas o resultado da passividade não está já à vista? Do que é que precisam mais...?

Se foram eleitos para defender o futebol português, façam-no; não o negligenciem.

Feliz Natal

quarta-feira, 24 de Dezembro de 2008

Companheiros benfiquistas e demais leitores, os membros do Blog Céu Encarnado desejam a todos um feliz Natal, com tudo o que mais desejarem e, acima de tudo, com muita saúde.

A vergonha num futebolzinho miserável

terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

Depois de ver esta imagem, em que Miguel Vitor está deitado no chão, lesionado, com a testa encostada à relva, sem hipóteses de ver a bola, alguém tem coragem de repetir que é falta? Como é que em lances em que, por o remate ser feito muito perto do jogador, não se considera falta porque lhe era impossível desviar-se da bola e neste, com o jogador naquelas circunstâncias, apita-se falta?

Depois deste atentado, valerá a pena investir em jogadores? A imprensa espanhola noticia hoje que Reyes fica mais 4 anos entre nós... Não consigo expressar euforia ou contentamento, não obstante tratar-se de um jogador conceituado, porque a escumalha está a destruir o futebol português (mais ainda). Se querem jogar sozinhos, aniquilando os adversários, assumam-no, cobardes.

Os estádios (muitos) continuam vazios, com tendência a piorar. Ninguém se questiona porquê? Não é a crise financeira, porque antes desta já as pessoas se tinham afastado. É a crise de carácter dos árbitros e a fome desventrada dos corruptos do costume, que tudo fazem para prejudicar.

Quem gosta de futebol, não vai ao estádio. Não... Simplesmente fica no quentinho a ver campeonatos estrangeiros na televisão.

Também era bom que acabassem com a treta da profissionalização dos árbitros. Já são pagos a peso de ouro (para não falar de frutas) para fazer a merda que fazem. Profissionalizar incompetentes, sem carácter nem coluna vertebral? Tenham juízo. De amadores vigaristas passávamos a ter profissionais vigaristas. Havendo ordem para prejudicar ou beneficiar, tanto faz treinar em horário pós-laboral ou a tempo inteiro. A subserviência manter-se-á.

E a FPF, ao invés de pensar em torrar mais milhões na organização de mais uma competição à custa dos contribuintes, empurrando o país para mais uma megalomania, deveria sim preocupar-se em levantar as calças e dizer "BASTA!" a Pintos, Oliveiredos e demais escumalha.

Sinceramente, começo a perder a esperança. Quem muda um relatório em sede da UEFA e quem com isso se compadece, para não prejudicar um clube assumidamente corrupto (se não o fosse teria interposto recurso...), não se pode importar com mais do que salvar a própria pele.

Quanto a nós, companheiros, continuemos a apoiar o nosso ENORME, porque mais nada nos resta, não permitindo que os dirigentes esmureçam ou enfraqueçam. O caminho é para a frente, venha quem vier.

Porquê?

Já referi várias vezes que somos o alvo a abater na presente época. Investimos muito, estamos mais fortes, estamos a assustar as hostes corruptas nortenhas e nem tudo parece tão garantido para eles como foi em outros anos.

E por sermos o alvo a abater, temos assistido a um novo tipo de infracção: marcar golo. Foi assim contra o Leixões (golo que daria o 2-0, marcado por Yebda), contra o Setúbal (golo que daria o 3-1, marcado por Suazo) e ontem à noite. 3 golos limpos anulados, com influência directa nos resultados respectivos.

Só nestes 3 lances, vimos 6 pontos a voar...Materializavam-se numa diferença de 8 pontos neste momento, o que seria decerto um escândalo, o Presidente Bufas já estaria a ser contestado e o Juju estaria no olho da rua.

Sempre ouvi dizer que quanto mais se mexe na merda, pior cheira. E infelizmente parece que também nos sujámos. Termo-nos lançado contra a corrupção e a favor da verdade desportiva, o que contende directamente com os interesses sujos e indignos da corja nortenha, só poderia dar nisto. Roubo após roubo, estamos a ser castigados, como se os criminosos corruptos fossemos nós. Quanto mais queremos e podemos fugir, mais nos prendem.

