A merda vem sempre ao de cima

sábado, 31 de Outubro de 2009

Era escandaloso ficarmos 5 pontos à frente da agremiação corrupta, não era?

E também era preocupante ficarmos 3 pontos à frente da filial corrupta, não era?

Não sei, mas o árbitro achou que sim...

FORÇA BENFICA

Sejam grandes, sejam lutadores, sejam vocês! E façam de nós mais primeiros!

FORÇA BENFICA!

Temos equipa!

Grande, enorme vitória por 3-2 da equipa de vólei do Benfica no pavilhão dos vitós!
Mesmo estando por três vezes com bola de jogo contra, os jogadores souberam aguentá-las, dar a volta e ganhar o jogo.

Seis vitórias em seis jogos e líderes isolados do campeonato. Grande equipa!

Ainda a Besta

Uma maneira bem simples de constatar como isto está tudo minado, são as declarações de Sougou no final do foculporto-Académica da semana passada. Diz o rapaz que a Besta é “um jogador muito físico, que dá tudo em cada lance. É um profissional e não joga para aleijar os colegas. Já o conheço e falámos no final do jogo".

Agora o que era verdadeiramente interessante era saber o que o desgraçado do Sougou pensa realmente sobre a patada intencional (as imagens não admitem outra possibilidade) que levou na cabeça, já estendido no relvado, e não o que alguém da direcção da Académica lhe mandou dizer.
E o que pensará o jogador do Belém, que ontem levou tratamento semelhante?

Se todos os jogadores que já sofreram na pele a barbárie daquela criatura grotesca se queixassem, talvez a situação fosse diferente. Se o ruído de fundo sobre este assunto fosse suficientemente grande, talvez os árbitros não pudessem ser tão complacentes.
Mas não, em Portugal só há olhos para a simulação do Aimar. Isso sim, é gravíssimo e preocupante!

É este o futebol medonho que temos. Bem à imagem da Besta Alves.

A culpa também foi do Aimar?

Eu bem disse que o ancião só anda com o Benfica e com o Aimar na cabeça. Depois, é natural que lhe falte tempo para analisar os adversários e colocar a sua corrupta equipa a jogar futebol. A sorte que tiveram contra a Académica dificilmente se repetiria, mesmo com outra arbitragem vergonhosa, tal como hoje ficou provado.

Que dizer daqueles dois fora-de-jogo escandalosos que só não deram o 2-1 aos corruptos porque ali não há nenhum Saviola nem nenhum Cardozo? Como é possível o fiscal não ter levantado a bandeirola?

Para concluir, mais uma agressão bárbara da Besta, desta vez a entrar violentamente com o joelho sobre a nuca de um adversário. Já escrevi isto várias vezes, mas não me canso de o repetir:

Será preciso alguém ficar paraplégico para aquele animal ser expulso num jogo do campeonato português?

De perder a paciência

sexta-feira, 30 de Outubro de 2009

Depois do estrebuchar de Jesualdo, agora temos o Paciência a sofrer de diarreia mental. Diz ele que em Portugal "não temos maus árbitros. Temos é maus profissionais que enganam os árbitros."

Ouviste Meyong? O teu mister não gostou nada dos teus mergulhos no jogo contra o Marítimo, apesar de isso lhe ter dado a vitória nos últimos minutos. Não voltes a repetir, está bem?

Esta choradeira vinda de um dos maiores mergulhadores que eu vi até hoje, é algo que não tem classificação possível. Só dá mesmo para rir e aguardar serenamente por amanhã.

Um torto a falar de Direito

No próprio dia em que a sua corrupta equipa vai defrontar a filial de Belém, o ancião Jesualdo continua a falar do mesmo. "Aimar para aqui, Aimar para ali, vamos estar atentos a isto, vamos estar atentos àquilo". Não se ouve outra coisa a sair por entre os sempre bem lavados dentes do decrépito professor.

Isto leva-me a assumir que o jogo de hoje à noite pouco interessa a Jesualdo. Aliás, os dois jogos do campeonato contra a filial de Belém pertencem a um vasto lote que já toda a gente sabe o resultado final. Todos os anos é a mesma coisa e seguramente hoje não será diferente.

Podemos tirar ainda outra conclusão: Jesualdo tem problemas de interpretação de textos. Não é preciso ser-se jurisconsulto para se perceber facilmente o que determina a lei que Jesualdo quer a todo o custo ver aplicada.
Os casos de Lisandro e Aimar não são equiparáveis. No primeiro, a equipa de Lisandro estava a perder e alcançou o empate; no segundo, a equipa de Aimar estava a vencer e alcançou... Não me recordo do termo... Hmm... É isso, a vitória.

Meu caro professor, por favor não tenha a petulância de opinar sobre leis. Um indivíduo do seu calibre, com uma espinha dorsal tão torta, devia ter vergonha de falar de Direito.

O segredo

quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

Desde a longínqua época 2001/2002, a última no River Plate, que Javier Saviola não rendia tanto nem jogava com tanto prazer.


No Benfica, está a mostrar porque é e sempre foi um dos melhores avançados do Mundo.



O segredo? Reencontrou o seu grande amigo e escutou a palavra de Jesus.

Ámen.

Um ex-super-dragay na alta roda do futebol

Ontem virei-me para um amigo e disse: "No Sábado vamos levar com o Jorge Sousa."
"Outra vez? Mas ainda recentemente apitou um jogo nosso", desconfiou ele.
"Pois, mas este jogo é mesmo muito, muito importante..."

Ainda me hão-de explicar muito devagarinho como é possível que alguém que já foi membro dos super-dragays possa arbitrar jogos do foculporto e do Benfica.
Uma coisa é um indivíduo ser sócio de um clube e arbitrar jogos do próprio clube ou de clubes rivais, o que na minha opinião já é uma absurda incongruência; agora o cúmulo dos cúmulos é esse mesmo indivíduo também ter sido um antigo membro de uma claque.

O treinador do Braga é do foculporto, o árbitro é do foculporto, vejam lá se também nos querem obrigar a jogar com o Beto na baliza para facilitar a coisa...

Eis que saem dos buracos

quarta-feira, 28 de Outubro de 2009

Onde é que estavam vocês, virgens ofendidas que agora pedem a crucificação de Jesus, quando Cristiano Ronaldo, em pleno Estádio da Luz, me mandou a mim e a mais 65 mil benfiquistas para o cara#$%?

Ou quando Jesualdo insultou euforicamente um fiscal-de-linha por este ter anulado um golo ao foculporto num jogo contra o Atlético de Madrid na época passada, e depois teve a lata de vir dizer que estava era a refilar com os seus jogadores, quando a jogada até deu golo?

Ou quando Carlos Carvalhal diz sempre "Tomem, cara#$%!", quando as suas equipas marcam um golo ao Benfica?

Ou quando Paulo Bento, por gestos, diz claramente que o árbitro é um gatuno?

Ou quando o intocável Mourinho foi acusado de rasgar a camisola de um jogador do zbordin e lhe desejar a morte?

Ou quando o cretino que será sempre um cretino disse, numa provocação pacóvia, que não masca pastilha de boca aberta?

