Palhaçada

terça-feira, 23 de junho de 2009

Foi com alguma curiosidade, não pelas ideias mas pelas novas manobras que se avizinhavam, que me sentei ontem em frente ao televisor para seguir a conferência de imprensa de Bruno Carvalho.

A entrada foi profissionalmente fraquinha. Parece-me óbvio que se impunha alguém a anunciar bem alto, ao som de uma musiquinha irritante: "Senhoras e senhores, meninos e meninas: os palhaços!"
A escolha do segundo palhaço também me pareceu algo desajustada. Escolher um advogado com aspecto de tasqueiro para tentar convencer o maior número de pessoas de algo que não é verdade é, no mínimo, surreal para alguém que apregoa ser um especialista em marketing. Se bem que o senhor Carvalho também apregoa ser benfiquista, portanto não sei em que pé é que ficamos em relação à questão do marketing.
Sobre a conclusão do espectáculo não me posso pronunciar, pois não vi o mesmo até ao fim. Entretanto começou um programa no Discovery Science sobre a importância das anilhas no bom funcionamento dos aspiradores e eu não queria mesmo perder.

P.S. A análise jurídica vou deixar para o meu colega de blog. Eu é mais bolos.

2 comentários:

Anónimo disse...

Um comentário sobre o que se viu ontem:

Seu nome "Tião" é uma homenagem ao padroeiro da cidade do Rio de Janeiro, São Sebastião.

Com 1,52m de altura e 70kg, o Macaco Tião tornou-se uma celebridade no Brasil depois que os humoristas do Casseta e Planeta lançaram a sua candidatura não oficial para a Prefeitura do Rio de Janeiro em 1988. O Macaco Tião teve naquele pleito 9,5% e mais de 400 mil dos votos dos eleitores, e ficou em terceiro lugar, em posição melhor do que outros candidatos humanos. Obviamente, como Tião não era um candidato reconhecido pelo Tribunal Regional Eleitoral, todos os votos dados para ele foram considerados nulos.

A partir do pleito de 1996 os eleitores passaram a ficar impossibilitados de votar no Macaco Tião. Nesse ano a urna eletrônica substituiu a votação por cédulas onde os eleitores tinham que digitar o número do candidato ao invés de escrever o nome.

O Macaco Tião sempre foi motivo de grande atenção. Ele ocupava um recinto nobre no zôo, especialmente construído para ele.

Famoso nacionalmente, vários jornais brasileiros registraram a notícia do falecimento do macaco, em 23 de dezembro de 1996. Tião morreu de diabetes, aos 34 anos. O prefeito da cidade César Maia decretou luto oficial e determinou bandeiras festivas a meio-mastro, no Zoológico durante 8 dias.

Digam agora onde está as 7 diferenças

Petição disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:

http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.