E o que faz o Sr. Secretário de Estado do Desporto? Continua a achar que não deve intervir? Ou não lhe interessa a verdade desportiva? Se para si é indiferente, demita-se...E mete uma cunha à direcção da agremiação azul.

Tenho muita pena de ver um clube como o Benfica a caminhar na teia nojenta que o corrupto teceu. E temo até (como aliás já se verifica) que sejamos prejudicados de cada vez que tentarmos lutar contra este estado de sítio.

Mas uma coisa há que me conforma e alenta: nós somos o Benfica, companheiros! E os outros são os corruptos, que querem ganhar de qualquer maneira, para poderem dizer que ganham.

Se tiver de ser contra tudo e contra todos, assim será! A luta adivinha-se dura. Cá estaremos para a travar.

Força BENFICA!

P.S. Ouvi na Antena1, nas notícias das 24h, que o Benfica está a ponderar processar criminalmente a equipa de arbitragem porque o Shéu verificou que da ficha de jogo constava a expulsão do Nuno Gomes, sem que este se tenha cruzado ou dirigido a qualquer dos árbitros. Veremos os desenvolvimentos que se seguem.

Azia

domingo, 21 de Dezembro de 2008

Depois de uma semana inteira a falar-se que o FC Porco poderia atingir o primeiro lugar nesta jornada, a azia para aqueles lados deve ser grande.

Julgaram, pois, que o Marítimo ia fazer o que outras equipazecas fazem: baixar os calções. Enganaram-se.

Da mesma maneira que o palhaço do costume se enganou, eventualmente com consciência, ao não ver uma mão descarada de Burro Alves, que, a ser assinalada, sentenciava irremediavelmente o jogo.

E para quando um cartão amarelo para o Burro Alves, que continua a fazer dos adversários seus escadotes? Ah, já sei... No dia em que o rapaz mudar de clube.

E repararam na azia do Zé Gomes? (não o sabia tão portista) Saiu do banco, ultrapassou a área de banco e foi reclamar com o fiscal de linha... Amarelo? Repreensão? Alguma coisa? Nada... Este clubezeco continua a fazer o que quer e lhe apetece.

Não se deve "lançar pedras" quando ainda nem jogámos, mas uma coisa é certa: isto está diferente. Vamos continuar em primeiro e a corja corrupta já percebeu (senão veja-se a indisposição com que andam alguns jogadores... Ou será só por causa do salário do Cebola Mole?) que este ano não estamos para brincadeiras.

Força BENFICA!

Para si, Bimbo!

sexta-feira, 19 de Dezembro de 2008

Ontem à noite, num ajuntamento de adeptos, o "senhor" Bimbo da Bosta afirmou que F. C. Porto é "com todo o orgulho, um grande embaixador do país".

Merece uma resposta, portanto aqui vai:

-Bem, desde já agradeço a sua preocupação em representar o país, mas não o considero digno de o fazer. Desde já, porque para si, "país" é Porto e arredores, ou não tenha o senhor aberto uma guerrinha "norte-sul" de há vários anos para cá.

-Compreendo também que o "senhor" vá deixando a imagem da sua agremiação por onde vai passando, mas digo-lhe que, para mim, Portugal é bem mais do que fruta ou chocolate.

-Também tenho reparado que tem debitado repetidamente (apesar de estar impedido de representar a sua agremiação) que "custa, a alguns, digerir o nosso sucesso, mas isso dá-nos ainda mais força".

Obter sucesso a troco de ou com a ajuda de fruta ou chocolate, viagens ao Brasil, apitos dourados, e tendo todas as instituições dirigentes do Futebol português debaixo da sua mão, custa a qualquer um, principalmente porque desporto não é isso. Essa actividade chama-se "corrupção", mas não é punida neste país.

-Para acabar, também tenho reparado que, desde o princípio da época, anda com um ar agastado (não me diga que piorou do seu probleminha). Estará eventualmente a pensar que este ano tem de alargar as oferendas para nos deitar abaixo, não é verdade...?