Mostrar os quatro dedos de uma mão, como quem diz "Estás a levar quatro!", é sequer comparável a alguma das coisas que referi acima?

Tenham vergonha na cara e rastejem de volta para os vossos buracos infectos, bando de alimárias.

Números

Este artigo do Reco-reco é interessante para, em parte, nos ajudar a perceber o porquê das goleadas e do futebol entusiasmante do Benfica.

Mais perdas de bola (equipas):

1.º Sp. Braga 136/8/17,00
2.º FC Porto 134/8/16,75
3.º Nacional 117/8/14,63
4.º Sporting 104/8/13,00
5.º Belenenses 90/8/11,25
6.º P. Ferreira 85/8/10,63
7.º V. Setúbal 85/8/10,63
8.º V. Guimarães 83/8/10,38
9.º Benfica 81/8/10,13
10.º Leixões 75/8/9,75


As quatro primeiras equipas da tabela são as que andam habitualmente pelos lugares cimeiros do campeonato. São as que têm mais posse de bola nos jogos e, consequentemente, as que mais bolas perdem. É natural.

Esta época, a excepção a esta normalidade chama-se Sport Lisboa e Benfica. As perdas de bola andam ao nível das do Leixões, uma equipa típica de contra-ataque. Posse de bola avassaladora e poucas perdas de bola dão origem a uma catadupa de ocasiões de golo, que por sua vez se traduzem nas goleadas que temos visto.

Mais um

Ora cá está mais uma boa notícia: Coentrão renova até 2015 e fica com uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros.

Ainda bem que o Benfica está bem atento aos seus diamantes e se tem movimentado impecavelmente no que concerne a renovações contratuais e respectivas cláusulas de rescisão. Com alguns jogadores a terem Jorge Mendes como empresário, o risco de ficar sem eles é sempre mais elevado.

2mg de Lorenin antes de deitar

Com a chegada do Benfica ao primeiro lugar, deparei-me com um fenómeno estranho que gostava de partilhar com vocês: hoje foram mais os comentários que recusei do que os que aceitei.

Já imaginava que isto de o Benfica ser o líder incontestável do campeonato devia causar confusão a muita gente. Mas nunca pensei que este modesto blog, que tem uma média de cento e poucas visitas e dois ou três comentários por dia, iria hoje registar cerca de trezentas visitas além de me obrigar a rejeitar dezassete comentários de indivíduos que, digamos, perderam o norte...

Ainda me dei ao trabalho de responder a um deles, mas depressa perdi a paciência. Não tenho o mínimo jeito para a psiquiatria e ainda por cima ia fazer o trabalho de borla.

Caros corruptos, há comprimidos porreiros para isso, deixem lá a malta dos blogs em paz. Têm o vosso tratamento no título do post. As vossas melhoras.

"Cadê o rolo compressor?"

terça-feira, 27 de Outubro de 2009



Grande Pedro Ribeiro!

É por este género de vídeos que nunca te poderemos ver em programas como Dia Seguinte, Trio d´Ataque ou Prolongamento. Continua assim.

Não se acanhem

Podem anular-nos golos limpos; podem permitir golos ilegais contra nós; podem amarelar estupidamente os nossos jogadores; podem ser complacentes com o jogo violento dos nossos adversários; podem permitir que o adversário queime tempo impunemente; podem atirar-nos com árbitros implicados no Apito Dourado; podem insultar o nosso treinador; podem pretender comparar o nosso túnel a outro mais a Norte; podem jogar com três, quatro ou cinco centrais; podem descaradamente tentar manter na corrida o clube corrupto; podem afirmar que os nossos craques vão sair em Janeiro; podem inventar que tomamos doping; podem dizer que só marcamos de penálti; podem alegar que os nossos adversários são todos muito fracos.

Esta época, podem fazer o que quiserem. Não se acanhem. Atirem-nos com tudo. Façam o vosso pior.

Nós, cá estaremos para vos receber com um sorriso nos lábios e fazer o nosso melhor. Despachar-vos todas as semanas.

Somos o Benfica.

Falar de cor

Para todos os energúmenos que pedem um jogo de castigo ao Aimar, por simulação de grande penalidade, lembrando o caso de Lisandro no jogo contra o Benfica na época passada, aqui fica a lei:

Artigo 121º

a)

2. "o jogador que provoque decisão errada da equipa de arbitragem por ter (...) simulado de forma evidente falta inexistente que conduza à marcação de grande penalidade com benefício para a sua equipa na atribuição final dos pontos em disputa (...) é punido com pena de suspensão de 1 jogo".

3. "(...) sem benefício para a sua equipa ou prejuízo para a equipa adversária na atribuição final dos pontos o jogador é punido em multa de 500 a 2500 euros".


Conseguem perceber a diferença, bando de atrasados mentais?

Benfica 6-1 Nacional

segunda-feira, 26 de Outubro de 2009

O primeiro lance de perigo surgiu logo aos 5' mas curiosamente foi para o Nacional, num remate defendido por Quim, que cedeu canto. Depois tivemos mais dez minutos de jogo pouco interessantes até que aos 16' o inevitável Tacuara abre o marcador. O Nacional empata (ilegalmente) pouco depois e a partir daí... só deu Benfica. Um verdadeiro massacre!

Deixo só uma perguntinha: o Nacional também é muito fraquinho e vai descer de divisão?

Quim: apenas uma defesa em todo o encontro e sem hipóteses no lance do golo.

Maxi: primeira parte a apalpar terreno. Na segunda soltou-se para uma exibição agradável, participando em muitas acções ofensivas.

Fábio Coentrão: quando vi que era ele o escolhido para substituir o azarado César Peixoto, levei as mãos à cabeça. Enganei-me redondamente. Fez duas assistências para golo e também esteve envolvido no quarto. Defensivamente, e apesar de alguns erros posicionais compreensíveis, cumpriu.

Luisão: cortou muitas bolas de cabeça em lances de bola parada, um dos pontos fortes dos madeirenses.

David Luiz: teve que cobrir muitas vezes as subidas de Fábio Coentrão e fê-lo sempre impecavelmente. É impressionante a forma como por vezes parte atrasado em relação ao adversário e o alcança facilmente em duas ou três passadas. Bateu o livre que permitiu a recarga vitoriosa de Nuno Gomes.

Javi Garcia: depressa se percebeu que estava algo desapoiado face ao meio-campo do Nacional, o que permitiu que os madeirenses criassem alguns lances de perigo. Ramires foi ajudá-lo.

Ramires: jogo mais táctico e de ocupação de espaços, dada a boa capacidade de circulação de bola do Nacional. Na primeira parte Bracali negou-lhe um golo com uma defesa espectacular. No final do jogo foi João Aurélio que o impediu de marcar, derrubando-o na grande área.

Di Maria: sempre muito activo durante toda a partida. Podia ter feito o 2-0 mas permitiu a defesa de Bracali, esteve no lance do quarto golo e pelo meio ainda fez um cruzamento de trivela espectacular.

Aimar: pelos seus pés passou todo o futebol ofensivo do Benfica. O passe para Coentrão no lance do primeiro golo é simplesmente delicioso e a jogada que origina o primeiro penálti (mal assinalado) é genial.

