Medo

quinta-feira, 4 de junho de 2009

O facto de a finalíssima do andebol ser jogado no dragay caixa de estrume não me deixou acreditar que seria possível ganharmos o campeonato. Se calhar até foi melhor assim, pois sabemos que os nossos jogadores não foram comidos vivos.

E também não me permite ter estranheza quanto à roubalheira a que se assistiu, aliás à semelhança do que já tinha acontecido nos outros dois jogos naquele antro. Neste caso, os árbitros nem precisam de fruta para beneficiar o porco e prejudicar o Benfica; basta-lhes ter amor ao corpinho e temer pela sua integridade física. Com aquela malta não se brinca...

Isto é desporto?

1 comentários:

Jorge Ribeiro disse...

Foi absolutamente vergonhosa a arbitragem.

Pé na Bola do lado do Porto: não há falta, contra-ataque e golo.

Pé na Bola do lado do Benfica: falta e expulsão de 2 minutos.

Empurrão a um jogador do Benfica quando vai rematar: não há falta, contra-ataque e golo.

Empurrão a um jogador do Porto quando vai rematar: falta e dois minutos.

2 situações (uma no ataque e uma na defesa) em que jogadores do porto agridem com cotoveladas jogadores do benfica: 2 minutos para o agressores e 2 minutos para os agredidos.

Carlos Carneiro leva uma palmada na cara... falta anterior (agarrão) é marcada, agressor não vê 2 minutos e árbitro ainda ameaça Carlos Carneiro com expulsão se não se levantar depressa.

Além de vários livres de 7 metros que ficaram por marcar por faltas claríssimas.

Podemos investir em tudo... mas eles fazem o que querem, impunemente, e assim ganham o que querem.

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.