Regresso ao futuro

Gostaria de aproveitar este espaço para mandar uma mensagem para o passado, mais propriamente para 22 de Janeiro de 2005:

Luisão, pá, se estás a ler isto arranja maneira de dar um saltinho aqui a 2008 e dá dois murros na mesa e três berros no balneário, tal como fizeste no final do jogo contra o Beira-Mar.
É que eu quero mesmo ser campeão este ano, ouviste? Obrigado.

Ah, outra coisa, já me esquecia! No jogo em casa contra os lagartos, mesmo no fim, vai haver um livre a nosso favor. O Ricardo não vai agarrar nem socar a bola, portanto só precisas de saltar e é golo certo, percebeste? Sim, vais mesmo marcar o golo do título, pá! Não contes é isto a ninguém, para manter o suspense, ok? Vá, um abraço.

Medo

quinta-feira, 18 de Dezembro de 2008

(Foto@SAPO/Paulo Guerrinha, copiada daqui)


Esta imagem é verdadeiramente tenebrosa e poderia facilmente ter sido retirada d'O Padrinho.

Infelizmente ela é bem real (foi tirada ontem no estádio do Estrela), e representa o que tem consumido o futebol português nas últimas décadas.

E a coisa não parece ter fim à vista...

Que orgulho...

É com muito orgulho que constato que este nosso, vosso blog já ultrapassou as 140 visitas...

E orgulho-me porquê? Há jogos em que a União de Leiria não convence tantas pessoas a entrar no seu Estádio colorido...

E só consigo ver isto a melhorar, por duas razões:

- temos mais piada do que um jogo de futebol da II Liga;

- e não somos um grupo-satélite do clubezeco do Norte.

Tempos de crise (de carácter)

E eis que a palhaçada continua, com repetidas tentativas de criar instabilidade no Benfica e com endeusamento (encomendado, só pode...) do clubezeco do Norte e seus jogadores.

Nesta semana, o "jornal" Record (...de estupidez) tinha como manchete que Cardozo tinha entornado o caldo... Como já estou habituado a estes títulos sensacionalistas, decidi investigar (não comprei o jornal, descansem...). Pois bem, os jornalistas perguntaram ao jogador por que é que não joga mais. Ele respondeu, de forma ordeira, calma, com respeito pelo treinador, sem expressão de menino birrento (ao contrário de outros), que não sabia qual a razão e que o treinador está a fazer jogar outros jogadores que ele crê renderem um pouco mais no relvado. Disse ainda que está a treinar muito bem com os companheiros e que espera jogar um pouco mais.

Este jornaleco é o 24Horas dos diários desportivos, como se pode ver...

Nesta resposta, só vislumbro humildade, confiança no treinador e reconhecimento de que é preciso continuar a trabalhar.

Onde é que está o caldo entornado? Estes "jornalistas" acham que somos todos burros?

Já se a notícia fosse sobre o FC Porco, assistir-se-ia ao endeusamento do monstro verde, que raras vezes se lembra que há mais 10 da sua equipa a quem passar a bola (e só não digo 13 porque, por agora, os árbitros ainda não podem marcar golos). O que vale é que só neste campeonatozinho é que jogadores como este dão nas vistas. Vejam o que aconteceu ao mágico Quaresma... Bem, já ganhou um prémio desde que lá está...

E o Burro Alves? Ninguém fala dele porquê? Ao que sei, ele só faz daquelas entradas dentro de campo... Não sei por que raio têm medo de falar da maneira desta besta jogar. E parece que ontem deu mais uma joelhada nas costas de um adversário. Mas o Binya é que é um jogador violento. Não há paciência...

Enfim, assim vai o futebolzinho por cá. Mais do mesmo, sem surpresas.

Reflexões sobre o Leixões-Benfica (e não só)

segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008

Na minha opinião, a Taça de Portugal só é Taça de Portugal enquanto o Benfica está em prova. Portanto, até à temporada 2009/10 transformou-se numa competição sem qualquer interesse.

Passemos agora à parte do "e não só".