Saviola: o jogo contra o Everton abriu-lhe o apetite e bisou novamente, além de, com as suas constantes movimentações, ter voltado a estraçalhar a defesa adversária. Grande passe a colocar Di Maria na cara do guarda-redes e mais dois golos para a sua conta pessoal.

Cardozo: hat trick e num lance que aparentemente já parecia perdido, teve a clareza de espírito para servir Saviola para o golo. Não se pode pedir mais a um ponta-de-lança.

Carlos Martins: é azar a mais.

Ruben Amorim: com o jogo decidido, não teve muito trabalho defensivo. Integrou-se bem nas manobras ofensivas.

Nuno Gomes: ainda foi a tempo de molhar o bico.

Que canal tão triste

Estou muito contente por mais uma vitória do nosso Benfica. Estamos a ficar mal-habituados...

Mas o que me leva a escrever é uma porcaria chamada Sporttv. Se fosse eu a pagar pelo canal cá em casa, já o teria cancelado. É incrível a falta de nível das pessoas que comentam naquele canal. Os comentadores parecem que têm medo de falar. Um penalty claro é transformado em toque ligeiro. Meus amigos, toque ligeiro é contacto. Contacto dentro da área é falta, logo penalty.

Estes senhores inventaram, honra lhes seja feita, o conceito de falta intencional nos jogos do Benfica. Ou seja, ou há faltas grosseiras e eles não têm como dizer que não, ou então andam ali às voltas, a dizer que é toque ligeiro.

Quanto aos repórteres de pista, esses coitados, foram ensinados a falar de tudo menos de futebol. No flash interview, fala-se mais de túneis (menos quando o jogo é no Dragão, porque aí levam no focinho se falam) e de picardias pessoais do que do jogo em si. O repórter de hoje explorou, até Jorge Jesus se irritar, a clara antipatia que este e Manuel Machado nutrem um pelo outro. Isto não é nada... Coisa que nunca os vi a explorar foi corrupção, fruta e chocolatinhos... Ah, já me esqueci, o rei da fruta é grande amigo do patrão...

CARREGA BENFICA!

Tem a palavra a ERC

Tomei a liberdade de transcrever um comunicado do Sport Lisboa e Benfica:

"Será que a ERC agora fica calada?


Na manhã de hoje, em letras gordas e em primeira página, o 24 Horas titula “Director do Futsal do Benfica suspeito de burla de 2,5 milhões”. É um título sugestivo, capaz de captar a atenção do leitor mais desatento e, ao mesmo tempo, garantir a venda de um número significativo de exemplares. O problema é que a chamada de primeira página é falsa. Da capa para à página 14, o director passa a ex-director e, afinal, já nada tem a ver com o Benfica desde 2007. Será que alguém na ERC se preocupa com este tipo de jornalismo? Sinceramente acreditamos que não.

Esperemos, pelo menos, que os leitores do 24 horas o façam, porque isto é enganar os leitores! Já agora, um esclarecimento adicional: o Sr. Luís Moreira nunca foi director do Sport Lisboa e Benfica. Tinha, efectivamente, responsabilidades no Futsal, numa altura em que a modalidade era ‘externa’ ao Clube, ou seja, usava o nome do Benfica, mas era uma organização autónoma ao Clube. Foi precisamente com a fuga do Sr. Luís Moreira que o Benfica decidiu assumir a gestão da modalidade do Clube. Já agora, este esclarecimento serve também para a TVI."

Portanto, temos um suposto director, que depois já é um suposto ex-director e afinal é um suposto nada.
De facto, gostava imenso de ouvir a douta ERC sobre este assunto...

Portugal no seu melhor.

Capitão Luisão

Luís Filipe Vieira anunciou em directo na Benfica Tv que Luisão vai renovar com o Benfica até 2013.

Uma excelente notícia!



Obrigado ao JJD por ter disponibilizado o vídeo.

Basta da bosta da Besta!

A agressão da Besta Alves sobre um jogador da Académica, pouco antes do primeiro golo do foculporto, foi das mais bárbaras, vis e cobardes que já vi. Não me recordo do nome do jogador da Briosa, mas o rapaz foi pontapeado, agarrado, empurrado e, já no chão, a Besta, também ela no chão, atinge-o traiçoeiramente com um pontapé na cabeça. Digno de filme.
O árbitro? Não é preciso responder, pois não?

O nojo que tenho por tão reles criatura cresce de cada vez que o vejo em acção, e daí resulta que eu me recuse a ver jogos do foculporto. Com excepção dos do Benfica e da Académica, equipa por quem nutro algum afecto.

E é por isso que, enquanto esse animal estiver de Quinas ao peito, a selecção não me diz rigorosamente nada. Qualquer equipa que dê guarida a um facínora dos relvados daquele calibre não merece sequer pisar um relvado.
Uma coisa é ser duro e viril, outra é ter o físico do Frankenstein e a perversidade de um Gremlin. Criaturas destas deveriam ser impedidas de praticar qualquer espécie de desporto.

À Besta, apenas lhe posso desejar tudo o que ele já fez a inúmeros colegas de profissão. A dobrar.

A protecção aos corruptos

domingo, 25 de Outubro de 2009

Depois de assistir ao jogo da agremiação corrupta contra a Académica, a ideia que há muito todos temos volta a confirmar-se: aquele clube é um protegido.

A começar pelos árbitros. Uma vez mais, Burro Alves pôs em campo a sua virilidade, vulgo "filha da putice", pregando uma cotovelada pelas costas a um jogador adversário logo na primeira parte. Outro jogador de outro clube teria visto amarelo. Mas é aquela besta, logo não vê cartões. Na segunda parte, na mesma jogada, agarrou, acotovelou, pisou e pontapeou Sougou. Aconteceu-lhe alguma coisa? Ao Sougou, sim...Ficou estendido. À besta, claro que não. Precisou de ceifar as pernas de mais um jogador adversário para ver o cartão amarelo. Certamente que o árbitro lhe pedirá desculpas no final do jogo.

Continuando... O 3.º golo do foculporco é marcado em fora-de-jogo. CLARO COMO A ÁGUA!

Estes dois sinais de protecção são reforçados pelo 3.º sinal: os comentadores e jornalistas desportivos. Não tiveram coragem para apontar o dedo à besta. E mesmo no 3.º golo, as repetições eram claras ao mostrar a evidência. Evidência esta que o comentador transformou em "posição duvidosa". Quanto aos comentadores, se têm medo de levar nos cornos por falarem a verdade, recusem comentar jogos do foculporto. Agora, os jornalistas têm um código deontológico que os vincula. Parece que o medo de serem surrados lhes permite esquecer tais normas de conduta.

Tudo igual no futebolzinho português.

Como a comunicação social vê os jogos do Benfica

ou "Ver futebol com o olho de trás":

Benfica 1-1 Marítimo: o Benfica, com alguma sorte, conseguiu chegar à igualdade muito perto do final do jogo. O Benfica da pré-época era fogo de vista.

Benfica 4-0 Poltava: qualquer um ganhava a esta equipa, são muito fraquinhos.

Guimarães 0-1 Benfica: o Benfica, com muita sorte, conseguiu o golo da vitória muito perto do final do jogo.