Foi com alguma alegria que constatei que José Mota deixou de lado o fato e gravata e regressou ao seu habitual e elegante fato-de-treino (ou fa'treino, como muita gente gosta de dizer). José Mota assume-se claramente como um dos treinadores que menos complexos tem em relação à essência do seu ser. Mas ainda lhe falta perder um último complexo: a roupa. Acredito firmemente que um José Mota em estado puro se apresentaria na flash interview com uma lança na mão e uma tanga rudemente urdida com peles de coelho a tapar-lhe a região púbica. E responderia a todas as habituais perguntas idiotas do pseudo-jornalista de serviço com grunhidos guturais e um ou dois valentes arrotos. Para mim, José Mota é isto.

Outro treinador que faria bem em perder os seus complexos é Jesualdo Ferreira. Para quando uma conferência de imprensa em que veremos o decano professor, sem pudor algum, a ser sodomizado com algum carinho e muita violência por um moçambicano avantajado (sim, porque entre o Fernando e o Bolatti, o professor não lançou moeda ao ar)? Jesualdo iria com certeza perder o seu habitual ar taciturno, próprio de quem, não assumindo a sua sexualidade, não está em paz com a vida. Força, professor!

Por último, e ainda neste contexto dos complexos, tenho que admitir que o treinador que mais admiro é Paulo Bento. Ele não tenta esconder minimamente quem é. Um perfeito idiota.

Profissões

Um diário desportivo noticiou, na semana passada, com algum espanto, que o Cinfães tem um guarda-redes que é pasteleiro e um defesa que é padeiro, entre outros.

Não entendi a estranheza, principalmente quando o presidente do último adversário do Cinfães na Taça de Portugal é fornecedor de fruta...

Um dia com Bimbo da Bosta

domingo, 14 de Dezembro de 2008

8h00 Bimbo da Bosta acorda ao som de “SLB, filhos da **** SLB”
8h01 O cheiro debaixo dos lençóis é nauseabundo. Bimbo da Bosta levanta-se, por não ter ninguém que acenda um cigarro.
8h02 Ainda incomodado pelo cheiro, Bimbo da Bosta telefona à ex-mulher e pede-a em casamento. Ela aceita.
8h20 Enquanto toma o pequeno-almoço, Bimbo da Bosta folheia “O Nojo” e irrita-se com uma notícia.
8h21 Bimbo da Bosta, exaltado, liga ao director do jornal e diz que é inadmissível estar escrito que “o guarda-redes do FC Porto sofreu um golo algo consentido”. Deveria estar “foi um lance de defesa impossível”. O director fica a saber que não vai ter bilhetes para o próximo jogo. Nem meninas nessa noite.
8h22 O cão de Bimbo da Bosta bebe água na Taça da Champions.
8h23 O jornal “A Bola” descreve o mesmo lance como “um frango monumental”. Bimbo da Bosta telefona ao Macaco, líder dos Super Dragões, e fornece o nome do jornalista que assina a peça.
8h30 Bimbo da Bosta dirige-se para a garagem. O cheiro na cozinha era já insuportável.
8h31 Bimbo da Bosta entra no carro, sintoniza a TSF e inicia a viagem rumo ao Centro de Estágio do FC Porto (pago pelos contribuintes), em Gaia.
8h35 Bimbo da Bosta abre o vidro, o ar está irrespirável.
8h43 Bimbo da Bosta telefona ao director da TSF e diz-lhe que está a ouvi-los há quase 15 minutos e ainda não passaram o “SLB, filhos da **** SLB”. O director tenta explicar que a estação seria processada caso fizesse isso. Bimbo da Bosta oferece os préstimos de uma prostituta ao director para este passar a música. O director diz que isso não iria adiantar nada.
8h44 Profundamente irritado, Bimbo da Bosta liga a um amigo no Governo e pergunta-lhe porque raio não podem as estações de rádio passar o “SLB, filhos da **** SLB”. O amigo diz que não pode fazer nada. Bimbo da Bosta oferece os serviços de uma brasileira. O amigo explica pacientemente que não depende dele, a Constituição é que não o permite. Bimbo da Bosta pede o número de um constitucionalista para tentar alterar a coisa. O amigo dá-lhe o número mas avisa que o homem é do Benfica.
8h53 Completamente fora de si, Bimbo da Bosta liga ao Macaco e diz-lhe o nome do constitucionalista.
8h54 Bimbo da Bosta liga ao seu advogado, explica-lhe a situação e manda-o processar o Estado por excesso de autoridade.
8h55 Bimbo da Bosta repara que o automóvel que segue à sua frente tem o símbolo do Benfica no vidro traseiro.
8h56 Bimbo da Bosta liga a um amigo na PSP de Gaia e diz-lhe para inventar qualquer coisa e apreender o referido veículo. Face à falta de ideias do polícia, Bimbo da Bosta aviva-lhe a imaginação prometendo uma eslovaca para logo à noite.
9h02 Com os quatro vidros do automóvel completamente abertos, Bimbo da Bosta chega ao Centro de Estágio.
9h05 Já no relvado, Bimbo da Bosta fala com um jogador e diz-lhe que tem que melhorar bastante as suas exibições. Como incentivo, dá-lhe o contacto de uma moça moçambicana. O jogador explica que não tem dormido bem porque o filho está com anginas.
9h06 Bimbo da Bosta liga ao Macaco e manda-o tratar do filho do jogador.
9h09 Bimbo da Bosta afasta-se do local onde estava; ali ninguém fuma.
9h27 O treinador pede a Bimbo da Bosta para sair do relvado, pois quer começar a peladinha. Bimbo da Bosta aproveita para ligar à ex-mulher e pede-a em casamento de novo. Ela aceita.
9h43 O treinador apita e anula um golo por falta sobre o guarda-redes. Colérico, Bimbo da Bosta entra no relvado a esbracejar e afirma que enquanto ele viver ninguém anulará golos ao FC Porto.
9h44 O treinador explica a Bimbo da Bosta que dessa forma estará também a validar um golo ilegal contra o FC Porto.
9h45 O cérebro de Bimbo da Bosta não está preparado para aquela terrível dualidade e este desmaia.
10h30 Bimbo da Bosta continua por terra.
11h23 Bimbo da Bosta abre os olhos lentamente. Felizmente alguém teve a perspicácia de queimar um cachecol do Benfica perto do nariz do presidente.
11h45 Já recuperado, Bimbo da Bosta entra no gabinete e telefona ao presidente da APAF a insultá-lo. Este diz que não compreende o que se passa, pois o FC Porto ganhou o último jogo. Bimbo da Bosta relembra-o que o Benfica também. Logo à noite não haverá chocolatinhos.
12h03 Bimbo da Bosta telefona à ex-mulher e convida-a para almoçar. Ela aceita.
12h17 Bimbo da Bosta liga para a RTP e pede para no Jornal da Tarde dizerem que há ofertas de 50 milhões de euros por determinado jogador do FC Porto. Ficam reservadas três brasileiras para logo à noite.
12h26 Bimbo da Bosta, depois de abrir as janelas do gabinete, abandona o Centro de Estágio para ir buscar a ex-mulher.
13h01 A ex-mulher de Bimbo da Bosta entra no carro. Este cumprimenta-a com dois estalos na cara e um murro no estômago. Ela aceita.