Poltava 2-1 Benfica: como é possível perder com uma equipa tão fraquinha? Este Benfica é só fogo de vista.

Benfica 8-1 Setúbal: o Setúbal é a pior equipa dos últimos cem anos, parecem amadores. Vão descer de divisão.

Belenenses 0-4 Benfica: o Belenenses é a pior equipa dos últimos cem anos, parecem amadores. Vão descer de divisão.

Benfica 2-0 BATE: qualquer um ganhava a esta equipa, são muito fraquinhos.

Leiria 1-2 Benfica: o Benfica ganhou com um penálti roubado e até merecia ter perdido. E ainda por cima o Leiria nem joga nada de jeito. Vão descer de divisão.

Benfica 5-0 Leixões: o Leixões é a pior equipa dos últimos cem anos, parecem amadores. Vão descer de divisão. O Benfica só marca de penálti.

AEK 1-0 Benfica: o Benfica é mesmo fraco para perder com uma equipa tão fraca como esta. O Benfica dificilmente passará à próxima fase. Ainda por cima os próximos dois jogos são contra o poderoso Everton.

Paços 1-3 Benfica: o Benfica teve sorte porque marcou muito cedo. Também teve sorte porque se o Paços faz o 2-3 de certeza que conseguia empatar.

Monsanto 0-6 Benfica: só mesmo destas equipas para levarem goleadas do Benfica. No próximo jogo contra o poderoso Everton é que vamos ver o que este Benfica vale.

Benfica 5-0 Everton: assim é fácil, o Everton jogou sem 16 titulares. O Everton vai descer de divisão.

Domingos, paciência

Ao fim de oito jogos, e depois de muita ajuda extra, a filial corrupta de Braga lá perdeu os primeiros pontos no campeonato. E o que faz Domingos? Estrebucha, rebola, arranca os cabelos e chora baba e ranho. Até pode ter razões de queixa no lance do golo do Rio Ave, mas o seu comportamento, um caso grave de jesualdite aguda, em relação às arbitragens dos outros sete jogos não pode permitir que seja levado a sério.

Quanto ao seu desejo de só admitir perder pontos quando o adversário for melhor, para a semana tratamos disso....

O parasita

sábado, 24 de Outubro de 2009

Se o Di Maria continuar com estas boas exibições e fizer um Mundial razoável, os 40 milhões da recente cláusula de rescisão parecem-me muito pouco. Ainda mais se compararmos com as cláusulas de 60 e 50 milhões de Cardozo e David Luiz, ambos excelentes jogadores mas sem o mediatismo e o potencial de mercado do jovem argentino.

É o que dá permitir que um conhecido parasita do mundo do futebol tenha adquirido parte do seu passe.

Flores para um moribundo

sexta-feira, 23 de Outubro de 2009

Há coisas que não têm explicação. Uma delas é o Atlético de Madrid ter contratado o Quique Flores. Bastava que os dirigentes do Atlético se tivessem dado ao trabalho de ver dois ou três jogos do Benfica da época passada e comparassem com o Benfica actual para chegarem a uma só conclusão: Quique Flores não percebe um boi de futebol.

A maneira como quase destruiu as carreiras de Aimar, colocando-o a médio esquerdo, de Cardozo, colocando-o no banco, e de David Luiz, colocando-o na esquerda, bem como a total inaptidão para extrair sequer um pingo de futebol do talento de Di Maria deveriam ser considerados um crime lesa-Benfica.

Felizmente que tudo isso já faz parte do passado e esses jogadores recuperaram o tempo perdido e a alegria de jogar. Mas não me esqueço que o senhor Enrique ainda nos deve 4 milhões do Balboa...

Se já tinha pena do Simão, agora tenho também preocupação. Será que vai passar a jogar a defesa esquerdo? Bem, o Queiro(ó)s(z) até agradecia...

Enfim, o enterro do Atlético vai prosseguir calmamente. Desta vez com direito a flores.

Jesus is Lord

Poucos minutos depois do início da segunda parte do jogo de ontem, um certamente horrorizado adepto toffee desabafava num fórum do Everton:

JOHN WILSON

pray to GOD to finish now the game

Thursday 22nd Oct 2009 19:13



Dear John, God only has eyes for Jesus. You should've known better...

Benfica 5-0 Everton

O Benfica entrou em campo à procura de um golo madrugador e conseguiu-o. Depois, houve um nítido afrouxar, o que permitiu ao Everton ensaiar duas ou três jogadas e equilibrar as operações. A dez minutos do fim da primeira parte o Benfica resolveu acelerar novamente e deixou no ar o prenúncio do que iria ser o segundo tempo.
Os jogadores vieram do balneário com claras instruções para acabar com o jogo e foi o que fizeram. Sem piedade. Ao fim de alguns minutos o jogo estava decidido e alguns adeptos ingleses, conhecidos pelo apoio incondicional aos seus clubes, começaram a abandonar o Estádio da Luz, vergados pelo Benfica mais demolidor que eu já vi.

Júlio César: Três boas saídas a punhos na primeira parte. De resto, foi um espectador privilegiado dos acontecimentos.

Ruben Amorim: defensivamente fez o que tinha a fazer e na segunda parte ajudou a desequilibrar o lado esquerdo da defesa dos ingleses. De mera alternativa para o lugar, assume-se cada vez mais como um sério candidato. Maxi que se cuide.

César Peixoto: algo trapalhão na defesa, procurou ajudar Di Maria no ataque. Iam-lhe partindo uma perna.

Luisão: meteu o possante Yakubu no bolso e julgo que não erro se disser que não perdeu um único lance para ninguém. Esteve muito perto do golo nos primeiros minutos, mas fez mesmo o gosto à cabeça no segundo tempo. Imperial, mais uma vez.

David Luiz: a exuberância de sempre, mas com algumas faltas parvas na primeira parte. Na segunda parte teve muito menos trabalho e no final do jogo fez um passe fabuloso para Di Maria, que deu origem ao quinto golo.

Javi García: Rodwell, Fellaini, Bilyaletdinov, Cahill e até Jô caíram no seu espaço. Todos perceberam que se calhar não era por ali...

Ramires: depois da bordoada que levou, actuou em claro controlo de esforço, mas mesmo assim não sabe jogar mal. Irrepreensível em termos tácticos. Devia ter sido um dos substituídos.

Di Maria: sem sombra de dúvida a melhor exibição desde que veste de encarnado. Três assistências para golo, uma bola no ferro (e como merecia que ela tivesse entrado), muita correria e uma vontade de fazer sempre mais e melhor do tamanho do Mundo. O pobre Gosling deve ter tomado uns antidepressivos antes de ir dormir.

Aimar: a sua contribuição para o futebol da equipa pode não ter sido tão visível como em jogos anteriores, mas foi a obsessão do treinador do Everton em não o deixar jogar (a maior parte das vezes tinha dois adversários em cima) que permitiu mais espaços para os restantes jogadores. Recuperou a bola que deu origem ao segundo golo e marcou o canto para a cabeçada certeira de Luisão. Vi-o por duas vezes a fazer de defesa esquerdo e outras tantas de médio direito. Impressionante a sua disponibilidade para ajudar a equipa em qualquer parte do campo.