13h02 Bimbo da Bosta relembra o pedido de casamento. Ela aceita.
13h07 Quase a sufocar, Bimbo da Bosta lembra-se que a ex-mulher não fuma e abre os vidros do carro. Para a castigar, queima-a num braço com o isqueiro do carro. Ela aceita.
13h12 Já no restaurante, Bimbo da Bosta escolhe o almoço de ambos. Ela aceita.
13h17 Bimbo da Bosta chama o empregado e pergunta-lhe porque não está ninguém a fumar. O homem indica-lhe o dístico vermelho na parede.
13h18 Por baixo da mesa, Bimbo da Bosta dá um pontapé no joelho da ex-mulher. Ela aceita.
13h19 Bimbo da Bosta liga a um amigo no Governo e ordena que alterem a lei do tabaco. O amigo explica que já foi aprovada. As prostitutas não servem de nada. Bimbo da Bosta ordena que alterem a cor do dístico, não suporta o vermelho. O amigo diz que não pode fazer nada.
13h20 Desiludido, Bimbo da Bosta liga ao Macaco e dá-lhe a morada do amigo.
13h21 Bimbo da Bosta liga ao seu advogado, explica-lhe a situação e manda-o processar o Estado por excesso de autoridade.
13h24 O restaurante fica vazio.
13h29 Os empregados tapam a boca e o nariz com guardanapos.
13h36 A comida chega e entra imediatamente em decomposição.
13h39 Bimbo da Bosta chama o empregado para se queixar, mas este já faleceu.
13h42 Bimbo da Bosta sai do restaurante e passa uma rasteira à ex-mulher. Ela aceita.
13h57 À porta de casa da ex-mulher, Bimbo da Bosta despede-se dela com uma promessa de emprego e com um murro no nariz. Ela aceita.
13h58 Bimbo da Bosta liga ao director do Porto Canal e ordena-lhe que arranje um tacho à ex-mulher. Aproveita a ocasião e, entres duas gargalhadas, pergunta ao homem se as pessoas ainda acreditam que ele é do Benfica.
14h18 Bimbo da Bosta chega ao estádio do Dragão e entra no elevador. Um dos administradores acende um cigarro.
14h20 Bimbo da Bosta entra no seu gabinete e consulta a agenda. Vai realizar-se a final do Campeonato Nacional de Xadrez, entre um jogador do FC Porto e outro do Benfica.
14h21 Bimbo da Bosta agarra no telefone e prepara-se para contactar um árbitro.
14h22 Bimbo da Bosta lembra-se de que os árbitros não conseguem influenciar resultados no xadrez.
14h29 Afogueado, Bimbo da Bosta entra no salão onde decorre a final.
14h30 Bimbo da Bosta constata que o jogador do FC Porto tem muito menos peças do que o seu adversário. Nunca conseguirá vencer a partida.
14h31 Bimbo da Bosta liga ao presidente da Federação Portuguesa de Xadrez e ordena-lhe que mude as regras, de modo aos árbitros poderem decidir alguma coisa. Uma russa é oferecida. O presidente da Federação revela que é homossexual. Bimbo da Bosta não desarma e oferece um membro dos Super Dragões. O homem recusa.
14h32 Bimbo da Bosta liga ao Macaco e diz-lhe o nome do presidente.
14h43 O jogo é declarado nulo. Ambos os jogadores desmaiaram com o cheiro.
15h03 De novo no seu gabinete, Bimbo da Bosta recebe um telefonema de um árbitro. O homem explica que tem um amigo de um primo de um tio de um cunhado da mulher, que treina o Canidelo, clube que está em risco de descida de divisão, e quer saber se Bimbo da Bosta pode dar uma ajudinha no próximo jogo em casa contra o Bougadense.
15h04 Bimbo da Bosta liga a um amigo na Junta Autónoma de Estradas e manda bloquear todos os acessos ao Canidelo. O Bougadense vai perder por falta de comparência. O amigo vai receber a companhia de uma ucraniana.
15h07 Bimbo da Bosta abre a janela.
15h26 Bimbo da Bosta convoca uma reunião do Conselho de Administração da SAD e anuncia remodelações.
15h39 Três membros são despedidos. Dois não fumam e o outro, de vez em quando, usa gravatas com riscas vermelhas.
15h54 Bimbo da Bosta contrata um jogador brasileiro.
15h55 Bimbo da Bosta telefona a uns jornalistas avençados e diz-lhes que sabe de fonte segura que o Benfica está interessado naquele jogador.
16h00 As rádios, as televisões e os jornais online referem o interesse do Benfica no jogador brasileiro.
16h30 Bimbo da Bosta anuncia, triunfante, que acaba de contratar o referido jogador. A imprensa elogia a sagacidade do presidente. Dezassete prostitutas ficam reservadas para vários órgãos de comunicação social.
16h41 Para comemorar, Bimbo da Bosta telefona a uma prostituta e contrata-a para jantar com ele. Ela fuma.
16h42 Bimbo da Bosta liga à ex-mulher, diz-lhe que já lhe arranjou emprego e pede-a em casamento. Ela aceita.
17h21 Bimbo da Bosta abandona o gabinete do Dragão. A empregada da limpeza entra munida de uma máscara de gás.
17h43 Bimbo da Bosta chega a casa. O seu cão está a urinar na Taça da Champions.
17h51 Bimbo da Bosta calça os chinelos. Carolina não está lá para lhe lavar os pés, como ele tanto gosta.
17h52 Bimbo da Bosta liga a SportTv. Está a ser transmitido um jogo da NBA entre os Miami Heat e os Detroit Pistons. Os Miami estão a ganhar.