Saviola: apesar do excelente jogo de Di Maria, foi este o homem do jogo. É incrível como alguém tão pequenino consegue estraçalhar por completo uma defesa. Dois golos, uma assistência, inúmeras desmarcações, tabelinhas deliciosas com Aimar, recuperações de bola. Mas, acima de tudo, uma inteligência muito, muito acima da média. E tudo isto por uns ridículos 5 milhões de euros. É para rir...

Cardozo: primeira parte algo discreta, muito por culpa de um certo adormecimento da equipa. Na segunda parte acabou com o jogo com dois golos em dois minutos e podia ter marcado mais um ou dois. À matador.

Carlos Martins: entrou para Aimar descansar e trouxe mais frescura física ao meio-campo.

Fábio Coentrão: jogo ideal para entrar em campo. Resultado feito e o adversário de rastos.

Weldon: possibilitou uma tremenda ovação a El Conejo. Dentro do campo, não havia tempo para mais.

Toffees

quinta-feira, 22 de Outubro de 2009


Felizmente para o Benfica que este Everton é uma pálida sombra do Everton que ficou o ano passado em 5º lugar na Liga Inglesa.

Além de ter perdido o seu melhor defesa, Lescott, para o Manchester City, há muitos jogadores importantes lesionados (Jagielka, Osman, Arteta, Yobo, Pienaar) e o nível de jogo da equipa em nada se compara ao da época passada.

Acredito que a voracidade do futebol do Benfica conseguirá degustar estes toffees de Liverpool sem grandes sobressaltos.

O dinheiro não é tudo

Chega a ser penoso ver Simão Sabrosa com a camisola do Atlético de Madrid no corpo. Não é claramente jogador para equipa tão vulgar.

Este é um daqueles casos típicos, que proliferam no futebol, em que o passo em frente em termos financeiros não compensou minimamente os dez passos atrás em termos desportivos. Mais que ninguém, julgo que o próprio Simão terá consciência disso.

Espero voltar a vê-lo de águia ao peito enquanto jogador de topo que ainda é.

Será que...?

quarta-feira, 21 de Outubro de 2009

No primeiro jogo da Liga Intercalar, que serve para rodar júniores e jogadores do plantel principal menos utilizados, o Benfica ganhou 4-1 ao Belenenses.
Jorge Ribeiro e Balboa marcaram dois golos cada um...

Estará aqui o princípio de algo ou sou eu que me entusiasmo facilmente?

Golo de bandeira

Na véspera de jogarmos novamente contra uma equipa de Liverpool, apetece-me recordar isto:

Lógica da batata

terça-feira, 20 de Outubro de 2009

Ponto prévio: não percebo nada de jardinagem (o que até é motivo de algum orgulho, dado ser uma actividade bastante efeminada).

Facto: o relvado do zbordin é uma miséria por causa de uma praga de algas.

Questão: onde é que normalmente há algas?

Resposta: na água.

Questão: o que é que mete água por todos os lados?

Resposta: o futebol do zbordin.

E ainda se admiram por andarem sempre a ter que trocar de relvado...

Vivó homem que tem a mania que percebe de arbitragem!

Escreve Cruz dos Santos na coluna "Vivó Árbitro" n' A Bola:

"Foi bonita a «Festa da Taça» que o jogo Monsanto-Benfica levou a Torres Novas no passado sábado. E o jogo teve o invulgar episódio de, pouco depois do início da segunda parte, Felipe Menezes ver o cartão amarelo devido a óbvio lapso ocorrido, durante o intervalo, na cabina do Benfica. Só assim se compreende que o jogador tenha surgido com a camisola 23 (tal como David Luiz), depois de ter feito toda a primeira parte com a camisola 24, que é a sua. Mas, mesmo tratando-se de lapso evidente, a advertência tornou-se inevitável, porque houvera troca de equipamento (quanto a número) sem a necessária autorização do árbitro."

Estive a ler as leis do jogo e elas são claras: o árbitro deveria ter dito ao jogador para sair do campo e trocar de equipamento. Só poderia mostrar cartão amarelo se o Felipe se tivesse recusado a sair.
Julgo que não é preciso ser-se muito inteligente para chegar à conclusão que o amarelo é ridículo.
Gostava de ter acesso ao relatório do senhor Paulo Costa. É que a única forma de ele se safar desta embrulhada é dizer que o amarelo foi por comportamento antidesportivo e inventar uma treta qualquer.

Além de termos um árbitro (Paulo Costa) que não conhece as leis do seu ofício, temos um jornalista desportivo (Cruz dos Santos) com a mania que percebe de arbitragem que, mesmo confortavelmente sentado no seu sofá e com acesso à informação, demonstra toda a sua ignorância.


P.S. Não sei porquê, mas há por aí muito boa gente convencida que o Cruz dos Santos foi árbitro e que é um expert na matéria. Deve ser um daqueles mitos urbanos que de tantas vezes repetido passou a ser verdade.

A €scolha óbvia

segunda-feira, 19 de Outubro de 2009

A escolha do Estádio da Luz como palco para receber o playoff de acesso ao Mundial é tão óbvia que nem merece que se teçam grandes considerações sobre o assunto. O dinheiro, como sempre, falou mais alto e a Federação escolheu o recinto que lhe proporcionará maior receita.
Ao contrário do que se escreve e comenta por aí, julgo mesmo que o dragay nunca foi opção. Nem mesmo a famosa capacidade de persuasão do presidente corrupto seria capaz de cobrir a diferença de receita caso o jogo se realizasse no Porto e não em Lisboa. A Federação está falida e estes não são tempos de se colocar as boas graças de Bimbo da Bosta à frente de dinheiro vivo.

Mas não tenho dúvidas de que caso o dragay tivesse a mesma lotação do que a Luz, a conversa seria outra.

O dilema

Atendendo à especificidade da condição física de Pablo Aimar, não me parece crível que Jesus lhe dê a titularidade contra Everton e Nacional. O craque argentino só deverá alinhar numa dessas partidas.

Como para mim a grande prioridade é o campeonato, preferia ter o Aimar fresquinho para o jogo de segunda-feira.

Seriedade é isto

domingo, 18 de Outubro de 2009

Ainda continuando no tema "Taça de Portugal", gostaria de dar os parabéns ao foculporto pela seriedade com que encarou o jogo de ontem contra o Sertanense.

Mesmo jogando sem muitos dos seus titulares, a equipa não se desviou um milímetro do seu fio de jogo. Houve os habituais penáltis não assinalados contra o foculporto, o habitual penálti a favor do foculporto e as habituais expulsões de jogadores adversários.

O Sertanense, em vez de se queixar do árbitro, só tem que ficar extremamente orgulhoso daquilo que se passou. Na festa da Taça, o foculporto não entra em brincadeiras.

Monsanto 0-6 Benfica

É nestes jogos da Taça de Portugal que está a verdadeira essência do futebol.
Para mim, o resultado e a exibição do Benfica eram o menos importante. Do que gostei mesmo?

- uma aldeia completamente deserta, à excepção de dois ou três GNRs que a ficaram a guardar durante o jogo

- o presidente do Monsanto exibir com orgulho o cartão de sócio do Benfica

- já com as equipas no relvado, o guarda-redes suplente do Monsanto afirmar, numa inocência deliciosa, que estava emocionado por defrontar a equipa por quem sofre todos os fins-de-semana

- Vítor Alves não ter dado ordem aos seus jogadores para abusarem das perdas de tempo nem para recorrerem à violência

- o respeito pelo adversário com que o Benfica encarou este jogo

Verdades insofismáveis

sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

"O Benfica é um gigante adormecido que despertou", diz o Figo.

"O zbordin é um anãozinho eufórico a quem tiraram as andas e as metanfetaminas", digo eu.

Resultado da Sondagem nº 9

quinta-feira, 15 de Outubro de 2009

À pergunta "Com qual guarda-redes deverá o Benfica renovar contrato?", os leitores do Céu Encarnado responderam:

- ambos 30%

- nenhum 25%

- Moreira 24%

- Quim 21%


Julgo que estes resultados são bem demonstrativos de que a questão da baliza não reúne o mínimo de consenso entre os adeptos (e muito me admiraria o contrário).
A grande e triste verdade é que desde a saída de Preud'homme, no final da época 1998/99, nunca mais tivemos um grande guarda-redes. Dez anos sem alguém de topo na baliza, além de ser muito tempo, é totalmente inacreditável num clube com a grandeza do Benfica.

Já era tempo de se tratar disso, não?

Afinal...

Apesar de tudo o que é jornalista e comentador ter andado obcecado com a dúvida "sai Pedro Mendes e entra Pepe?", afinal parece que eu tinha razão em dizer "sai o troglodita e entra Pepe".
Eu sinceramente tinha vergonha de estar de tal maneira condicionado que haja certo tipo de questões que não se possam levantar.

Desta vez, dou os meus parabéns a Queiro(ó)z(s).

He's coming

quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

Hermínio Loureiro venceu as eleições para a presidência da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. Quanto à Liga, deixou o avisou: "só em circunstâncias muito extraordinárias é que eu poderia pensar em recandidatar-me". O que, usando o descodificador de políticos, deverá ser entendido como: "nem pensem que me vou recandidatar".

Portanto, em Maio de 2010...

Muitos "??", a mesma resposta

A questão desportiva do momento é "sai Pedro Mendes e entra Pepe?"
Esta questão cheira a podre.

Porque é que, em vez do já insuportável "sai Pedro Mendes e entra Pepe?", ninguém se lembra de "sai o troglodita e entra Pepe?" Será proibido falar nisto? Será que não convém que a populaça se lembre de que o Pepe é o central titular do Real Madrid? Será que os jornalistas não podem levantar esta questão? Será que o Queiro(ó)z(s) não saberia o que responder? Será um acto de loucura utilizar dois titularíssimos de duas das equipas mais fortes do Mundo? Será que nunca mais teremos hipóteses de ver Ricardo Carvalho e Pepe actuarem lado a lado ao serviço da selecção?
Mas afinal será assim tão estranho alinhar com a melhor dupla de centrais portugueses (perdão, um português e outro brasileiro) do momento?

É evidente que a resposta a todas estas questões é bastante simples: só se o troglodita estiver lesionado, suspenso ou, quando um dos principais objectivos desta palhaçada que é a selecção queirosiana estiver finalmente cumprido, o foculporto vender o troglodita por uns quantos milhões.

Há ainda uma quarta hipótese, que eu gostava de ver posta em prática já contra Malta: Queiro(ó)z(s) ser homenzinho e colocar o troglodita no banco.
Se bem que a probabilidade de isso acontecer seja igual à de Portugal não vencer o jogo.

Bem, com Queiro(ó)z(s) ao leme já não digo nada...

Começou o circo

terça-feira, 13 de Outubro de 2009

Eu não sei se o Arabian City está interessado no Ramires ou não. O que eu sei é que aquilo que os jornais escrevem não faz sentido nenhum: "Caso falhe a contratação de Ribéry, o City vira-se para Ramires".
É que tem mesmo tudo a ver... E se falhar a do Maicon, viram-se para o Luisão?

Quanto ao interesse da Lazio no Aimar: bem, o Rui Costa também gostava de ter o Kaká no Benfica, mas infelizmente não dá.

De qualquer forma, se calhar era bem pensado subir as cláusulas de rescisão de alguma rapaziada. Antes de Janeiro, de preferência...

"Pois ta bem!"

domingo, 11 de Outubro de 2009

O cabeça de cotonete (assim apelidado nas escutas pelo amigo Pinto das Bufas) e os sportinguistas no geral são criaturas estranhas. Parecem aquelas mulheres que mal vêem uma peça de roupa nova numa amiga desatam a apontar defeitos, mas que depois até pensam em comprar.

Quando o Benfica criou a BenficaTV, logo se lançaram a gozar com a iniciativa, dizendo que só iam passar imagens ao estilo RTP memória. Enganaram-se e bem... e a dor de cotovelo é tão grande que até já pensam fazer o mesmo... "Pois ta bem!"

Na semana passada, o cabeça de cotonete veio implicar com o fundo de investimento do Benfica, um fundo perfeitamente legal e controlado e aprovado pelas entidades competentes. Uma vez mais a inveja a falar. Agora é ele que admite criar um fundo semelhante... "Pois ta bem!"

O que virá a seguir? Vão criticar o Benfica por levar mais de 20 golos marcados no campeonato até esta data? E a uns dias depois decidem que também querem o Zbording a marcar muitos golos... "Pois ta bem!"

O voto é livre, mas há limites...

sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

Nunca falei de política neste blog, mas não consigo deixar passar isto em claro. Se bem que, no máximo dos máximos, isto será apenas um arremedo de política.

Portanto, lanço aqui o apelo aos hipotéticos leitores deste blog que pertençam à freguesia dos Anjos, em Lisboa:

por favor, não votem naquela criatura!

Sacrilégio

Estava a ver na Benfica Tv um concurso chamado "Quem é o maior benfiquista?", apresentado pelo João Malheiro. A dada altura, um dos passatempos, chamado "Quem é esta grande figura benfiquista?", consistia em fazer com que os concorrentes descobrissem quem se escondia por trás de uma série de fotografias cobertas por vários quadradinhos que iam desaparecendo.
Veio a primeira fotografia. Qual não foi o meu espanto quando os tais quadradinhos desapareceram e mostraram Paulo Sousa.

Mudei imediatamente de canal. Há coisas com as quais não se brinca.

Medo

quinta-feira, 8 de Outubro de 2009

Depois de ler isto, aumenta o meu receio de que aquela figurinha abjecta que participa no programa "O Dia Seguinte" vai ser o próximo presidente da Liga. Depois de todo o esforço que o Benfica tem feito para o futebol português voltar a ter um pingo de honestidade, isto seria o equivalente a regressar à Idade das Trevas.

Espero estar redondamente enganado. Para bem do Benfica e do futebol português.

Onde há fumo, há fogo

Depois de ter comprado 35% da Tvi e cerca de 25% do Benfica Stars Funds, e ao que parece com intenção de chegar aos 50%, a Ongoing perfila-se assim como o mais sério concorrente do Oliveirinha na renegociação dos direitos televisivos dos jogos do Benfica.
Do ponto de vista do clube, obviamente que isto é óptimo. Quantos mais possíveis compradores, melhor.