17h53 Incomodado, Bimbo da Bosta liga ao Oliveirinha e ordena-lhe que altere o resultado e coloque os Detroit a vencer. Os Detroit jogam de azul. Oliveirinha explica-lhe que não percebe nada disso, apenas se limita a enriquecer à custa de transmissões desportivas. Além disso, o jogo já decorreu na noite passada.
17h54 Bimbo da Bosta liga ao Macaco e dá-lhe a morada do Oliveirinha. O Macaco responde que desta vez não pode fazer nada, uma vez que também presta serviços a Oliveirinha.
17h55 O cão retira-se da sala a correr.
17h56 Bimbo da Bosta telefona a David Stern, presidente da NBA, e pede-lhe para os Detroit Pistons serem campeões. David Stern pergunta quem fala. Bimbo da Bosta identifica-se. Stern repete a pergunta.
17h57 Um ataque de fúria provoca uma potente descarga intestinal a Bimbo da Bosta. As plantas murcham e os quadros perdem a cor.
17h58 Bimbo da Bosta contacta o seu advogado, explica-lhe a situação e ordena-lhe que processe a NBA por excesso de autoridade.
18h26 Bimbo da Bosta decide tomar um banho para se acalmar. Antes de entrar na banheira alivia-se na sanita.
18h27 Bimbo da Bosta entra na banheira e abre a torneira. A água recusa-se a sair.
18h32 A água ainda não corre.
18h46 O odor já não é tão forte. A água aceita sair da torneira.
19h13 Lavado e vestido, Bimbo da Bosta escolhe o perfume que vai usar. Curiosamente, todos lhe cheiram mal.
19h44 Antes de sair de casa, Bimbo da Bosta coloca uma dose de ração na Taça da Champions.
19h58 Bimbo da Bosta entra no carro e dirige-se à casa da prostituta. Apesar do frio e da humidade, mantém as janelas abertas.
20h07 Uma jovem, de nome Liza, entra no veículo de cigarro na mão. Agradado, Bimbo da Bosta dá-lhe um carinhoso puxão de cabelos.
20h29 Bimbo da Bosta chega ao restaurante. Desta vez escolheu um com dístico azul.
21h15 O jantar decorre sem sobressaltos. Quase todos os clientes fumam.
21h34 Apesar dos potentes aparelhos extractores de ar, alguns clientes apercebem-se de um estranho mau cheiro e contactam a ASAE.
21h41 Bimbo da Bosta é avisado pela PJ que a ASAE vai a caminho do restaurante.
21h42 Em pânico, Bimbo da Bosta telefona ao seu advogado e pede-lhe para o ajudar a preparar a fuga para Espanha. O advogado sossega-o, basta abandonar o restaurante.
21h54 Já fora do restaurante, Bimbo da Bosta prepara-se para ir para casa com a prostituta. Esta, para conseguir escapar àquele cheiro hediondo, afirma que está com o período. A cor vermelha continua a persegui-lo.
21h55 Bimbo da Bosta deixa a rapariga ir embora, não sem antes lhe torcer um pulso.
21h56 Desanimado, Bimbo da Bosta decide dar um salto à sua segunda casa.
22h17 Bimbo da Bosta entra no Calor da Noite.
22h21 Bimbo da Bosta desfaz-se em cumprimentos pelas várias mesas por onde passa. Quase todas as pessoas com quem se relaciona estão ali.
22h26 Depois de olhar em seu redor, Bimbo da Bosta apercebe-se de que não há nenhuma rapariga livre.
22h27 Bimbo da Bosta fala com o gerente do espaço e pergunta-lhe o que se passa. Este responde que foi o próprio Bimbo da Bosta que, durante o dia, reservou todas as raparigas para os amigos.
22h28 Bimbo da Bosta ainda equaciona oferecer uma prostituta ao gerente, mas apercebe-se de que isso não faz sentido.
22h29 Desanimado com o desenrolar da noite, Bimbo da Bosta desloca-se ao bar para afogar as mágoas na bebida.
22h31 Bimbo da Bosta pede uma garrafa de Blue Corassau.
22h32 Bimbo da Bosta decide tentar engatar a empregada que o serviu, apesar de esta lhe lembrar o Paulinho Santos. A empregada não dá conversa.
22h33 Bimbo da Bosta liga ao Macaco e diz-lhe o nome da moça.
22h47 Bimbo da Bosta recebe um telefonema do Macaco. O intrincado processo de raciocínio deste indivíduo só agora o fez compreender que a rapariga de quem Bimbo da Bosta está a falar é a sua própria esposa. O Macaco diz a Bimbo da Bosta que por 50 euros pode ficar com a mulher nessa noite. Mas avisa que o presidente não lhe poderá bater, isso está reservado para ele.
23h33 Bimbo da Bosta sai do Calor da Noite acompanhado pela mulher do Macaco. Bimbo da Bosta olha para as pernas da rapariga. As semelhanças com Paulinho Santos são realmente incríveis.
23h42 A rapariga pergunta se não pode fechar as janelas do carro. Bimbo da Bosta acede.
23h56 Chegam finalmente a casa de Bimbo da Bosta. A moça está bastante indisposta.
23h57 Entram na sala. O cão fez uma valente cagada na Taça da Champions. A rapariga fica com vómitos.
23h58 Bimbo da Bosta manda a rapariga sentar-se no sofá, enquanto prepara duas bebidas.
23h59 Bimbo da Bosta vira-se para trás e constata que a moça desmaiou. Tenta reanimá-la mas não resulta. Desiste.
0h12 Deitado, sozinho na cama, Bimbo da Bosta amaldiçoa a sua sorte. Só queria alguém que lhe lavasse os pés.