Mas, caso Moniz estivesse na presidência do clube, duvido muito que o Benfica visse os seus superiores interesses defendidos com unhas e dentes.

Afinal, não estava tudo maluco e a imaginar conspirações escabrosas. Havia mesmo fogo a arder por trás daquela ténue parede de fumo. Um fogo bem grande...

Pantominices

quarta-feira, 7 de Outubro de 2009


Esta capa diz-nos que "Ninguém tem média de golos superior ao Benfica" e que, por isso, é o "Melhor ataque no Mundo". Esta capa mente.
Abrindo o jornal, afinal o Mundo resume-se aos "20 principais campeonatos europeus", "melhores cinco sul-americanos", "melhores três africanos e três asiáticos" e "melhor da Oceânia".
Ainda mais curioso, é que se me fizessem enumerar os "20 principais campeonatos europeus" eu seguramente incluiria na lista o campeonato Croata. E falo no campeonato da Croácia porque o Dinamo de Zagreb tinha 27 golos marcados à 7ª jornada. Mais três do que o Benfica, portanto.
Mas para os pasquineiros deste jornal, de quem já espero tudo, talvez o campeonato das Ilhas Faroé seja superior...

Este tipo de capas de jornal bacocas dão-me bastante raiva, pois pretendem passar um atestado de estupidez aos benfiquistas e ainda encher os bolsos à custa deles. Esta euforia desmedida causada pelos pasquins, em especial pel' "A Bola", só vai servir para que, ao menor revés, os benfiquistas desmoralizem. E temos um triste e recente exemplo disso mesmo, aquando da derrota em Atenas. No dia seguinte a esse jogo, no restaurante onde costumo almoçar, já se falava mal de tudo. Era o Jesus que não percebia nada daquilo, o Ramires que estava todo roto, o Cardozo que só marcava de penálti, o Aimar que estava velho e outras barbaridades do género. As pessoas (de idades e estratos sociais variados) que diziam isto eram exactamente as mesmas que uns dias atrás diziam que o Benfica era um sério candidato a ganhar a Liga Europa e que íamos ganhar o campeonato sem derrotas.

É preciso compreender que a esmagadora maioria dos benfiquistas é como as pessoas daquele restaurante: não conhecem meio-termo. Ou estão no oito ou no oitenta. Ou aplaudem ou assobiam. Ou veneram um jogador ou o insultam. O treinador é genial ou é uma besta. Ou esgotam uma banca de jornais ou não compram nenhum.
A comunicação social sabe isso e não perdoa. O que é triste é que haja blogs benfiquistas que embarquem nesta pantomina.

Nunca gostei de deitar foguetes antes do tempo. A festa, a grande festa, fá-la-ei apenas no final do campeonato.

Sondagem nº9

Quim e Moreira aproximam-se do final dos respectivos contratos. Um é titular nos jogos do campeonato, o outro provavelmente só o será em jogos da Taça de Portugal e/ou Taça da Liga.

O que deverá o Benfica fazer com eles?

Podem votar aqui ao lado.

tópico aberto aos senhores da sic e rtpn

terça-feira, 6 de Outubro de 2009

Depois de ter vindo a assistir a inúmeras conversas no Trio de Ataque e no Dia Seguinte, deixo aqui uma sugestão aos responsáveis pelos dois programas: os comentadores afectos ao foculporto e ao zbording deveriam sentar-se lado a lado, perfilando-se de frente para os comentadores do Benfica.

Não há assunto em que os comentadores do foculporto e do zbording não se unam para contrariar e atacar o Benfica.

Já o disse aqui uma vez e volto a dizer: os comentadores do Benfica deveriam deixar de ir a estes programas, deixando as respectivas estações de televisão sem mais de metade da audiência que devem ter.

Paços de Ferreira 1-3 Benfica

Muito se escreveu e teorizou sobre este jogo. Quase todos, inclusive muitos benfiquistas, anteviam um jogo muito complicado e o início do fim do Benfica.
Os jogadores responderam a toda essa parvoíce com uma entrada em campo fortíssima, que resolveu o jogo logo na primeira parte. Depois, foi só gerir o resultado.

Quim: negou sempre o que, por várias vezes, pareceu iminente. No lance do golo não tem qualquer hipótese.

Ruben Amorim: cada vez mais adaptado a esta posição. Não deu qualquer hipótese a quem lhe apareceu pela frente. Só foi pena a escorregadela no lance do golo do Paços. Teve que ser substituído porque já tinha um amarelo e o árbitro andava de olho nele.

Shaffer: muita raça e algumas boas incursões ofensivas não fazem esquecer os buracos do costume lá atrás. O treinador adversário também percebeu isso e na segunda parte o Paços pura e simplesmente abdicou de atacar pela esquerda...

Luisão: o patrão da defesa. Não perdeu um único lance.

David Luiz: inaugurou o marcador com uma grande cabeçada ao primeiro poste. Voltou a ser defesa central e defesa esquerdo ao mesmo tempo. Cortou tudo o que havia para cortar.

Javi García: depois da noite menos conseguida em Atenas, regressou ao seu habitual. Ou seja, uma muralha intransponível.

Ramires: primeira parte simplesmente espectacular. No segundo tempo decaiu um pouco e acabou novamente a lateral direito. Belíssima entrada por trás sobre o árbitro.

Fábio Coentrão: na NBA há casos crónicos de jogadores que só rendem se saltarem do banco de suplentes. Julgo que o mesmo se passa com Coentrão. Ainda não tem a confiança e a maturidade necessárias para ser titular.

Carlos Martins: os meus olhos não estavam a acreditar no que viam. Um Carlos Martins de processos simples, sem complicar, com opções ajuizadas... Resumindo, um patrão do meio-campo. Bateu o canto que deu origem ao primeiro golo e marcou o segundo num estoiro do meio da rua. Foi pena a lesão... Sem ele, o Benfica piorou e muito.

Saviola: entrou em campo endiabrado e com vontade de marcar, o que só não conseguiu por manifesto azar. As suas movimentações na procura da bola e abertura de espaços são uma verdadeira delícia para quem vê e um tormento para quem tem que o defender. Ganhou a falta que permitiu a Cardozo fazer o 0-3. Na segunda parte mostrou algum desgaste e talvez devesse ter sido substituído um pouco mais cedo.

Cardozo: ganhou muitos lances no ataque e combinou quase sempre bem com os colegas. Bem cedo teve o golo nos pés, mas falhou. Redimiu-se mais tarde com mais um livre à Cardozo.

Felipe Menezes: esforçou-se, mas era difícil fazer esquecer o grande Carlos Martins da primeira parte. Voltou a mostrar excelentes pormenores técnicos e boa visão de jogo.

César Peixoto: é um facto indesmentível que até os grandes treinadores têm teimosias parvas. Este é um excelente exemplo disso.

Weldon: refrescou o ataque e colocou em sentido a defesa do Paços, quando este preparava o assalto final à baliza do Benfica.

Dinheiro vivo

segunda-feira, 5 de Outubro de 2009

O Fundo de Investimento do Benfica teve ontem um primeiro teste relativamente fácil no estádio de Alvalidl e só não venceu porque a equipa ainda é muito recente e não está devidamente entrosada.

No entanto, dada a enorme margem de progressão do Fundo, compreendo perfeitamente a preocupação e dor de cotovelo do presidente do zbordin. Este Fundo vai ser um adversário temível...

O zbordin, no entanto, está a tentar reagir. Já colocou as suas finanças no "Buraco sem Fundo" e ameaça ainda avançar com o "Fundo da Tabela", para onde caminha a passos largos.

"Paulo Bento forever!"

Upgrade de subserviência

domingo, 4 de Outubro de 2009

A época passada tivemos um momento espectacular quando, num jogo contra o foculporto, o speaker do Belém, em pleno relvado, pediu uma salva de palmas para o escroque flatulento, alegando que este tinha ajudado bastante o Belém naquele momento financeiramente difícil.

Este ano houve um ligeiro upgrade. Desta vez, o tal escroque flatulento foi recebido na Câmara Municipal de Olhão e foi o próprio a afirmar que estava muito orgulhoso por o foculporto "ter estado intrinsecamente ligado aos últimos sucessos do Olhanense".

De facto, muito café com leite se deve ter servido o ano passado lá para as bandas de Olhão.
O que é pena é que não sirvam também uns pinguinhos de vergonha na cara.

"E tu, hoje já lambeste os testículos ao foculporto?"

sábado, 3 de Outubro de 2009

Nunca entrei na redacção de qualquer jornal desportivo (e também não estou interessado) mas tenho quase a certeza de que em todos os monitores está colado um post-it com a ridícula pergunta que dá o título a este post. Os assalariados do jornal agradecem o simpático aviso, pois assim o risco de serem despedidos ou de receberem uns miminhos dos Super Dragays decresce significativamente.

Ontem, na redacção do jornal "A Bola", houve algum desgraçado que ainda não tinha lambido os testículos ao foculporto e assim nasceu esta fantástica notícia, que vem apenas reforçar a minha convicção quanto à existência dos referidos post-its.

A pièce de résistance aparece naturalmente no final do texto: "Ou seja, o voo portista tem, em escala mais reduzida, o conforto e a exclusividade semelhantes ao Boeing 747 Air Force One do presidente dos EUA Barack Obama."

Reparem que deste modo tudo se torna possível. A chave é utilizar a expressão "em escala mais reduzida". Vamos ver alguns exemplos:

1- Ou seja, o presidente portista tem, em escala mais reduzida, um grau de honestidade e integridade semelhante ao do falecido Mahatma Gandhi.

2- Ou seja, a agremiação portista tem, em escala mais reduzida, um número de adeptos e sócios semelhante ao do Sport Lisboa e Benfica.

3- Ou seja, o portista Hulk tem, em escala mais reduzida, uma rapidez de raciocínio semelhante à de Aimar.

4- Ou seja, o portista Bruno Alves tem, em escala mais reduzida, a meiguice e a candura semelhantes às da Hello Kitty.

5- Ou seja, o casamento do presidente portista tem, em escala mais reduzida, uma aura de amor e paixão semelhante à do clássico "Romeu e Julieta".


Julgo que já perceberam a ideia, isto não tem nada que saber. Podem inclusive utilizar esta táctica em vosso proveito. Por exemplo, imaginem que estão numa entrevista para um emprego que requer o domínio de programas informáticos um pouco mais complexos. Podem dizer: "Tenho, em escala mais reduzida, conhecimentos semelhantes aos de Bill Gates".
Ou então, num momento íntimo em que uma moça mais travessa ousa zombar da vossa masculinidade, podem retorquir orgulhosamente: "Tenho, em escala mais reduzida, um falo semelhante ao de um gorila adulto."

AEK 1-0 Benfica

sexta-feira, 2 de Outubro de 2009

O Benfica entrou bem e podia e merecia ter marcado durante os primeiros vinte minutos. Mas depois... Bem, depois deu ideia que os próprios jogadores do Benfica resolveram dizer aos adversários: "Vá lá, rapaziada, vocês até nem são assim tão fraquinhos. Com um bocado de jeito até nos conseguem ganhar! Não tenham medo, nós somos o Benfica mas não mordemos ninguém!"
E os gregos assim fizeram...

Durante toda a segunda parte vi-me transportado até ao tristonho e aflitivo Benfica de Quique Flores. Obrigado pelo revivalismo, mas agradecia que não me fizessem repetir a experiência.

Defender à zona nas bolas paradas sem sequer haver marcação individual ao jogador mais perigoso, tem destas coisas: às vezes aparece um gajo de quase dois metros embalado de trás e a bola só pára no fundo da baliza...

Júlio César: digam lá se aquela saída a um cruzamento que ia dando golo não fez lembrar o Neno...

Maxi Pereira: irreconhecível, um desastre a defender e não apoiou o ataque.

César Peixoto: já que o Benfica joga sem ninguém a defender o lado esquerdo, não seria mais giro meter em campo logo de início mais um médio ou mesmo outro avançado? É que estar lá o Peixoto ou não é o mesmo...

Luisão: só não sofremos mais golos por causa dele.

David Luiz: ser ao mesmo tempo central e defesa esquerdo não é para todos!

Javi: os colegas devem estar convencidos que o espanhol é o Super-Homem. Obviamente que às vezes não dá para cortar tudo.

Ramires: julgo que foi o jogador mais esclarecido em campo e nunca baixou os braços. Na fase da loucura recuou para lateral direito.

Di Maria: se houve alguém que não merecia perder este jogo foi ele. Correu, fintou, cruzou, rematou e levou porrada que nem gente grande. Aquele tiraço de fora da área merecia golo.

Aimar: para o bem dele, espero que Maradona não tenha acesso às imagens deste jogo. A quantidade de passes falhados foi atroz e chegou a ser aflitivo ver que tudo lhe saía mal. Da mesma forma que já foi responsável por muitas vitórias, hoje foi um dos grandes responsáveis pela derrota. Ele e Jorge Jesus, que só o tirou do campo em cima dos oitenta minutos.

Saviola: não sei se estará ou não relacionado, mas num jogo em que não houve El Mago poucas vezes saiu o coelho da cartola.

Cardozo: podia ter feito muito melhor quando respondeu de cabeça a um excelente cruzamento de Di Maria. Na segunda parte, de livre, testou os reflexos do guarda-redes adversário e pouco mais.

Fábio Coentrão: entrou mais uma vez disposto a dar um safanão no jogo. Teve uma boa chance para empatar mas falhou.

Weldon: não se deu por ele.

Nuno Gomes: face à noite horrível de Aimar, devia ter entrado em campo muito mais cedo...

Modéstia

quinta-feira, 1 de Outubro de 2009

"Não vou comentar questões de arbitragem porque não sou um perito na matéria."

Já todos conhecíamos a verborreia, a flatulência e a criminalidade. Ficámos agora a conhecer a modéstia do maior perito em arbitragem de Portugal.

Related Posts with Thumbnails
 
Céu Encarnado - by Templates para novo blogger
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.