Amar o Benfica

sábado, 13 de Dezembro de 2008

Não nasci benfiquista, confesso, mas logo que tomei alguma consciência da e na vida, a escolha foi inevitável, repentina e... acertada.

Passados alguns anos de vivência encarnada, chegou o momento de partilhar o meu benfiquismo com tantos e tantos meus (nossos) semelhantes.

Desde o roer as unhas durante os jogos, ao tremer e sentir-me pequeno ao passar ao lado da Catedral, desde o ficar pior que estragado quando o resultado não agrada, ao ficar afónico por gritar "goooooooooooooooloooooooooooooooooo", passando pelos pósters colados na parede, por guardar um pedaço de relva do antigo Estádio da Luz e por beijar o emblema do manto sangrado quando marcava um golo nas "peladinhas" com os amigos, sinto que o Benfica entrou e entranhou-se no meu coração, para não mais sair, qual amor eterno.

Amar o Benfica é isto (e muito mais), um "sentimento inexplicável", que se apodera de nós para não mais nos largar, arrebatando-nos e fazendo-nos sentir minúsculos mas ao mesmo tempo maiores e melhores.

E é por isto que não desisto do Benfica, nunca. Porquê desistir? Afinal, quer percamos ou empatemos, continuo a ser de um dos maiores clubes do mundo, o tal que não mais me vai largar, que me arrebata e me faz sentir minúsculo e ao mesmo tempo maior e melhor. E isto não acontece nos outros. Desistir? Nunca... Continuo a ser do BENFICA.

Posto isto, esperem de mim neste cantinho Encarnado de Céu muitas manifestações de apoio ao nosso Gigante e também algumas críticas ao que de mal pulula no "nosso" futebol.

Força BENFICA!


Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.